Blogs

Fechar
PUBLICIDADE

Verdura sem frescura

Enviado por Flávia Schiochet, 29/11/16 4:40:19 PM

Tá na hora de relaxar, não acham? A sugestão vem da Sociedade Vegetariana de Paranaguá, que organiza um final de semana inteiramente vegano na Ilha do Mel nos dias 3 e 4 de dezembro. O pacote custa R$ 350 e dá direito a uma pernoite no Hostel Ecologics, na praia de Encantadas. O pagamento pode ser à vista ou em 1 + 1 na Veg Veg Empório Vegetariano (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro). As vagas são limitadas.

Ilha do Mel. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Ilha do Mel. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Estão inclusas as refeições de almoço no sábado e um brunch no domingo, mais trilhas na ilha e o traslado de ônibus (Curitiba – Paranaguá – Curitiba) e de barco até a ilha (ida e volta). A saída é da Veg Veg no sábado às 7h, com previsão de chegada à ilha próximo ao horário de almoço e o retorno é no domingo, saindo da ilha às 18h.

Informações pelo WhatsApp: (41) 9 9611-5557 ou (41) 9 8491-7326.

Enviado por Flávia Schiochet, 29/11/16 4:09:04 PM

Dezembro traz uma agenda com feiras temáticas consolidadas e eventos novos se fortalecendo em Curitiba. Quer presente melhor que esse?

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

PS: esta é uma lista em constante atualização! Se você sabe de um evento que envolva comida vegetariana, mande os detalhes para flavias@gazetadopovo.com.br

 

TODO SÁBADO TEM

Feijoada no Armazém VegAninha

Feijoada do VegAninha é servida apenas nos almoços de sábado. Foto: Divulgação

Feijoada do VegAninha é servida apenas nos almoços de sábado. Foto: Divulgação

Das 11h30 às 14h, o Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) serve feijoada empratada. Leva arroz, banana, couve com “bacon”, farofa, laranja, salada, suco e uma cumbuca com feijoada. Custa R$ 20 e dá para fazer reserva de prato por WhatsApp: (41) 9 9860-8231. Aos sábados, o armazém fica aberto até as 20h.

 

TODO DOMINGO TEM

Churrasco no Armazém VegAninha

Das 11h30 às 14h o Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) prepara churrasco vegano. Espetinhos de proteína de soja texturizada não transgênica e peças de glúten em formato de bife e linguiças na brasa, que podem ser pedidos em combo que servem de três a quatro pessoas (R$ 45) com cinco peças à escolha, mais salada, maionese de tofu com batatas e farofa. Também dá para pedir espetinho com maionese de tofu com batatas, farofa e salada (R$ 15, individual) ou apenas espetinho (R$ 5 a unidade). Quem quiser buscar para comer em casa deve levar sua própria embalagem, uma vez que o estabelecimento preza por não usar utensílios e embalagens descartáveis. O armazém também oferece potes retornáveis. Aos domingos, o armazém fica aberto até as 16h.

 

TODA SEGUNDA TEM

Almoço vegetariano no Coletivo Alimentar

Toda segunda-feira é dia de prato vegetariano no Coletivo Alimentar, local multi-função no Centro de Curitiba (Rua Comendador Macedo, 233, Centro). O cardápio é definido pelo chef da semana alguns dias antes e publicado na página do Facebook. O almoço tem preço fixo de R$ 25 por pessoa com entrada, prato principal e mate gelado.

 

Segunda sem carne no jantar do Bobardí

O restaurante Bobardí (Av. Munhoz da Rocha, 757, Cabral) aderiu ao Segunda sem Carne. Todo mês, a casa tem uma entrada e um prato principal servido por R$ 59 no jantar.

Salada grega do Bobardí. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Salada grega do Bobardí. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Para as segundas-feiras de dezembro será salada grega, com pepino, cebola roxa, tomate cereja, cubos de muçarela de búfala, azeitona preta, rúcula e lascas de amêndoas tostadas, seguida pelo prato principal: tortei verde de espinafre recheado de queijo brie, servida sobre fonduta de queijo e abóbora (ovolactovegetariano).

 

TODA TERÇA TEM

Be Veg no Sr. Garibaldi

Sanduíche do Sr. Garibaldi em parceria com o app Be Veg tem salsicha artesanal feita no restaurante e pão crocante. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Sanduíche do Sr. Garibaldi em parceria com o app Be Veg tem salsicha artesanal feita no restaurante e pão crocante. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

O Be Veg em parceria com o Sr. Garibaldi (Rua Itupava, 1.377, Hugo Lange) serve toda terça-feira um sanduíche vegetariano com salsicha artesanal vegana de grão-de-bico. O pão é crocante e além da salsicha vem com maionese vegana, pesto, tomate seco e batata palha. O sanduíche é servido das 18 às 22h30 por R$ 15 e o chope sai por R$ 5 (300 ml).

 

Jantar vegetariano no DeRose Method Malachini Dias

O chef Juarez Andersen prepara um prato especial sem carne nas noites de terça na unidade da escola DeRose do Alto da Glória (Rua Campos Sales, 791). Os pratos custam R$ 25 e é recomendável reserva antecipadamente: (41) 3252-4036.

***

QUINTA, 1º de dezembro

Happy hour vegetariano

Palitos de tapioca servidos no happy hour vegetariano do Coletivo Alimentar. Foto: Munir Bucair Filho/Divulgação

Palitos de tapioca servidos no happy hour vegetariano do Coletivo Alimentar. Foto: Munir Bucair Filho/Divulgação

A cozinheira Isabela Faust organiza um happy hour vegetariano no Coletivo Alimentar das 17 às 20h com petisquinhos e chope gelado (de R$ 12 a R$ 15). Na quinta terá porção de bruschetta, com pesto de semente de girassol e berinjela, azeitona e tomate-cereja (R$ 12, cinco unidades); pão com bolinho vegetariano com molho de pimenta dedo-de-moça e vinagrete (R$ 10) e pão na chapa com legumes, cogumelo e cebola caramelizada (R$ 15). A porção da foto é de palitos de tapioca do chef Renato Bedore e sai por R$ 10 (esta, para lactovegetarianos).

 

SÁBADO, 3 de dezembro

6ª feira de confeitaria vegana

A sexta edição de confeitaria vegana no Natural Café (Av. Rep. Argentina, 2.140, Água Verde) será das 9 às 17h com várias opções de doces para o Natal, com produtos veganos e também opções sem glúten. Dentre as opções, panettone, bolachas natalinas, chocolates e minibolo de frutas. Durante a feira, o empório e cafeteria Natural Café funciona normalmente e tem cardápio de lanches veganos e carta de cafés. Veja o evento no Facebook.

 

Curso de cozinha baiana

Leal Neto, do Kits Gourmet Veg, estará no Espaço Prana Artes e Terapia ensinando o preparo de pratos baianos típicos, como arroz de dendê, bolinho de acarajé, vatapá e efó. O curso será das 10 às 15h e custa R$ 100 (receitas impressas inclusas) até quinta, 1º de dezembro. Informações e inscrições pelos telefones (41) 3247-8632, (41) 9 9936-2948 ou (41) 9 9656-0477. Acompanhe o evento no Facebook.

 

Feijoada vegana no Backpackers Hostel

Quem leu o roteiro de marmitas vegetarianas conhece essa feijoada, mas talvez não saiba que mudou de nome: o Marmita Vegetariana agora se chama King Vegan. E no sábado eles servem feijoada (R$ 20 por pessoa, livre) no Backpackers Hostel (Rua Nilo Peçanha, 243, São Francisco) das 12 às 14h, durante uma programação com shows de samba e choro. Veja os detalhes das bandas no evento do Facebook.

 

Curso de receitas natalinas na Veg Veg

Um dos preparos que Gabrielle Mahamud ensina na Veg Veg é a guirlanda de Natal. Foto: Gabrielle Mahamud/Divulgação

Um dos preparos que Gabrielle Mahamud ensina na Veg Veg é a guirlanda de Natal. Foto: Gabrielle Mahamud/Divulgação

Gabrielle Mahamud, culinarista e autora do blog Flor de Sal, ensina quatro preparos especiais para o Natal: panettone sem glúten, salada de grãos e castanhas, salpicão e torta de ganache (em formato de guirlanda!). Será das 17 às 20h na Veg Veg Empório Vegetariano (Rua Visconde de Nácar, 655 – (41) 3085-5405). O curso custa R$ 65 até quarta, 30, e no dia, R$ 70. Acompanhe o evento no Facebook.

 

FIM DE SEMANA, 3 e 4 de dezembro

Pacote vegan para Ilha do Mel

A Sociedade Vegetariana Brasileira de Paranaguá organiza um final de semana inteiramente vegano na Ilha do Mel nos dias 3 e 4 de dezembro. O pacote custa R$ 350 e dá direito a uma pernoite no Hostel Ecologics, na praia de Encantadas. O pagamento pode ser à vista ou em 1 + 1 na Veg Veg Empório Vegetariano (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro). As vagas são limitadas.

Ilha do Mel. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Ilha do Mel. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Estão inclusas as refeições de almoço no sábado e um brunch no domingo, mais trilhas na ilha e o traslado de ônibus (Curitiba – Paranaguá – Curitiba) e de barco até a ilha (ida e volta). A saída é da Veg Veg no sábado às 7h, com previsão de chegada à ilha próximo ao horário de almoço e o retorno é no domingo, saindo da ilha às 18h.

Informações pelo WhatsApp: (41) 9 9611-5557 ou (41) 9 8491-7326.

 

DOMINGO, 4 de dezembro

Jardim vegano especial Natal

Nesta edição, o evento Jardim Vegano será no espaço Naturo Barigui (Rua Batista Ganz, 507, Santo Inácio, dentro do Parque Barigui) das 11 às 17h. Dentre os expositores confirmados estão: Alfacerie, Bike Fruit, Eat’s Natural, Fejón – Cozinha Vegana, For Life Gastronomia Vegan, Hangry Grrrls, Nice Brownie, Páprica Vegan, Quitutes da Lari, Sal de Ervas, Sandubeiros, Slaviet – Vegan Food, Vegan Cheese, Vegan Flavor e Vila Viela Cestas OrgânicasTambém estarão presentes terapeutas, a marca de cosméticos naturais Prema e a Associação São Francisco de Assis, que cuida de cães abandonados. A Sociedade Vegetariana Brasileira estará presente com materiais informativos e itens como livros e camisetas. Acompanhe o evento pelo Facebook

 

Veg Veg abre a cozinha: feijoada

Feijoada da GastroVeg em evento anterior. Na Veg Veg, será em prato pronto. Foto: Reprodução/Facebook

Feijoada da GastroVeg em evento anterior. Na Veg Veg, será em prato feito. Foto: Reprodução/Facebook

A Veg Veg Empório Vegetariano dá sequência ao seu projeto de abrir periodicamente a cozinha para servir pratos diferentes do cardápio da casa. No domingo, 4, é a vez da GastroVeg preparar uma feijoada por R$ 19,90 das 12h às 16h. O empório e o café também abrirão neste domingo.

 

TERÇA, 6 de dezembro

Reabertura do Mamba Vegan

Mamba reabre em novo endereço com capacidade para 40 pessoas sentadas. Foto: Vinicius Buenaventura/Divulgação

Mamba reabre em novo endereço com capacidade para 40 pessoas sentadas. Foto: Vinicius Buenaventura/Divulgação

Quem estava com saudade do Mamba Vegan? Hora de entrar em contagem regressiva: a casa abre em novo endereço na terça a partir das 14h. Agora fica na Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.345, no São Francisco. São três salões e agora a capacidade é para 40 pessoas sentadas. A hamburgueria fecha às 23h, mas é bom chegar antes de a cozinha fechar para provar as novidades do cardápio.

 

QUARTA, 7 de dezembro

Palestra de iniciação a plantas alimentícias não convencionais

O Good Food Market (Rua Augusto Stresser, 1.941, Hugo Lange) recebe a etnobotânica Carolina Weber para uma palestra sobre plantas alimentícias não convencionais, as PANC, na noite de quarta, 7. A inscrição custa R$ 30 no local e a palestra começa às 19h. A palestra é uma introdução ao curso de PANC que a etnobotânica ministra no final de semana dos dias 10 e 11 de dezembro no Sítio Lua Quebrada, na Região Metropolitana de Curitiba. Veja mais detalhes na nota abaixo.

