Blogs

Fechar
PUBLICIDADE

Verdura sem frescura

Enviado por Flávia Schiochet, 31/05/16 4:43:47 PM

Como todo mês, a agenda está sujeita a mudanças na programação e inclusão de novos eventos. Envie suas sugestões para flavias@gazetadopovo.com.br e curta a página do Verdura sem Frescura no Facebook.

 

SEXTA, 3 de junho

Ecozinha no Ambiental Office

Moqueca de pupunha feita pelo casal Fátima Mazarão e Luciano Vaini, da Ecozinha. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Moqueca de pupunha feita pelo casal Fátima Mazarão e Luciano Vaini, da Ecozinha. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

O almoço é moqueca de “frutos da terra”, com pupunha e pinhão. Acompanha arroz integral, salada de folhas com mexerica e de sobremesa doce de abóbora com coco. Como de praxe, a Ecozinha abre os custos do almoço para que os participantes decidam com quanto podem contribuir. São apenas 15 vagas e o valor sugerido é R$ 30 por pessoa. Reservas pelo evento do Facebook.

 

SÁBADO, 4 de junho

Disco Xepa no MON

Disco Xepa é uma forma de mostrar que muitos alimentos que seriam descartados viram refeições deliciosas nas mãos dos chefs e alunos de gastronomia. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Disco Xepa é uma forma de mostrar que muitos alimentos que seriam descartados viram refeições deliciosas nas mãos dos chefs e alunos de gastronomia. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

A rede Jovem Slow Food realiza mais uma edição do Disco Xepa no sábado, 4, das 10h às 14h, no Museu Oscar Niemeyer. O evento é gratuito e terá música ao vivo, degustação de pratos, bate-papo e workshops, como o que ensina a fazer uma horta urbana. O objetivo conscientizar jovens sobre o desperdício da comida de forma descontraída e os convívios do Slow Food realizarão edições simultâneas em várias cidades brasileiras.

 

Feijoada no Lab Caffè

Todo primeiro sábado do mês o bistrô Lab Caffè tem buffet livre de feijoada vegana (R$ 35 por pessoa) preparado pelo chef Carlos Souza. Arroz, farofa, couve e laranja fazem parte do buffet e o valor inclui o suco do dia (também à vontade). Para acompanhar, samba e chorinho durante o almoço. O bistrô fica na Rua Doutor Goulin, 1.055, Alto da Glória.

 

Piquenique em Irati

O município de Irati, na região centro-sul paranaense, terá seu primeiro piquenique vegetariano. Será na Praça da Matriz às 15h30. O evento do Facebook pede que cada um leve seu talher, prato e copo para não gerar lixo e convida também os simpatizantes de vegetarianos a comparecer. Os participantes levam um alimento para compartilhar e podem aproveitar o encontro para doar cobertores e agasalhos, pegar uma muda de kefir (probiótico), participar de um bate-papo sobre a escolha e experiência de ser vegetariano. Terá também yoga, meditação e slackline para quem quiser praticar.

 

 

TERÇA, 7 de junho

Jantar vegetariano no +55

O clube +55 (R. Vicente Machado, 866, Batel) recebe um chef a cada terça-feira para preparar um jantar na Gastro Night. Na terça, 7 de junho, o menu desenvolvido pelo chef Diogo Utrabo é ovolactovegetariano e terá duas opções de sequência a R$ 55 por pessoa às 19h30. A primeira opção tem couscous marroquino, nhoque de batata doce com aspargos, tomate-cereja, nozes e gorgonzola. De sobremesa, um doce com maçã, castanhas e ganache de chocolate. A segunda opção começa com sticks de caprese, polenta trufada com cogumelos frescos e, de sobremesa, trilogia de chocolate (mousse de chocolate com manjericão, verrine de chocolate meio amargo com granola e brigadeiro branco com gengibre).

São 155 vagas e o jantar será servido mediante reserva, que podem ser feitas até as 12h de terça (7) por telefone ou WhatsApp nos números (41) 3322-0900 e (41) 9247-3322. O cardápio normal do +55 não será servido esta noite, mas o Japonero, sushi bar dentro do clube, estará aberto e tem opções veganas. A entrada é gratuita e a casa abre às 18h.

 

SEXTA, 10 de junho

Cinecozinha especial dia dos namorados

A Ecozinha prepara um jantar com cardápio vegetariano e a exibição do filme “Brilho eterno de uma mente sem lembranças” (2004, Michel Gondry) na Casa#B na noite de sexta e de sábado. Entrada, prato principal e sobremesa são inspirados no filme e o menu ainda não foi divulgado. O jantar começa a ser servido às 