Palestra dará introdução ao assunto plantas alimentícias não convencionais. Foto: Divulgação

Palestra dará introdução ao assunto plantas alimentícias não convencionais. Foto: Divulgação

 

SEXTA, 9 de dezembro

Lançamento da marca Madre Celeste

Duas marcas de produtos naturais de Curitiba – Prema e Pura Chuva – se juntaram para criar a Madre Celeste, um e-commerce de biocosmética e saboaria natural. O lançamento será no Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) às 18h30 com coquetel vegano, bate-papo com as criadoras e produtos a preço promocional. O evento também terá apresentação de dança do ventre e um show com a banda Mística Acústica. Acompanhe o evento no Facebook.

 

FIM DE SEMANA, 10 e 11 de dezembro

Curso de PANC no Sítio Lua Quebrada

O curso de plantas alimentícias não convencionais da etnobotânica Carolina Weber será em parceria com o Good Food Market (Rua Augusto Stresser, 1.941, Hugo Lange), com uma palestra de introdução ao tema na quarta, 7.

Sábado, 10 de dezembro

Serão passadas noções gerais de botânica relacionadas às PANC, bem como um panorama de pesquisa sobre o assunto e a identificação de plantas encontradas no Paraná e no Brasil, como usá-las, quais seus nutrientes e preparo de receitas (a assessoria do evento não confirmou se as receitas serão vegetarianas). Será no Good Food Market e custa R$ 100 por pessoa. O curso começa às 14h.

Domingo, 11 de dezembro

Será feita uma viagem ao Sítio Lua Quebrada, na Região Metropolitana de Curitiba, onde serão identificadas in loco. O módulo custa R$ 120.

Quem cursar os dois módulos paga R$ 200. Mais informações pelo WhatsApp: (41) 9 9633-8879

 

Vegaragem

Hambúrguer de lentilha da Fejón. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Hambúrguer de lentilha da Fejón. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A Lavanderia (Rua Padre Agostinho, 325, São Francisco), terá uma segunda edição do Vegaragem, desta vez com bandas e durante o final de semana inteiro. Acompanhe o evento pelo Facebook. Serão dez expositores e quatro bandas por dia, começando às 12h e seguindo até as 18h para a feira e até as 20h para os shows. Confira a programação:

Sábado, 10 de dezembro

Expositores: Faz pra fora, Fejón – Cozinha Vegana, Páprica Vegan, Veg Veg – Empório Vegetariano, Barra Forte – Comidinhas Naturais, O Monstro Veg, Nice Brownie, NHOM quitutes veganos, Gato Vegan Curitiba e Kits Gourmet Veg.

Bandas: CHCL (São José dos Campos), Turvo (SP), LIFE SHY (CWB) e Centelha (SP)

Domingo, 11 de dezembro

Expositores: Faz pra fora, Páprica Vegan, Veg Veg – Empório Vegetariano, Barra Forte – Comidinhas Naturais, O Monstro Veg, Vege Table, Vida Presente, NHOM quitutes veganos e Gato Vegan Curitiba, Kits Gourmet Veg.

Buraco quente, da Kits Gourmet Veg (R$ 8) é feito no pão francês sem o miolo e recheado de proteína de soja texturizada, ervilha, cebola, cebolinha e molho de tomate. Foto: Divulgação

Buraco quente, da Kits Gourmet Veg (R$ 8) é feito no pão francês sem o miolo e recheado de proteína de soja texturizada, ervilha, cebola, cebolinha e molho de tomate. Foto: Divulgação

Bandas: Standing Point (Piracicaba), Time And Distance (SP), Violent Stomp (SP) e Bloomtrip (SP)

 

DOMINGO, 11 de dezembro

Festival de hambúrgueres veganos

O food truck Batha Bhaya fará 100 hambúrgueres veganos para o almoço do domingo, das 11 às 14h. São quatro tipos, todos acompanhados de batata chips: o mexicano é no pão de fubá com hambúrguer de lentilha, cheddar de tofu, guacamole e tortilla de milho (R$ 20); o brasileiro é feito com pão francês, hambúrguer de feijão com brócolis, alface, tomate, cheddar de tofu, “bacon” e purê de batata (R$ 20); o caipira é no pão de hambúrguer com hambúrguer de jaca com cenoura, cream cheese de tofu, rúcula e tomate seco (R$ 20); e o Heart Attack Vegan é com dois hambúrgueres à escolha do cliente, com cream cheese de tofu, “bacon” e molho barbecue no pão de hambúrguer (R$ 25). O food truck fica atrás do Shopping Total, na Rua Doutor João Tobias Pinto Rebelo, entre as ruas Itatiaia e Itacolomi, no bairro Portão. Acompanhe o evento no Facebook.

 

Veganique no MON

Museu Oscar Niemeyer. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Museu Oscar Niemeyer. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

O gramado do Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico) será o ponto de encontro para o Veganique de Curitiba. O evento no Facebook informa que o evento está programado entre as 14 e 18h, mas, caso a previsão seja chuva, o piquenique está cancelado. A organização pede que cada participante leve um prato vegano para compartilhar, com opções crudívoras para que todos possam comer juntos. Para evitar o descarte de lixo, é sugerido levar o próprio copo, prato e talher.

QUINTA e SEXTA, 15 e 16 de dezembro

Happy hour vegetariano

A cozinheira Isabela Faust prepara os petiscos para o happy hour vegetariano no Coletivo Alimentar de quinta (15) e sexta (16), das 17 às 20h. Os pratos serão divulgados em breve. Para beber, chope gelado (de R$ 12 a R$ 15) e cervejas artesanais.

 

SÁBADO, 17 de dezembro

Feira O Mundo Vegano Especial de Natal

A feira bimestral O Mundo Vegano terá sua edição natalina das 10 às 18h na Sociedade Recreativa Água Verde. A edição é especial com sugestões de presentes tanto de comer como de decoração e cosméticos. Veja os expositores confirmados:

Comida:

Bolo de Café com Bolo: chocottone, panettone, bolo no cone, cupcakes

Faz pra fora: sanduíches e chá de hibisco

Preparo que será servido pela Kits Gourmet Veg na feira de natal na Sociedade Recreativa Água Verde: boeuf bourguignon. Foto: Divulgação

Preparo que será servido pela Kits Gourmet Veg na feira de natal na Sociedade Recreativa Água Verde: boeuf bourguignon. Foto: Divulgação

 

Kits Gourmet Veg: Kit para preparo de risoto de tomate seco em casa e boeuf bourguignon para comer na hora

La Semilla: sanduíches, leite vegetal, trufas vivas, maionese

Páprica Vegan: Hot dog artesanal

Slaviet – Vegan Food: perohê, bahn mi e som tam

So Good: pão de melado, panettone e kit de brownie para preparo em casa

Cosméticos: Amber Produtos Naturais, Colo da Terra, Cuidado Vital, Trópica Botânica e Verbo da flor

Decoração, brinquedos e presentes: Luadicor – Atelier

As ONGs Onca – Defesa Animal e SVB Curitiba estarão presentes com materiais informativos e dispostos a tirar dúvidas. O evento arrecada alimentos não perecíveis, que serão distribuídos a instituições competentes. Ao lado da Sociedade Recreativa Água Verde tem estacionamento (R$ 5 a hora) e bicicletário gratuito. Acompanhe o evento pelo Facebook.

 

Curso de sobremesas para o final do ano

Trufa da Prana Artes e Terapia. Foto: Divulgação

Trufa da Prana Artes e Terapia. Foto: Divulgação

A Prana Artes e Terapia ensina cinco sobremesas de Natal e ano novo: mousse de cacau, mousse de frutas vermelhas, trufa de castanha, torta de morango e gengibre e sorvete napolitano. Todos os preparos são isentos de glúten e açúcar refinado. A inscrição custa R$ 60 até dia 15 de dezembro e R$ 80 após esta data. Informações e inscrições pelos telefones (41) 3247-8632, (41) 9 9936-2948 ou (41) 9 9656-0477. Acompanhe o evento no Facebook.

 

DOMINGO, 18 de dezembro

Veg-nique em Irati

Piquenique vegetariano em Irati terá segunda edição no mesmo local. Foto: Reprodução/Facebook

Piquenique vegetariano em Irati reúne vegetarianos e simpatizantes na Praça da Matriz. Foto: Reprodução/Facebook

Vegetarianos de Irati, na região centro-sul paranaense, organizam uma edição de piquenique vegetariano com o tema natalino. Será na Praça da Matriz das 16 às 19h e os organizadores pedem para que cada um leve seu talher, prato e copo para não gerar lixo. Acompanhe o evento no Facebook.

 

QUINTA E SEXTA, 22 e 23 de dezembro

Bazar Vegano especial Natal

Para fechar o ano em grande estilo, o Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) realiza a última edição do Bazar Vegano em dois dias. Será das 11 às 18h tanto na quinta (22) quanto na sexta (23) e há mais de 30 expositores confirmados até o momento. Acompanhe no Facebook.

Alimentação: Armazém VegAninha, Vida Presente – Alimento Consciente, Barra Forte, Fejón Cozinha Vegana, Vegan Flavor, For Life Gastronomia, Bolo de Café com Bolo, Du Lait, So Good Alimentação Funcional, Maha Burguer Vegetarian, Bela Confeitaria Natural, Páprica Vegan, Vegueres, Slaviet, Quitutes da Lari, Nice Brownie, Zanquetta Alimentos Congelados, Alimento Puro Amor, La Semilla, El Saborcito.

Cosméticos e higiene pessoal: Ilex Atelier, Madre Celeste, Amber Produtos Naturais, Colo da Terra, Vida Presente, Lantana Camará, Trópica Botânica

Outros: Encanto Lunar Artes e Terapia, Adri Produtos Artesanais, Verdólatras, Biomimética, SVB Curitiba, ONCA.

Enviado por Flávia Schiochet, 07/11/16 3:45:37 PM

Essa é a receita de um docinho que preparei no Dia Mundial Vegano na Veg Veg em 2015. Pois é, fez um ano! É uma versão muito parecida do Ferrero Rocher caseiro que postei há alguns anos, vocês lembram?

Docinhos de amendoim podem virar pudim também. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Docinhos de amendoim podem virar pudim também. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Dá pra fazer umas bolinhas e comer como um docinho mesmo, só que fica mais leve (e é mais rápido) que fazer doce de leite e modelar brigadeiro. Também dá para tirar a polpa da receita, deixar esfriar em uma forma bem bonita e servir como pudim ou flan (depende da quantidade de ágar-ágar for na sua massa). Desenforma bem fácil, basta deixar o recipiente úmido antes de colocar a massa.

Bolinhas de massa antes de passar no amendoim torrado. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Bolinhas de massa antes de passar no amendoim torrado. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Você pode comprar amendoim torrado ou torrar em casa, tirando bem a casca para ficar com cor uniforme. O leite eu já ensinei em outras postagens e para fazer o de amendoim não é preciso deixar de molho. Não gosto do sabor do amendoim cru, mas se você prefere, pode usar! Qualquer leite vegetal e polpa pode ser usado nessa receita, o importante é prestar atenção na proporção de líquido e ágar-ágar: se usar muito dessa alga espessante, vai virar um bloco gelatinoso firme, uma textura que eu acho desagradável.

Doce de amendoim

Para fazer esta receita, você precisa fazer leite vegetal caseiro. Aprenda neste link!

Ingredientes
2 + ½ xícara de leite de amendoim
½ xícara de polpa de leite de amendoim (o que sobra no coador quando você bate o amendoim torrado com água para fazer leite)
¼ de xícara de melado
1 + ½ colher de chá de ágar-ágar
¼ de colher de chá de canela em pó
Amendoim torrado e triturado para decorar
Chocolate meio-amargo derretido em banho-maria para decorar

Docinhos de amendoim. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Docinhos de amendoim. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Preparo

Em uma panela, misture o leite, a polpa, o melado e a canela em pó e mexa bem para ficar uniforme. Em fogo baixo, acrescente o ágar-ágar e mexa sempre, até começar a engrossar e ferver. O ágar-ágar precisa de pelo menos dois minutos de fervura para firmar a massa depois de esfriar. Como a gordura das oleaginosas ficam saturadas com aquecimento, essa não é uma sobremesa pra todas as horas. :)

Finalizar com chocolate é opcional. Foto: Apneia Filmes/Arquivo pessoal

Finalizar com chocolate é opcional. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Quando tiver fervido de dois a três minutos, coloque em uma travessa úmida e deixe esfriar em temperatura ambiente. Com o auxílio de uma colher, raspe a massa depois de fria e modele bolinhas. Passe no amendoim triturado para decorar ou em confeitos de sua preferência. Finalize com chocolate meio-amargo derretido em banho-maria. Também pode ser colocado em recipientes pequeninhos de silicone e serem desenformados depois de frios para serem servidos como um flan.

Docinhos de leite de amendoim com ágar-ágar e cobertos de chocolate meio-amargo. Foto: Apneia Filmes/Arquivo pessoal

Docinhos de leite de amendoim com ágar-ágar e cobertos de chocolate meio-amargo. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Dicas:

– 2 xícaras de amendoim torrado viram ½ xícara de polpa. Você faz dois litros ou mais de leite de amendoim, usa parte do leite para o doce e acaba com a polpa!

– Você pode substituir o leite vegetal por qualquer outro leite de sua preferência. Imagine de coco, que delícia!

– Cuidado com a quantidade de ágar-ágar na receita: é melhor colocar menos do que mais. Não compre a granel: nem sempre ele está fresco e dá o mesmo resultado que o de pacotinho.

– Caso você coloque ágar-ágar demais, pique a massa fria em pedaços bem pequenos e “derreta-os” em fogo baixo com mais leite. Quando ficar homogêneo, desligue o fogo e deixe esfriar novamente.

– Eu uso o melado do Slow Food, à venda no Coletivo Alimentar, que é bem líquido e saboroso, tem doçura e um pouco de acidez. Se for do convencional, pode colocar um pouco menos que ¼ de xícara porque geralmente são mais doces.

Enviado por Flávia Schiochet, 31/10/16 2:27:56 PM

É notável: as feiras veganas se consolidaram como os principais eventos de Curitiba no último ano. Duas delas foram criadas em 2016 e deram bons frutos: a de confeitaria vegana, mensal e em sua quinta edição, e o festival Ogros Veganos, em sua segunda edição. Nacionalmente, será realizado o primeiro congresso on-line sobre PANC, com palestras de especialistas como Valdely Kinupp, autor do livro Plantas Alimentícias Não Convencionais Brasileiras, e Guilherme Ranieri Reis, autor do blog Matos de Comer.

PS: esta é uma lista em constante atualização! Se você sabe de um evento que envolva comida vegetariana, mande os detalhes para flavias@gazetadopovo.com.br

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

 

TODO DOMINGO TEM

Churrasco no Armazém VegAninha

Das 11h30 às 15h aos domingos o Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) prepara churrasco vegano. Espetinhos de proteína de soja texturizada e peças de glúten em formato de bife e linguiças na brasa, que podem ser pedidos em combo que servem de três a quatro pessoas (R$ 45) com cinco peças à escolha, mais salada, maionese de tofu com batatas e farofa.

Churrasco vegano é uma das atividades que o Empório VegAninha promove aos domingos. As "carnes" são vendidas no empório a granel de quarta ao domingo. Foto: Reprodução/Facebook

Churrasco vegano é uma das atividades que o Empório VegAninha promove aos domingos. As “carnes” são vendidas no empório a granel de quarta ao domingo. Foto: Reprodução/Facebook

Também dá para pedir espetinho com maionese de tofu com batatas, farofa e salada (R$ 15, individual) ou apenas espetinho (R$ 5 a unidade). Quem quiser buscar para comer em casa deve levar sua própria embalagem, uma vez que o estabelecimento preza por não usar utensílios e embalagens descartáveis. O armazém também oferece potes retornáveis. 

 

TODA SEGUNDA TEM

Almoço vegetariano no Coletivo Alimentar

Almoço no Segunda sem Carne do Coletivo Alimentar. Foto: Munir Bucair Filho/Divulgação

Almoço no Segunda sem Carne do Coletivo Alimentar. Foto: Munir Bucair Filho/Divulgação

Toda segunda-feira é dia de prato vegetariano no Coletivo Alimentar, local multi-função no Centro de Curitiba (Rua Comendador Macedo, 233, Centro). O cardápio é definido pelo chef da semana alguns dias antes e publicado na página do Facebook. O almoço tem preço fixo de R$ 25 por pessoa com entrada, prato principal e mate gelado. 

 

Segunda sem carne no jantar do Bobardí

Prato para novembro no Bobardí é a moqueca de cogumelos. Foto: Divulgação

Prato para novembro no Bobardí é a moqueca de cogumelos. Foto: Divulgação

O restaurante Bobardí (Av. Munhoz da Rocha, 757, Cabral) aderiu ao Segunda sem Carne. Todo mês, a casa terá uma entrada e um prato principal servido por R$ 59 no jantar. Para novembro, é ovo mollet com mousseline de batata doce de entrada e moqueca de cogumelos shiitake e Paris no azeite de dendê, cebola roxa, tomate e pimentões com arroz de coco como prato principal. É recomendável fazer reserva.

 

TODA TERÇA TEM

Be Veg no Sr. Garibaldi

Hot dog vegetariano do Senhor Garibaldi. Foto ilustrativa. Foto: Vivian Schmitz/Reprodução Facebook

Hot dog vegetariano do Senhor Garibaldi. Foto ilustrativa. Foto: Vivian Schmitz/Reprodução Facebook

O Be Veg em parceria com o Sr. Garibaldi (Rua Itupava, 1.377, Hugo Lange) elabora toda terça-feira um sanduíche vegetariano com salsicha artesanal vegana. O sanduíche é servido das 18 às 22h30 por R$ 15 e o chope sai por R$ 5 (300 ml).

 

Jantar vegetariano no DeRose Method Malachini Dias

O chef Juarez Andersen prepara um prato especial sem carne nas noites de terça na unidade da escola DeRose do Alto da Glória (Rua Campos Sales, 791). Os pratos custam R$ 25 e é recomendável reserva antecipadamente: (41) 3252-4036.

 

 

SÁBADO, 5 de novembro

Motivando uma alimentação saudável

A Sociedade Vegetariana Brasileira – Paraná organiza uma programação no Mercado Municipal de Curitiba sobre alimentação saudável e vegetarianismo. Será das 9h30 às 12h30 com palestras de Ricardo Laurino, presidente da SVB, Astrid Pfeiffer, nutricionista e Malga di Paula, empresária e escritora.

Em paralelo, haverá exposição de produtos vegetarianos, como o pessoal da Bike Fruit e do Natural da Ordem. O evento é no mezanino do setor de orgânicos do Mercado Municipal e a entrada é gratuita. Acompanhe no evento do Facebook.

 

Jantar árabe em Paranaguá

A Sociedade  Vegetariana Brasileira de Paranaguá realiza um jantar árabe a partir das 20h no Restaurante Manacá da Serra (Rua Marechal Deodoro, 280, Paranaguá). Custa R$ 35 por pessoa e dá direito ao buffet de pratos veganos. Serão servidos kafta, hommus, babaganush, fatuch (salada com pepino, cebola e tomates), falafel, mjadra (arroz, lentilha e cebola caramelizada), quibe, esfiha, tabule e tzatziki (molho de iogurte com pepino). As reservas podem ser feitas pelos telefones (41) 9696-9912, (41) 9611-5557, (41) 8407-2043 e (41) 3424-2496. Acompanhe o evento do Facebook.

 

DOMINGO, 6 de novembro

Festival Ogros Veganos

A segunda edição será na Veg Veg Empório Vegetariano (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro) com preparos reforçados! Veja o cardápio:

Faz pra fora – Baguete com falafel, tahine, batata frita e tomate (R$ 10)

Fejón – Cozinha Vegana – Tofish and chips, tofu empanado com maionese e alface no pão de hambúrguer.

Gato Vegan – Bolo de chocolate trufado de morango (R$ 5 a fatia)

Bolo trufado de chocolate com morangos da Gato Vegan. Foto: Divulgação

Bolo trufado de chocolate com morangos da Gato Vegan. Foto: Divulgação

Hangry Grrrls – Porção de batata frita com creme de castanha de caju tipo cheddar e “bacon” vegetal” (R$ 10, individual)

Kits Gourmet Veg – “Dobradinha” com arroz e farofa (R$ 9) e espetinhos de proteína de soja (R$ 6 cada)

Slaviet – Vegan Food – Perohê acebolado com recheio de batata, chucrute e Requeisoy (R$ 10)

Veg Veg – Hambúrguer com coxinha (sim, no meio!) e bebidas.

Hambúrguer com coxinha da Veg Veg. Foto: Divulgação

Zanquetta Alimentos: porção de quibe com aipim, queijo vegetal ralado e cheiro verde

A feira é das 11 às 16h. Acompanhe o evento no Facebook.

 

QUINTA, 10 de novembro

Workshop de cookies veganos

Isabela Faust, do Bela Confeitaria Natural, ensina a fazer três tipos de cookies veganos em workshop no Coletivo Alimentar (Rua Comendador Macedo, 233, Centro). A aula é das 19 às 21h e custa R$ 35 por pessoa. Serão ensinados cookies de gengibre com creme de castanhas; de manteiga de amendoim com ganache de chocolate; e de limão com frutas vermelhas.

Workshop de cookies será no Coletivo Alimentar. Foto: Elo de Bois/Divulgação

Workshop de cookies será no Coletivo Alimentar. Foto: Elo de Bois/Divulgação

As receitas são feitas a partir de farinha orgânica, melado de cana, leite de sementes e óleo de coco. Para decorar, terá glacê e confeitos para cada um escolher o seu. As vagas são limitadas e as inscrições são pelo telefone (41) 3121-1720. Acompanhe pelo evento do Facebook

 

SÁBADO, 12 de novembro

5.ª Feira de Confeitaria Vegana

Natural Café, empório no Água Verde. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

Natural Café, empório no Água Verde. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

Será no Natural Café (Av. Rep. Argentina, 2.140, Água Verde) das 9 às 17h com doces sem produtos de origem animal, de bolos a tortas e pequenas sobremesas preparadas pelo Natural Café, pela Artisan Confeitaria e pela Baby Cake, que só faz preparos sem glúten. Os preços variam de R$ 5 a R$ 20. Acompanhe o evento no Facebook

 

Minas na música

O projeto Trampo das Minas promove o Minas na Música na Veg Veg Empório Vegetariano (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro) das 15h30 às 21h30. Durante o bate-papo mediado pela idealizadora do Trampo das Minas, Gabriela Titon, e os pocket shows, você pode comer alguns dos sanduíches e salgados da Veg Veg. Veja a programação completa no evento do Facebook.

 

DOMINGO, 13 de novembro

Petit Bom Gourmet

Nesta edição do Petit Bom Gourmet, o preparo é de um biscoito vegano em formato de dominó. Quem ensina é a culinarista Gabi Mahamud, do blog Flor de Sal e colaboradora do Atleta Veg, com colaboração do Armazém VegAninha.

No Petit Bom Gourmet, as crianças aprendem colocando a mão na massa. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

No Petit Bom Gourmet, as crianças aprendem colocando a mão na massa. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

A programação do Petit Bom Gourmet é semanal, com um chef e preparo diferente a cada domingo. As aulas são para crianças de 4 a 10 anos de idade e é preciso que um responsável acompanhe. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site do Estúdio Bom Gourmet. São duas turmas: às 15h ou às 17h. O Estúdio Bom Gourmet fica no mezanino da praça de gastronomia do Pátio Batel.

 

SEGUNDA, 14 de novembro

Aula do Tuk Tuk no Estúdio Bom Gourmet

Vai se dar bem quem não viajar no feriado: o chef Yuri Ogurtsova, do Tuk Tuk, ensina a fazer o prato Gado-gado, um curry de amendoim com vegetais e tofu servido na casa. A aula é gratuita e tem degustação ao final. É preciso fazer inscrição pelo site antecipadamente, pois as vagas são limitadas.

 

SÁBADO, 19 de novembro

5.ª Feira O Mundo Vegano

A cada dois meses temos um compromisso na Sociedade Recreativa Água Verde: a feira O Mundo Vegano, que reúne dezenas de produtores artesanais. É das 10 às 18h e nesta edição terá um cardápio bem brasileiro:

Kits Gourmet Veg: acarajé com vatapá e vinagrete e escondidinho de macaxeira com carne de soja temperada ao modo nordestino

Acarajé que será servido no Acarajé Day: vegano e frito na hora. Foto: Divulgação

Acarajé da Kits Gourmet Veg será servido com vatapá e vinagrete. Foto: Divulgação

Vegan Flavor: pão com bolinho e coxinha de jaca

Babycake Produtos Especiais: pão de queijo e produtos sem glúten

Alguns produtores ainda estão a confirmar. Também há expositores com produtos de higiene pessoal e de limpeza, cosméticos, orgânicos, suplementos esportivos, entre outros. Uma parte dos expositores aceita cartão, mas é recomendável levar trocado. A organização aceita doações de 1 kg de alimento não perecível ou ração para cães, que serão doados a instituições responsáveis por ações sociais e cuidados a animais resgatados. Acompanhe o evento no Facebook.

 

SÁBADO, 26 de novembro

Cine Arte Music Open Air no Nex Coworking

É a segunda edição do evento que terá exibição de curta-metragens premiados e inéditos, música, bazar e comida vegana. Além de tudo, é lixo zero, tem espaço pra bike e pode levar seu pet. Quem já confirmou que estará por lá servindo comida é o Capivara Vegetarian, Julia Guedes Confeitaria, Veg Veg Empório Vegetariano e Spiro Giro com sucos.

Brownie vegano da Julia Guedes. Foto: Pati Bianco/Divulgação

Brownie vegano da Julia Guedes. Foto: Pati Bianco/Divulgação

Os ingressos custam R$ 20 no primeiro lote e são vendidos a partir do dia 6 de novembro (crianças até 12 anos não pagam). O Nex Coworking fica na Rua Francisco Rocha, 198, Batel. Acompanhe pelo evento do Facebook

 

DE 21 a 27 de novembro (segunda a domingo)

1.º Congresso on-line Nacional sobre PANC

Para quem quer aprender mais sobre plantas alimentícias não convencionais (PANC), o Congresso On-line Nacional sobre PANC terá duração de uma semana e é gratuito. É preciso se inscrever pelo site e confirmar sua inscrição. As palestras com especialistas são gravadas e exibidas pelo site conforme a programação (ainda não divulgada), mas quem quiser pode adquirir o pacote para ver quantas vezes quiser os vídeos. Dentre os palestrantes, nomes como Valdely Kinupp, autor do livro Plantas Alimentícias Não Convencionais Brasileiras, e Guilherme Ranieri Reis, autor do blog Matos de Comer

Enviado por Flávia Schiochet, 28/10/16 3:26:33 PM
A textura do recheio fica parecida com ricota. Dá para fazer com tofu normal, não precisa ser o soft. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A textura do recheio fica parecida com ricota. Dá para fazer com tofu normal, não precisa ser o soft. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Quem vê as postagens de receita por aqui pode pensar que só como doce. Mas é que é tão raro fazer sobremesa que, sempre que a gente prepara lá em casa, temos que fotografar, rs. Eu adaptei uma receita que o chef Rafael Rupp preparou para a revista Bom Gourmet de junho, usando o que eu tinha em casa.

Provei algumas versões veganas de cheesecake, mas esta foi, de longe, a que mais gostei, especialmente porque a textura do recheio fica parecido com ricota e a receita não leva ágar-ágar (o que fica esquisitíssimo, na minha opinião). Confira na matéria o preparo do chef e, abaixo, a minha adaptação.

 

Tofucake

Adaptada da receita do chef Rafael Rupp

Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Foto: Apneia Filmes/Divulgação

 

Ingredientes/Massa

150 g de farinha de farinha de trigo integral
1 colher de sopa de chia
¼ de xícara de água quente
2 colheres de sopa de óleo de coco
75 g de açúcar mascavo
Um punhado de nozes trituradas

 

Ingredientes/Recheio

300 g de tofu soft
2 colheres de sopa de polvilho doce
2 colheres de sopa de óleo de coco
1 limão
Extrato de baunilha (usei um caseiro)
Uma pitada de sal

 

Preparo

Comece com a massa: hidrate a chia na água quente até formar um gel (aproximadamente 15 minutos. Misture a farinha, o açúcar e a gordura em temperatura ambiente até virar uma farofa e incorpore a chia com a água aos poucos, formando uma massa uniforme. O ponto é quando dá para moldar a massa com as mãos. Acrescente as nozes e cubra a bola de massa com plástico-filme. Deixe descansar por no mínimo 30 minutos fora da geladeira e abra a massa em uma forma de fundo removível de 20 centímetros de diâmetro. Asse em forno pré-aquecido a 180 graus C por 20 minutos ou até as bordas desgrudarem da forma.

 

O recheio feito de tofu tem que assar até ficar com a superfície seca e resistente. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

O recheio feito de tofu tem que assar até ficar com a superfície seca e resistente. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Para fazer o recheio, descarte a água que vem com o tofu e coloque-o em um processador de alimentos. Acrescente o restante dos ingredientes e bata até a mistura ficar cremosa e homogênea. Quando a massa estiver fria, preencha-a com recheio e asse por mais 20 minutos ou até a superfície do recheio estar resistente. Reserve na geladeira por duas horas e cubra com a calda de sua preferência.

 

A cobertura pode ser com a calda que você preferir. No dia, eu usei uma geleia orgânica de frutas vermelhas. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A cobertura pode ser com a calda que você preferir. No dia, eu usei uma geleia orgânica de frutas vermelhas. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Eu usei uma geleia orgânica de frutas vermelhas para a calda, mas você pode usar goiabada para fazer uma calda ou qualquer outra combinação que considere gostosa. Para quem sente “culpa” em comer sobremesa pela quantidade de açúcar, veja pelo lado nutricional: o tofu é fonte de proteína, rs.

Enviado por Flávia Schiochet, 30/09/16 1:04:33 PM

A cada agenda publicada, vejo o quanto a cena de cozinha vegetariana tem se fortalecido em Curitiba. E outubro tem dois eventos novos em folha: o dia do acarajé e a primeira edição do Vegaragem, com show de bandas e comida vegana. A região metropolitana também está presente: em Piraquara, a Biomimética realiza um curso de dia inteiro sobre hortas urbanas, e aqui na cidade, a bióloga Carolina Kffuri preparou um fim de semana inteiro com um curso sobre plantas alimentícias não convencionais, as famosas PANC. Todos os detalhes abaixo!

PS: esta é uma lista em constante atualização! Se você sabe de um evento que envolva comida vegetariana, mande os detalhes para flavias@gazetadopovo.com.br

 

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

 

TODO DOMINGO TEM

Churrasco no Armazém VegAninha

Das 11h30 às 15h aos domingos o Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) prepara churrasco vegano. Espetinhos de proteína de soja texturizada e peças de glúten em formato de bife e linguiças na brasa, que podem ser pedidos em combo que servem de três a quatro pessoas (R$ 45) com cinco peças à escolha, mais salada, maionese de tofu com batatas e farofa. Também dá para pedir espetinho com maionese de tofu com batatas, farofa e salada (R$ 15, individual) ou apenas espetinho (R$ 5 a unidade). Quem quiser buscar para comer em casa deve levar sua própria embalagem, uma vez que o estabelecimento preza por não usar utensílios e embalagens descartáveis. O armazém também oferece potes retornáveis. 

 

TODA SEGUNDA TEM

Almoço vegetariano no Coletivo Alimentar

Toda segunda-feira é dia de prato vegetariano no Coletivo Alimentar, local multi-função no Centro de Curitiba (Rua Comendador Macedo, 233, Centro). O cardápio é definido pelo chef da semana alguns dias antes e publicado na página do Facebook. O almoço tem preço fixo de R$ 25 por pessoa com entrada, prato principal e mate gelado. 

 

Segunda sem carne no jantar do Bobardí

O restaurante Bobardí (Av. Munhoz da Rocha, 757, Cabral) aderiu ao Segunda sem Carne. Todo mês, a casa terá uma entrada e um prato principal servido por R$ 59 no jantar. É recomendável fazer reserva.

 

TODA TERÇA TEM

Be Veg no Sr. Garibaldi

Hot dog vegano no Sr. Garibaldi é criação do Be Veg. Toda terça um sanduíche diferente. Foto: Tom Barros/Divulgação

Hot dog vegano no Sr. Garibaldi é criação do Be Veg. Toda terça um sanduíche diferente. Foto: Tom Barros/Divulgação

O Be Veg em parceria com o Sr. Garibaldi (Rua Itupava, 1.377, Hugo Lange) elabora toda terça-feira um sanduíche vegetariano com salsicha artesanal vegana. O sanduíche é servido das 18 às 22h30 por R$ 15 e o chope sai por R$ 5 (300 ml).

 

Jantar vegetariano no DeRose Method Malachini Dias

O chef Juarez Andersen prepara um prato especial sem carne nas noites de terça na unidade da escola DeRose do Alto da Glória (Rua Campos Sales, 791). Em outubro, são os seguintes:

4/10 – Cannellone de berinjela recheado com queijo temperado, figo turco, nozes e palmito pupunha.

11/10 – Polenta cremosa com ragu de cogumelos e legumes salteados.

18/10 – Mjadra (arroz com lentilhas e cebola caramelizada) e tabule.

25/10 – Cassoulet, cozido francês de feijão branco tipo feijoada, servido com couve refogada.

Os pratos custam R$ 25 e é recomendável reserva antecipadamente: (41) 3252-4036.

 

SÁBADO, 1º de outubro

4ª Feira de confeitaria vegana

Brownie da Artisan Confeitaria. Foto: Thuany Gazolli/Reprodução

Brownie da Artisan Confeitaria. Foto: Thuany Gazolli/Reprodução

A quarta edição de confeitaria vegana no Natural Café (Av. Rep. Argentina, 2.140, Água Verde) será das 9 às 17h com várias opções de doce sem produtos de origem animal, tais como leite, ovo, mel e gelatina. Dentre as opções, torta de chocolate sem glúten e carolinas sem glúten da BabyCake e marshmallow sem gelatina da Artisan Confeitaria. Os preços variam de R$ 5 a R$ 20. Durante a feira, o empório e cafeteria Natural Café funciona normalmente e tem cardápio de lanches veganos e carta de cafés. https://www.facebook.com/events/1779406328999402/

 

QUARTA, 5 de outubro

Café Coletivo

Café Coletivo será um encontro entre baristas no Coletivo Alimentar. Esse aí é o Cauê Bohrer, que faz café quase todo dia lá. Foto: Divulgação

Café Coletivo será um encontro entre baristas no Coletivo Alimentar. Esse aí é o Cauê Bohrer, que faz café quase todo dia lá. Foto: Divulgação

O Coletivo Alimentar (Rua Comendador Macedo, 233, Centro) terá mais uma rodada de troca de experiências. Desta vez, o tema é café. O Café Coletivo será das 14 às 18h e como requisito para participar, o coletivo pede que cada um traga uma descoberta relacionada à bebida. Pode ser um grão ou um método, por exemplo. A ideia é que os presentes preparem café (claro!), conversem e ampliem sua rede de contatos. A contribuição é voluntária para ajudar com as despesas do aluguel, equipamentos, insumos e energia. 

 

SÁBADO, 8 de outubro

Workshop com biomassa de banana verde

Com base de tapioca integral feita artesanalmente, Natalia prepara pizza com creme de palmito e biomassa de banana verde na frigideira. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Com base de tapioca integral feita artesanalmente, Natalia prepara pizza com creme de palmito e biomassa de banana verde na frigideira. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A nutricionista e culinarista Natalia Chede ensina quatro preparos com a biomassa de banana verde: um brigadeiro de biomassa para rechear uma torta de castanhas; um smoothie de frutas vermelhas; um hambúrguer de lentilha e uma pizza de frigideira com creme de palmito. A aula será das 16h às 18 na Bem Integral Alimentos (Rua dos Funcionários, 961, Cabral – a entrada é ao lado da loja Xiquita) e custa R$ 60 por pessoa. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail bemintegral@gmail.com ou diretamente na loja. 

 

Curso de horta caseira

Local onde será o curso de horta caseira da Biomimética. Foto: Reprodução/Facebook

Local onde será o curso de horta caseira da Biomimética. Foto: Reprodução/Facebook

Para quem quer montar uma horta caseira ou aprender melhor sobre a manutenção, a Biomimética está organizando um curso em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, das 10 às 18h. Custa R$ 50 por pessoa e o valor inclui almoço e material didático digital. É preciso fazer inscrições antecipadamente pelo e-mail consciencia.biomimetica@gmail.com ou por mensagem pela página no FacebookRua Papa Paulo VI, 314, Piraquara. 

 

DOMINGO, 9 de outubro

Vegaragem

Mini churros recheados de doce de leite de coco da Zanquetta Alimentos Congelados. Foto: Divulgação

Mini churros recheados de doce de leite de coco da Zanquetta Alimentos Congelados. Foto: Divulgação

Um grupo de amigos em uma garagem mais uma feira de comida, mais bandas. Entrada gratuita. Esta é a proposta do Vegaragem, nova feira vegana em Curitiba. A ideia é que seja bimestral. A primeira edição será das 12 às 19h na Rua Padre Agostinho, 325, Mercês.

Cestinha de banana-da-terra inspirado nos patacones colombianos d'O Monstro Veg. Foto: Divulgação

Cestinha de banana-da-terra inspirado nos patacones colombianos d’O Monstro Veg. Foto: Divulgação

Estão confirmados: Faz pra fora, Veg Veg – Empório Vegetariano, Páprica Dog’s, O Monstro Veg, Zanquetta Alimentos Congelados, Águas da Barra, Artisan ConfeitariaFejón – Cozinha Vegana. Quem tocará são as bandas Dois pés e Life Shy. Acompanhe as novidades no evento do Facebook.

 

Acarajé Day

Das 10 às 17h o Kits Gourmet Veg realiza o primeiro Acarajé Day, só com opções veganas. Será na casa Coletivo Ocitocina (Rua Des. Ermelino de Leão, 472). A entrada é gratuita. Terá acarajé frito na hora recheado de vatapá, vinagrete e molho de pimenta (R$ 8) e cumbuca de arroz acompanhada de caruru, de vatapá ou de feijão de leite de coco (R$ 8).

Acarajé que será servido no Acarajé Day: vegano e frito na hora. Foto: Divulgação

Acarajé que será servido no Acarajé Day: vegano e frito na hora. Foto: Divulgação

Para sobremesa, a nutricionista e culinarista Natalia Chede leva tapioca integral com banana e brigadeiro de biomassa de banana (R$ 6) para comer na hora. Também há a opção para levar: o vidro de 590 g de tapioca sai por R$ 16 e o pote de 220 g de brigadeiro de biomassa de banana verde, R$ 12. Para beber, chá mate orgânico natural ou com limão da Mate e Tal (R$ 5, 300 ml).

 

FIM DE SEMANA, 8 e 9 de outubro

Curso de PANC

Carolina Kffuri é bióloga e pós-doutora em plantas medicinais e plantas alimentícias. Ela preparou um fim de semana de imersão em plantas alimentícias não convencionais, as PANC, dividido em duas etapas:

Sábado, 8 de outubro

Das 8h30 às 12h30 e das 14h às 18h. Serão passadas noções gerais de botânica relacionadas às PANC, bem como um panorama de pesquisa sobre o assunto e a identificação de plantas encontradas no Paraná e no Brasil, como usá-las, quais seus nutrientes e preparo de receitas. Será na Universidade Positivo e custa R$ 120.

Na foto, folhas de ora-pro-nóbis, uma PANC, que colhi perto da redação. Hoje o arbusto não existe mais.
Domingo, 9 de outubro

Das 8 às 15h no Sítio Lua Quebrada, fornecedor de PANC. Serão identificadas PANC in loco e o módulo custa R$ 100.

Quem quiser cursar os dois módulos paga R$ 200. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail carolkffuri@gmail.com ou pelo WhatsApp (41) 9633-8879.

 

SÁBADO, 15 de outubro

Curso de culinária vegetariana

Kamila Thali, instrutora de yoga do Naturo Barigui (Rua Batista Ganz, 507, Santo Inácio), ensina seis receitas para o dia a dia, como nhoque de ricota com espinafre, batata recheada com creme de alho assado e uma versão vegana da sobremesa Romeu e Julieta. A oficina será das 9h30 às 12h30 e custa R$ 80. Quem quiser levar um acompanhante para o almoço, tem um adicional de R$ 20 a partir das 12h30. Veja mais detalhes no evento do Facebook. As inscrições são pelo formulário on-line.

 

Festival da pizza na Veg Veg

Pizza vegana das Hangry Grrrls é feita com queijo de castanha de caju. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Pizza vegana das Hangry Grrrls é feita com queijo de castanha de caju. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Hangry Grrrls e Veg Veg promovem o festival da pizza das 12 às 16h. As garotas “famintas” venderão a fatia a R$ 5 nas opções milho com bacon, lombinho, pepperoni e chocolate. Tudo em versão vegana e o bacon e lombinho são feitos pelas próprias meninas. Mais detalhes no evento do Facebook.

 

DOMINGO, 16 de outubro

Workshop com preparos de café da manhã

Uma das perguntas que a gente mais ouve de vegetarianos novatos é o que passar no pão e o que comer no café da manhã, já que requeijão, iogurte e outros lácteos não se encaixam na proposta. Pois bem, a nutricionista e culinarista Natalia Chede ensina seis receitas veganas e sem glúten para o café da manhã: pãezinhos de batata-doce, iogurte de coco e granola caseira, bolinho de cacau, panqueca de aveia, banana e linhaça com fruta e cobertura doce, queijo de castanhas e vitamina verde. O workshop será das 9h30 às 13h30 no Gandiva Yoga Ashram (Rua Paulo Graeser Sobrinho, 722, Mercês). As inscrições custam R$ 120 e devem ser feitas antecipadamente pelo e-mail nataliachede@yahoo.com.br ou pelo WhatsApp (15) 996-319-821. Acompanhe o evento no Facebook

 

FINAL DE SEMANA, 15 e 16 de outubro

Curso de culinária vegana em Campo Alegre

A Chácara Shanti Gaya, em Campo Alegre, Santa Catarina (a 100 km de Curitiba) terá mais uma turma de cozinha vegana durante o final de semana de 15 e 16 de outubro – para começar a programação cedinho no sábado, é possível chegar na sexta (14) à noite sem custo adicional. Serão ensinadas receitas de café da manhã, almoço e jantar, todas veganas e sem glúten. Custa R$ 550 por pessoa (pode ser feito em 3 vezes e à vista tem 5% de desconto) e o valor inclui aula de yoga, alimentação, hospedagem e apostila. Quem quiser levar acompanhante para a hospedagem, o adicional é de R$ 375, com todas as refeições inclusas. Inscrições pelo e-mail omsuryayoga@gmail.com

 

SÁBADO, 22 de outubro

Curso e palestra com Astrid Pfeiffer

A nutricionista Astrid Pfeiffer ensina as receitas de doce de tâmara com nozes, enroladinho de abobrinha com tofu e tomate seco e snack de grão-de-bico na loja Mundo Verde do bairro Mercês (Rua Alcides Munhoz, 556 – (41) 3076-6688). O curso custa R$ 80 e R$ 30 serão revertidos para compras na loja. Começa às 10h.

 

DOMINGO, 23 de outubro

Feira Jardim Vegano e Projeto Cara de um, Focinho de outro

A Veg Veg abre seu quintal para o projeto Cara de um, Focinho de outro e para a feira Jardim Vegano, que reúne 13 expositores, sendo 11 de comida. A feira é das 10 às 17h, com entrada gratuita, e durante o evento serão fotografados os tutores e seus animais de estimação (R$ 30, 10 minutos de ensaio; veja mais detalhes). Para participar do projeto, é preciso retirar senha na Veg Veg entre 17 e 21 de outubro. Serão apenas 40 senhas e a renda será revertida para castração de animais resgatados.

Na parte de alimentação, estão confirmados os produtores A Menina dos Doces, Bio Linha, Camila Alves, ChocoVegEncanto Lunar Arte e Terapias, El Saborcito, Faz pra fora, Ilex AtelierKits Gourmet Veg, Naturalmente Veggie, Vegetable e Zanquetta Alimentos Congelados. Acompanhe pelo evento no Facebook. Caso chova, o evento será adiado.

 

SÁBADO, 29 de outubro

Preparos para café da tarde

O Espaço Prana Artes e Terapia terá um curso das 14h às 18h com preparos para café da tarde. O inscritos preparam e degustam os pratos durante a tarde: chapati de centeio, hambúrguer de sementes, patê de berinjela defumada, queijo de semente de girassol, “pão de beijo”, bolo de cacau, leite de coco, cappuccino e refresco de keffir d’água. Inscrições e informações pelos telefones: (41) 3247-8632, (41) 9936-2948 e (41) 9656-0477. Até quinta (27), o valor por pessoa é de R$ 100. Após esta data, o valor muda, caso ainda haja vagas. Acompanhe pelo evento do Facebook

 

Crazy Cat Festival

Uma mistura de evento em prol dos gatos, com workshop de culinária, corrida de bike e bazar de roupas usadas e exposição de artistas locais é o que rola na Veg Veg Empório Vegetariano das 10 às 18h. O Crazy Cat Festival tem entrada gratuita, mas quem quiser colaborar com R$ 5 na entrada concorre a um “extreme make over” com Mateus Loureiro do Tristano Peluqueria, R$ 100 em roupas da LAIA, entre outros prêmios. A verba arrecadada será revertida para o cuidado dos felinos ainda sem lar.

A Veg Veg estará servindo seu cardápio normal de lanches e salgados e a nutricionista Bruna Nascimento ensinará cinco receitas veganas (R$ 20 por pessoa, vagas limitadas): milkshake crudívoro cremoso de amendoim, panqueca, overnight oats, omelete de grão-de-bico e patê de semente de girassol. Outro curso será o das veterinárias Lorena Mattos e Natalia Restel, que estarão no evento explicando o comportamento, castração e alimentação dos gatos.

Quem não puder comparecer ao evento, mas quer contribuir pode doar pela Vakinha Online. Veja mais detalhes no evento do Facebook.

Enviado por Flávia Schiochet, 21/09/16 10:41:24 AM
Foto: Gabrielle Mahamud/Arquivo pessoal

Foto: Gabrielle Mahamud/Arquivo pessoal

O blog Verdura sem Frescura completou três anos no dia 18 de setembro e para comemorar fiz uma demonstração culinária no Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel, uma cozinha super bem equipada e linda que fica no mezanino da praça de alimentação do shopping. Você pode saber mais sobre ela clicando aqui.

Compartilho com vocês a receita, algumas das dicas que passei na aula e também fotos feitas pela minha amiga querida Gabrielle Mahamud, do Atleta Veg.

Bolo mesclado de cenoura e beterraba com cobertura de chocolate meio amargo. Foto: Rafael de Andrade/Divulgação

Bolo mesclado de cenoura e beterraba com cobertura de chocolate meio amargo. Foto: Rafael de Andrade/Divulgação

Bolo mesclado de beterraba e cenoura

Massa de cenoura

Ingredientes
150 g de cenoura cozida
1 xícara de farinha de trigo branca
½ xícara de açúcar ou melado de cana
Uma pitada de sal
½ xícara de óleo vegetal
½ xícara de água (pode ser do cozimento da cenoura)
1 colher de sopa de chia (opcional)
1 colher de chá de fermento químico

Modo de preparo
Se for usar a chia, hidrate-a na água por 15 minutos ou até formar um gel. Misture a farinha, o açúcar e o sal em um bowl. Bata o óleo, o gel de chia (ou apenas a água) e a cenoura no liquidificador. Misture aos secos até ficar homogêneo. Acrescente o fermento e reserve.

 

Foto: Gabrielle Mahamud/Arquivo pessoal

Foto: Gabrielle Mahamud/Arquivo pessoal

Massa de beterraba

Ingredientes
150 g de beterraba cozida
1 xícara de farinha de trigo branca
½ xícara de açúcar ou melado de cana
Uma pitada de sal
½ xícara de óleo vegetal
½ xícara de água (pode ser do cozimento da beterraba)
1 colher de sopa de chia (opcional)
1 colher de chá de fermento químico
50 g de chocolate derretido em banho-maria

Modo de preparo
Se for usar a chia, hidrate-a na água por 15 minutos ou até formar um gel. Misture a farinha, o açúcar e o sal em um bowl. Bata o óleo, o gel de chia (ou apenas a água) e a beterraba no liquidificador. Misture aos secos até ficar homogêneo. Acrescente o chocolate derretido e mexa bem. Em seguida, o fermento.

Montagem
Unte uma forma com óleo e intercale camadas de cada uma das massas, até terminá-las. Asse em forno pré-aquecido a 200 graus C por 30 minutos ou até o palito sair seco. Para decorar, derreta chocolate em banho-maria e despeje sobre o bolo. Pode “engordar” o chocolate derretido acrescentando aos poucos leite vegetal morno de sua preferência.

 

Foto: Gabrielle Mahamud/Arquivo pessoal

Foto: Gabrielle Mahamud/Arquivo pessoal

Dicas

– Tanto a cenoura devem estar bem cozidas, para que virem um purê ao serem batidas no liquidificador.
– Se usar o melado, coloque no liquidificador junto com o legume e o óleo.
– O chocolate ajuda o bolo de beterraba a manter a cor.
– A chia, se não for bem triturada, pode deixar partes do bolo com aspecto de mal assado.

Enviado por Flávia Schiochet, 30/08/16 12:01:41 PM

Setembro é um mês de festa, gente: o blog completa três anos (eba!), e além de cursos e feiras em Curitiba, tem também eventos vegetarianos em Rolândia e Irati. Sem mais delongas, vamos à lista:

PS: esta é uma lista em constante atualização! Se você sabe de um evento que envolva comida vegetariana, mande os detalhes para flavias@gazetadopovo.com.br

 

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

 

TODO DOMINGO TEM

Churrasco no Armazém VegAninha

Das 11h30 às 15h aos domingos o Armazém VegAninha (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) prepara churrasco vegano. Espetinhos de proteína de soja texturizada e peças de glúten em formato de bife e linguiças na brasa, que podem ser pedidos em combo que servem de três a quatro pessoas (R$ 45) com cinco peças à escolha, mais salada, maionese de tofu com batatas e farofa.

Espetinhos de proteína de soja serão servidos a R$ 5 no Armazém VegAninha. Foto: Divulgação

Espetinhos de proteína de soja serão servidos a R$ 5 no Armazém VegAninha. Foto: Divulgação

Também dá para pedir espetinho com maionese de tofu com batatas, farofa e salada (R$ 15, individual) ou apenas espetinho (R$ 5 a unidade). Quem quiser buscar para comer em casa deve levar sua própria embalagem, uma vez que o estabelecimento preza por não usar utensílios e embalagens descartáveis. O armazém também oferece potes retornáveis.

 

TODA SEGUNDA TEM

Almoço vegetariano no Coletivo Alimentar

Entrada servida no Coletivo Alimentar em agosto. Toda semana é um chef diferente. Foto: Munir Bucair Filho/Divulgação

Entrada servida no Coletivo Alimentar em agosto. Toda semana é um chef diferente. Foto: Munir Bucair Filho/Divulgação

Toda segunda-feira é dia de prato vegetariano no Coletivo Alimentar, local multi-função no Centro de Curitiba (Rua Comendador Macedo, 233, Centro). O cardápio é definido pelo chef da semana alguns dias antes e publicado na página do Facebook. O almoço tem preço fixo de R$ 25 por pessoa com entrada, prato principal e mate gelado.

 

Segunda sem carne no jantar do Bobardí

Lasanha de berinjela e queijo brie e tempurá de legumes (ao fundo), pratos que o Bobardí servem em setembro às segundas-feiras. Foto: Marcelo Krelling/Divulgação

Lasanha de berinjela e queijo brie e tempurá de legumes (ao fundo), pratos que o Bobardí servem em setembro às segundas-feiras. Foto: Marcelo Krelling/Divulgação

O restaurante Bobardí (Av. Munhoz da Rocha, 757, Cabral) aderiu ao Segunda sem Carne. Todo mês, a casa terá uma entrada e um prato principal servido por R$ 59 no jantar. Para as segundas-feiras de setembro será tempurá de legumes com maionese de gergelim e lasanha de berinjela com queijo brie (ovolactovegetariano).

 

TODA TERÇA TEM

Be Veg no Sr. Garibaldi

Salsichas de grão-de-bico, degustadas no dia 9 de agosto no Sr. Garibaldi. Foto: Reprodução/Facebook

Salsichas de grão-de-bico, degustadas no dia 9 de agosto no Sr. Garibaldi. Foto: Reprodução/Facebook

O Be Veg em parceria com o Sr. Garibaldi (Rua Itupava, 1.377, Hugo Lange) elabora toda terça-feira um sanduíche vegetariano com salsicha artesanal vegana. O sanduíche é servido das 18 às 22h30 por R$ 15 e o chope sai por R$ 5 (300 ml).

 

Jantar vegetariano no DeRose Method Malachini Dias

O chef Juarez Andersen prepara um prato especial sem carne nas noites de terça na unidade da escola DeRose do Alto da Glória (Rua Campos Sales, 791). No dia 6 de setembro será nasi goreng, um prato da Indonésia feito com arroz, vegetais, gengibre, caju e molho picante de tamarindo. No dia 13, o prato é pad thai, com macarrão de arroz, legumes, ovo batido e molho tailandês. No dia 20, curry de vegetais com leite de coco e manteiga de amendoim e arroz jasmim. No dia 27, rolinhos vietnamitas com cogumelos eryngui e salada som tum, feita com mamão verde, vegetais, molho agridoce de manga, gengibre, coentro e hortelã. Os pratos custam R$ 22 e é recomendável reserva antecipadamente: (41) 3252-4036.

 

TODA SEXTA TEM

Botecão Veg Veg

O empório, restaurante e cafeteria promove toda sexta-feira o Botecão Veg Veg das 18h às 22h na casa (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro) com cardápio especial para o horário. A entrada é gratuita e são servidos sanduíches como pão com bolinho (R$ 5,90) e porções: batata rústica frita com molho barbecue (R$ 10,90); cubos de queijo vegano na chapa (R$ 5); seis mini coxinhas (R$ 5); seitan à milanesa com maionese casiera (R$ 13,90). Para beber, cervejas, quentão, cafés, chocolate quente e milk shake. Acompanhe no evento do Facebook.

 

SEXTA, 2 de setembro

Festival de sopas no restaurante Flor de Anis

Salão do restaurante Flor de Anis. Foto: Fred Kendi/Gazeta do Povo

Salão do restaurante Flor de Anis. Foto: Fred Kendi/Gazeta do Povo

Será a última edição do festival de sopas do restaurante Flor de Anis (Rua João David Perneta, 433, Hugo Lange). Serão servidas sopa eslava, batata salsa com provolone, creme de palmito e as seguintes veganas: caldo verde, abóbora com cogumelo Paris, ervilha com presunto vegetal, legumes com arroz e sopa de agnolini. Sai R$ 32,90 por pessoa e podem ser reservados dois horários: das 19h às 20h30 ou das 20h30 às 22h. As reservas podem ser feitas por mensagem inbox na fan page do restaurante, pelo e-mail contato@flordeanisgastronomia.com.br ou pelo telefone (41) 3030-2523.

 

SÁBADO, 3 de setembro

3ª Feira de Confeitaria Vegana

Balcão da Artisan Confeitaria na primeira edição do evento, em maio. Foto: Reprodução/Facebook

Balcão da Artisan Confeitaria na primeira edição do evento, em maio. Foto: Reprodução/Facebook

A 3ª Feira de Confeitaria Vegana será no Natural Café (Av. Rep. Argentina, 2.140, Água Verde) em parceria com a Baby Cake Produtos Especiais e a Artisan Confeitaria das 9 às 17h. Terá macarons de aquafaba, pães artesanais, cookies sem glúten, bolos e brownies. Os preços variam de R$ 5 a R$ 20. Durante a feira o empório e cafeteria Natural Café funciona normalmente e tem cardápio de lanches veganos e carta de cafés.

 

DOMINGO, 4 de setembro

Oficina de alimentação vegana sem glúten em Rolândia

A oficina de alimentação vegana sem glúten das 14 às 18h na Pousada Marabu, em Rolândia, Paraná. O Prana Artes e Terapia ensina as receitas de pão de “queijo”, bolo de cacau feito com farinha de banana, bolo de mandioca, cookies de coco, leite de coco, chapati integral e patê de abacate. As inscrições são pelo telefone (41) 3247-8632, (41) 9656-0477 e (41) 9936-2948. A contribuição é livre.

 

Piquenique vegetariano em Irati

Piquenique vegetariano em Irati terá segunda edição no mesmo local. Foto: Reprodução/Facebook

Piquenique vegetariano em Irati terá segunda edição no mesmo local. Foto: Reprodução/Facebook

O município de Irati, na região centro-sul paranaense, terá mais uma edição de piquenique vegetariano. Será na Praça da Matriz às 15h30 e quem quiser, pode levar um prato sem carne para compartilhar. O evento do Facebook  pede que cada um leve seu talher, prato e copo para não gerar lixo e convida também os simpatizantes de vegetarianos a comparecer.

 

Culinária tailandesa com Joana Brandalise

O curso será das 10 às 15h no espaço Ganapataye (Rua Fredolin Wolf, 5.439, Pilarzinho). Serão ensinados preparos básicos como leite de coco, creme de coco, caldo thai e green curry para preparar um menu com entrada, prato principal e sobremesa, que são: sopa de coco, arroz com coco e vegetais ao green curry, bolo de coco e arroz de coco com manga. Para beber, chá thai. Custa R$ 230 por pessoa e ao final há degustação. Informações pelos telefones (41) 8804-4672 e (41) 9926-8687 e na página do evento no Facebook.

 

SÁBADO, 10 de setembro

Bazar Vegano

Bazar vegano de julho. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Bazar vegano de julho. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

O evento completa um ano em setembro e terá, além dos estabelecimentos com comidinhas, aulão de yoga e música. Será das 11 às 18h na Estação de Permacultura Vegana Tanguá (nos fundos do Armazém VegAninha: Rua Eugênio Flores, 468, Abranches). Os expositores que confirmaram presença são: Anis Vegan Bistrot, Barra Forte – Comidinhas Naturais, Bike Fruit, Fejón – Cozinha Vegana, For Life Gastronomia, Gato Vegan Curitiba, Hangry Grrrls, La Semilla, Zanquetta Alimentos Congelados, Amber Produtos Naturais, Cuidados de Pano – absorventes ecológicos, Prema, Biomimética, SVB Curitiba, Fridog Ração Vegetal e a artista visual Kuy. O cardápio e preços devem ser definidos em breve. Acompanhe pela página do evento do Facebook.

 

Curso de confeitaria com Chubby Vegan [ADIADO PARA NOVEMBRO; DATA EM ABERTO]

A Veg Veg (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro) traz a Curitiba pela primeira vez Nathalia Soares, a criadora do blog Chubby Vegan e uma das mais famosas confeiteiras veganas do país. Ela ministra um curso das 17h30 às 20h ensinando a função dos ingredientes nas receitas, técnicas como ganache e marshmallow e cinco receitas: cupcake de baunilha, zebra cake, bolo de cenoura com chocolate, bolo de melado e muffin de fubá com goiabada (sem glúten). O curso custa R$ 240 por pessoa. Há condições específicas de pagamento detalhadas na página do evento no Facebook.

 

Noite mexicana em Paranaguá

A noite mexicana começa às 20h no restaurante Manacá da Serra (Rua Mal. Deodoro, 280, Paranaguá) e no cardápio terá tacos, burritos, chilli e outros pratos típicos do país, todos na versão vegana. Sai por R$ 35 o buffet livre, com direito a um suco e uma sobremesa. É preciso fazer reserva até o dia 7 de setembro diretamente no restaurante, pelo telefone (41) 3424-2496 ou por mensagem privada na página do restaurante. Acompanhe o evento no Facebook.

 

SEXTA E SÁBADO, 16 e 17 de setembro

Nova feira vegana em Curitiba!

A Anis Vegan Bistrot realiza uma feira vegana em parceria com o estúdio de tatuagem Luna Negra para reunir produtores autônomos: a 1ª Feirinha Gastronômica Vegana. Há 20 vagas para produtores de alimentos, cosméticos e materiais artísticos. Será das 12 às 18h na Rua José Bonifácio, 35, Centro (próximo à Praça Tiradentes). A entrada é gratuita, mas o evento arrecadará doações de ração ou areia para gatos para as ONGs Gatos Mil e Crazy Cat Gang. Para participar como expositor do evento, enviar um e-mail para tentativafavorita@gmail.com. Acompanhe o evento no Facebook.

 

DE 16 A 18 DE SETEMBRO (de sexta a domingo)

Workshop de culinária ayurveda

O workshop será no espaço de terapias alternativas Toque de Saúde (Rua Ângelo Sampaio 350, Água Verde) na sexta, sábado e domingo. O instrutor e terapeuta Goura Hari será o responsável pelo workshop que começa na sexta das 17h30 às 21h30 com conteúdo teórico e segue no sábado e domingo com aulas práticas das 9h30 às 17h. Dentre as receitas ensinadas, masalas, leites vegetais, manteiga clarificada, lassi, chutney, refogados de vegetais e moqueca vegetariana. Como o workshop é holístico, haverá também elaboração de cardápios de acordo com o dosha de cada pessoa. O investimento é de R$ 380 por pessoa. Informações pelo e-mail contatos@toquedesaude.com.br e pelos telefones (41) 3016-8777 e (41) 8838-4656. Mais detalhes sobre a programação no evento do Facebook.

 

SÁBADO, 17 de setembro

Workshop de confeitaria vegana

Isabela Fausto ensinará receitas veganas sem açúcar refinado e técnicas de confeitaria. Ela mostra o preparo de trufa viva de amendoim, coco e cacau, brownie com castanha, cookies de gengibre com gotas de chocolate, bolacha de aveia recheada de mousse de chocolate, torta de sorvete vegano, cupcake de churros e manteiga de amendoim. De bônus, uma receita salgada: espetinho de cogumelos. Para beber, erva mate, café e chá. O workshop será no Knock Knock Hostel (Rua Desembargador Isaías Beviláqua, 262, Mercês) das 14h às 18h30 e está com preço promocional até 14 de setembro: R$ 80. Depois, passa para R$ 90. Haverá material com as receitas em pdf.

Inscrições pelo formulário on-line. Mais informações pelo e-mail
lorenalenara1@gmail.com ou pelo evento no Facebook.

 

DOMINGO, 18 de setembro

Festival de coxinha e rissole vegano

O food truck Batha Bhaya serve das 11 às 21h coxinha e rissole veganos a R$ 5 cada. Os opções são coxinha de jaca com cream cheese de tofu, coxinha de estrogonofe de berinjela e rissole de chilli (proteína de soja texturizada com cheddar de tofu) e rissole de palmito. O food truck fica atrás do Shopping Total, na Rua Doutor João Tobias Pinto Rebelo, entre as ruas Itatiaia e Itacolomi, no bairro Portão. Acompanhe o evento no Facebook.

 

TERÇA, 20 de setembro

Verdura sem Frescura no Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel

Bolo mesclado de cenoura e beterraba com cobertura de chocolate meio amargo. Foto: Rafael de Andrade/Divulgação

Bolo mesclado de cenoura e beterraba com cobertura de chocolate meio amargo. Foto: Rafael de Andrade/Divulgação

Vou cozinhar no Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel (Av. do Batel, 1.868, no mezanino do piso L4)! Para comemorar os três anos do blog Verdura sem Frescura, escolhi fazer um bolo de beterraba e cenoura, com massa mesclada e chocolate. São preparos sem ovos e sem leite, a aula é de graça e começa às 19h30. Vocês só tem que me ouvir falando por alguns minutos e depois a gente come. Que tal? Inscreva-se clicando aqui.

 

QUINTA, 22 de setembro

Aula-show no Estúdio Bom Gourmet

Pera com crosta ao forno. Foto: Gabi Mahamud/Divulgação

Pera com crosta ao forno. Foto: Gabi Mahamud/Divulgação

A aula especial “A Vida sem Lactose” do Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel terá o preparo de leites vegetais e receitas a partir de seus resíduos com o pessoal do blog e assessoria esportiva Atleta Veg. A culinarista Gabrielle Mahamud prepara três tipos de leites vegetais e as receitas de “ricota”, pera assada com crosta crocante e overnight oats, uma mistura de grãos, frutas e iogurte vegetal. Durante a aula a nutricionista Yasmim Amorim fala sobre a intolerância à lactose e alergia à proteína do leite e sugere cuidados e precauções para quem sofre delas. A aula é das 19h30 às 21h e custa R$ 36,90. Inscreva-se clicando aqui.

 

SEXTA, 23 de setembro

Aula-show no Estúdio Bom Gourmet

Risoto que será preparado pelos chefs Diogo Utrabo e Gabriela Coutinho no Estúdio Bom Gourmet. Foto: Divulgação

Risoto que será preparado pelos chefs Diogo Utrabo e Gabriela Coutinho no Estúdio Bom Gourmet. Foto: Divulgação

Diogo Utrabo e Gabriela Coutinho realizam uma série de aulas pagas no Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel com o tema “Ser Vegetariano”. Das 19h30 às 21h de sexta-feira eles ensinam o preparo de um falafel de sementes e de um risoto de cevadinha. As inscrições são limitadas, custam R$ 31,90 e devem ser feitas pelo site.

 

SÁBADO, 24 de setembro

IV Feira O Mundo Vegano

Feira O Mundo Vegano é bimestral e reúne dezenas de opções veganas na Sociedade Recreativa Água Verde. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Feira O Mundo Vegano é bimestral e reúne dezenas de opções veganas na Sociedade Recreativa Água Verde. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A feira bimestral de produtores artesanais O Mundo Vegano será das 10 às 18h na Sociedade Recreativa Água Verde (Av. República Argentina, 235, em frente ao tubo de ônibus Silva Jardim). As marcas participantes ainda estão sendo confirmadas. Estão confirmadas as participações das seguintes: Aliment’O Amor – Frugivorismo Essencial, Mate e Tal, Dona Nanica, Natural Science, Cuidado Vital, Amber Produtos Naturais. A entrada é gratuita e a organização aceita doação de ração e outros itens para cães e gatos e também de alimentos não perecíveis (1 kg). É melhor retirar dinheiro para pagar os produtores, pois nem todos aceitam cartão. Acompanhe pelo evento do Facebook.

 

TERÇA, 26 de setembro

UTFPR Veg

O evento será das 13h30 às 19h com programação variada: de palestras sobre nutrição, impactos ambientais a debates sobre veganismo na atualidade, e também a exibição do filme Cowspiracy. Os detalhes da programação ainda estão sendo fechados e em breve, mais detalhes entram no ar. Acompanhe pela página do evento no Facebook.

Enviado por Flávia Schiochet, 15/08/16 4:46:58 PM

Só deu ela no início de 2015: a tal da aquafaba pipocou em todos os feeds. A timeline do Facebook e do Instagram passaram semanas com receitas de como transformar água do cozimento de grão-de-bico (a tal da aquafaba) em suspiro vegano. O frisson passou, até porque não é um processo tão rápido, e nem todo forno caseiro é adequado para uma receita tão delicada. Falo por mim: apesar de ter me empolgado com a possibilidade, fiz merengue apenas três vezes – minha versão da receita encontra-se ao fim do post. E as poucas pessoas que continuam a trabalhar com o ingrediente têm feito coisas maravilhosas.

Macaron de pistache com ganache de chocolate da Artisan Confeitaria. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Macaron de pistache com ganache de chocolate da Artisan Confeitaria. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Em Curitiba, pude provar o macaron que a Maria Eugênia, da Artisan Confeitaria, uma marca que começou em Maringá com brownies veganos (prove o de maracujá!). A primeira vez que o macaron foi comercializado foi na primeira edição do Vegan Bake Sale, em maio deste ano, no Natural Café e desde então a Artisan aceita encomendas: o pedido mínimo é de 25 unidades de um mesmo sabor (R$ 150, consultar sabores disponíveis).

Para chegar ao resultado atual, Maria Eugênia fez testes por meses e confirma: trabalhar com aquafaba não é fácil. “É muito importante ter paciência. É um ingrediente empolgante e que abre um leque enorme de possibilidades, mas temos que ter em mente que todos ainda estão experimentando com ele para não nos frustrarmos quando algo dá errado, nem desistirmos de tentar de novo”, explicou.

 

Revolução francesa

Quem deu o start para os testes com aquafaba foi Joël Roessel, tenor francês e autor do blog Revolution Vegetale. A partir de uma investigação sobre espumas de leguminosas e de palmito (!), ele descobriu que era possível conseguir consistência similar ao da clara em neve. Mas para manter-se estável era preciso acrescentar amido e goma para que ficasse firme como a de ovos, pois de outra forma, não aguenta temperaturas elevadas.

A descoberta de Joël possibilitou muitas novidades no mercado vegano, como este macaron feito com aquafaba da Artisan Confeitaria. Fazem até o "pezinho". Foto: Maria Eugênia/Divulgação

A descoberta de Joël Roessel possibilitou muitas novidades no mercado vegano, como este macaron feito com aquafaba da Artisan Confeitaria. Fazem até o “pezinho”. Foto: Maria Eugênia/Divulgação

A descoberta rendeu uma série de posts no blog do autor em dezembro de 2014, começando por um em que ele conta um pouco de sua pesquisa: ao entrar em blogs de cozinha molecular para entender a técnica de fazer espuma, Joël escreveu: “a espuma, do ponto de vista técnico, são duas coisas: uma fase descontínua (em que as moléculas não se tocam) formando bolhas de gás, e uma fase contínua (em que as moléculas se tocam), formada por bastões de proteínas que se desdobram e se unem, formando as bolas”.

Quanto mais viscoso o líquido, mais estável será a espuma. O ingrediente também pode substituir a clara de ovo em outras receitas. Em grupos do Facebook, há preparos usando em massas de bolo, de crepe e para empanar. Outro teste foi com a mucilagem da linhaça (o gel que se forma quando deixamos linhaça de molho), que ele achou uma boa substituição para fazer massas em vez de suspiros e merengue.   

Aprendendo com os erros

  Minha primeira tentativa não deu muito certo: faltou cremor tártaro e os suspiros não aguentaram a temperatura do forno – viraram água açucarada depois de uma hora de calor. É perceptível a diferença de textura se você bater apenas a aquafaba sem o cremor tártaro: fica muito espumosa e leve, vai se liquefazer rapidamente.   

 

Observei dois erros principais: não usei açúcar de confeiteiro. Quanto mais fino o açúcar, mais fácil o merengue vai firmar e crescer. Bater demerara no liquidificador até ficar mais fino não funciona tão bem, nem o açúcar refinado faz milagre: o açúcar precisa ser bem fino mesmo para não pesar na espuma, por isso é melhor usar o de confeiteiro. Outro erro foi não usar um estabilizante. O cremor tártaro ou outro ingrediente ácido como suco de limão e vinagre vão ajudar a massa a manter a consistência no forno.

Para quem tem medo do possível sabor de grão-de-bico na receita, não tema: das leguminosas, ele é o que menos deixa sabor pronunciado e com o açúcar na receita, o possível gosto que remete ao salgado acaba sumindo.

Aquafaba também pode ser usada para fazer merengues e queimada com maçarico. Foto: Maria Eugênia/Divulgação

Aquafaba com açúcar e estabilizante fica com consistência sedosa e também pode ser usada para fazer merengues e queimada com maçarico. Foto: Maria Eugênia/Divulgação

Não recomendo bater mais que meia xícara de aquafaba na batedeira porque espirra pra fora do bowl e o volume do líquido triplica! Como não é o mesmo que a clara de ovo, esta receita demora mais para ficar pronta, então não se preocupe: aquele monte de água vai virar um suspiro depois de alguns minutos de batedeira e algumas horas de forno, sim!

Na segunda vez havíamos cozinhado o grão-de-bico sem as cascas e o líquido restante ficou bem espesso, quase um creme. Reduzi um pouco no fogo antes de colocar na batedeira. Resultado: encorpou rapidinho e ficou com consistência de chantilly. Na terceira vez, acertamos. Dei até para o meu irmão provar e ele achou que ficou bem parecido com suspiro feito de ovos. Como ele não é muito fã de comidas veganizadas, considerei um sucesso e por isto achei válido dividir com vocês a receita, mesmo tanto tempo depois:

 

RECEITA

Suspiros veganos

Adaptado do blog Eu Posso Isso

½ xícara de aquafaba – quanto mais viscosa melhor*
¼ de colher de chá de cremor tártaro
¾ de xícara + 2 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
10 gotas de extrato de baunilha ou outro saborizante de sua preferência

Peneire o líquido do cozimento de grão-de-bico no bowl da batedeira e acrescente o cremor tártaro. Bata com o batedor de arame na velocidade máxima. Pode ser que espirre um pouco para fora, porque antes de engrossar é normal o líquido “dançar” no bowl. Deixe bater até o volume quase triplicar. Teste o ponto com uma colher: se o creme não escorrer nem cair ao ser colocado de ponta-cabeça, está no ponto correto.

Continue batendo e adicione aos poucos o açúcar. É preciso bater por mais dois ou três minutos até sua aparência ficar “sedosa”, própria do merengue. O creme forma picos e é nesta hora que se coloca o saborizante. Bata até misturar bem e use o bico de confeiteiro ou duas colheres para modelar os suspirinhos. Asse por duas horas e meia ou até ficarem firmes em forno pré-aquecido a 100 graus C – eu deixo meu forno no mínimo e “travo” a porta com uma colher de pau para que o ar quente saia e diminua a temperatura o máximo possível. O tempo depende muito do forno: há fornos que resolvem em uma hora. Não é o caso do meu. Para assar, preferimos colocá-los em formas de silicone porque mesmo no papel manteiga eles não soltavam.

 


Depois de assados, deixe esfriar na forma ou você vai passar alguns minutos desgrudando de um dedo para o outro. Guarde em geladeira em um pote bem fechado para que não derretam com a temperatura ou com a umidade.

*Para a água do cozimento ficar mais viscosa, deixe o conteúdo esfriar na panela depois do cozimento. Se for o caso, guarde na geladeira com os grãos-de-bico junto e separe só na hora de usar. Cuide para não estragar: de três a cinco dias na geladeira é o tempo médio. Já tivemos vezes em que a água guardada em um recipiente bem fechado durou sete dias sem alterar cheiro nem aparência, mas não recomendo. 

 

 

Nos meus testes, os suspiros mesmo sequinhos e crocantes “derretiam” facilmente ao toque. Para nós, o melhor resultado de textura foi ao desidratá-los em formas de silicone por oito horas, mas como desidratador não é um eletrodoméstico muito usual no Brasil, sugiro o forno entreaberto e um olho vigilante.

Enviado por Flávia Schiochet, 08/08/16 9:45:53 AM

Tem dias que não dá tempo de cozinhar o almoço e, entre sair do trabalho para ir a um buffet e pedir uma marmita, a minha tendência é a segunda opção. E por sorte temos boas opções em Curitiba, tanto para quem come muito (meu caso), como para quem come que nem passarinho. Abaixo estão sete lugares – cinco entregam marmita e dois embalam para levar:

Marmita Vegetariana

O nome é este mesmo: Marmita Vegetariana. A primeira vez que soube do serviço foi por um cartaz no prédio histórico da UFPR. Demorei até pedir pela primeira vez, porque sempre esquecia de me programar. E, olha, é muito bem servida.

Feijoada do Marmita Vegetariana. O feijão está debaixo do arroz, para não vazar. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Feijoada do Marmita Vegetariana. O feijão está debaixo do arroz, para não vazar. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Logo na primeira experiência, era dia de feijoada e duas pessoas do trabalho me perguntaram de onde vinha aquela marmita bonita. Na outra semana, bolinhos de proteína de soja com arroz, feijão e torta de espinafre e também espetinho de proteína de soja com panqueca. O povo aqui não se aguentou e na mesma semana três ou quatro que pediram o almoço lá. O preço também é convidativo: R$ 13 e sempre vem uma salada.

Marmita Vegetariana, cuja cozinha funciona no Curitiba Backpackers Hostel, varia alguns pratos da semana. Em um dos dias que pedi, veio bolinho de proteína de soja com aipim frito, arroz e feijão, além de uma saladinha e uma torta salgada de legumes. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Marmita Vegetariana, cuja cozinha funciona no Curitiba Backpackers Hostel, varia alguns pratos da semana. Em um dos dias que pedi, veio bolinho de proteína de soja com aipim frito, arroz e feijão, além de uma saladinha e uma torta salgada de legumes. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

O restaurante fica dentro do hostel Curitiba Backpackers, no bairro Vista Alegre, e serve o prato feito para quem for almoçar lá. As entregas de marmita são de segunda a sexta das 12h às 14h. É bom pedir com antecedência e ficar de olho no cardápio na fan page. Pedidos podem ser feitos por inbox ou pelo telefone (41) 3047-1851. A taxa de entrega é R$ 2 ou R$ 3 (São Francisco, Bom Retiro, Centro, Centro Cívico, Batel, Bigorrilho, Mercês), dependendo do bairro, mas se pedir mais que uma marmita por endereço, não é cobrada a taxa.

Endereço: Rua Nilo Peçanha, 243, Vista Alegre.

***

Fejón – Cozinha Vegana

A Fejón só trabalha com encomendas e entrega de marmitas, não tendo um ponto fixo. Mas é fácil encontrá-los em algumas feiras da cidade. Na edição de julho da feira Mundo Vegano eu provei um burguer de feijão branco com quinoa e maionese de abacate que estava delicioso.

Burguer de feijão branco com quinoa e maionese de abacate da Fejón Cozinha Vegana. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Burguer de feijão branco com quinoa e maionese de abacate da Fejón Cozinha Vegana. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A marmita com a entrega sai por R$ 14 e vem com saladinha. Toda semana o cardápio muda. Das vezes que pedi, um dia comi yakisoba, na outra vez veio um arroz colorido com coxinhas de palmito e abobrinha. Infelizmente não provei esta moqueca de banana-da-terra com acarajé, mas que dá vontade, dá.

Moqueca de banana-da-terra com acarajé feita pela Fejón Cozinha Vegana. Foto: Reprodução/Facebook

Moqueca de banana-da-terra com acarajé feita pela Fejón Cozinha Vegana. Foto: Reprodução/Facebook

É preciso encomendar cedo. A parte boa é que, se você gosta de almoçar cedo, ela chega até antes das 12h. Pagamento em dinheiro ou cartão Visa, Ticket Restaurante e Sodexo. Para quem come pouco a moderadamente em uma refeição.

***

Buffet Comendador

O restaurante Buffet Comendador é onívoro, mas contratou uma nutricionista para ter diariamente opções vegetarianas, fit, sem glúten e sem lactose. O cardápio vegetariano é fixo e o preço muda de acordo com o prato do dia. A taxa de entrega varia entre R$ 5 e R$ 7 para os bairros Água Verde; Ahú; Alto da Glória; Alto da Rua XV; Batel; Bigorrilho; Cabral; Campina do Siqueira; Centro; Centro Cívico; Cristo Rei; Jardim Botânico; Juvevê; Mercês; Mossunguê; Rebouças; Vila Izabel e Vista Alegre. Pedidos pelo telefone (41) 3222-2040. O cardápio está abaixo e, pela foto de quinta-feira você pode imaginar o quanto a marmita é bem servida.

Marmita do Buffet Comendador, no Batel, vem em uma caixa de papelão. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Marmita do Buffet Comendador, no Batel, vem em uma caixa de papelão. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Segunda: arroz integral com gergelim, feijão preto, grão de trigo integral, vagem, escarola, rúcula, cenoura e beterraba (R$ 26)

Terça: arroz com lentilhas, feijão carioca, berinjela, grão-de-bico com tahine, alface, agrião, brócolis e cenoura (R$ 28)

Quarta: arroz integral com amêndoas, feijão preto, batata doce assada, brócolis, alface, rúcula, cenoura e tomate (R$ 26)

Quinta: arroz integral com semente de girassol, feijão carioca, tofu temperado, couve-flor, escarola, alface, cenoura e beterraba (R$ 26)

A marmita do Buffet Comendador vem com salada, bastante arroz, e outra proteína além da porção de feijão. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

A marmita do Buffet Comendador vem com salada, bastante arroz, e outra proteína além da porção de feijão. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Sexta: arroz integral com gergelim, feijão preto, batata assada com alecrim, cenoura, agrião, alface e brócolis (R$ 26)

Endereço: Rua Comendador Araújo, 194, Batel

***

Veg Veg

Os pratos servidos no almoço executivo do restaurante, empório e lanchonete também são entregues como marmita! O almoço é servido das 11h30 às 14h30 no local (sai por R$ 14,90), mesmo horário em que as marmitas são entregues. Além do prato do dia, vai junto uma entrada, que pode ser uma salada ou um creme. O cardápio é fixo e a porção é para quem come de moderadamente a bastante por refeição:

Segunda: Feijão fradinho, arroz Integral, abóbora cabotiá acebolada e batata rústica

Uma foto publicada por Veg Veg (@vegvegacasa) em

Terça: Estrogonofe de proteína de soja e legumes com arroz integral e batata palha Quarta: Arroz integral, farofa de amendoim, legumes assados e lentilha ao curry Quinta: Risoto de funghi

Uma foto publicada por Veg Veg (@vegvegacasa) em

Sexta: Feijoada com arroz, laranja, couve refogada e farofa

A marmita, com entrega, sai por R$ 17,90 (aceita cartão). Os bairros atendidos são Centro, Rebouças, Jardim Botânico, Cristo Rei, Alto da XV, Alto da Glória, Juvevê, Centro Cívico, São Francisco, Mercês, Bigorrilho, Batel e Cabral. É preciso fazer o pedido até as 10h30 do dia pelos telefones (41) 3085-5405, (41) 9700-0066 e (41) 9999-8114.

Endereço: Rua Visconde de Nácar, 512, Centro.

***

Natural da Ordem

Entrega apenas na região central próxima ao Largo da Ordem. Se você não pode sair do escritório, esqueceu de encomendar mais cedo e quer pedir marmita às 13h, o Natural da Ordem atende. Se não venderem tudo antes, claro. São duas opções: o simples, com salada e prato quente (R$ 14) e completo, com uma porção um pouco maior e com sopa de entrada, prato quente e salada (R$ 16). Para almoçar no local, os pratos saem, respectivamente, R$ 13 e R$ 15. Os pedidos podem ser feitos pelo telefone (41) 3027-3454.

Endereço: Trajano Reis, 54, Centro

***

Para retirar no balcão: Semente de Girassol (Rua Treze de Maio, 512, Centro – (41) 3203-5955) e Tulsi Cozinha Ayurvédica (Rua Deputado Emílio Carlos, 86, Ahú – (41) 3151-0465).

Páginas12345... 16»
Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Buscar no blog
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais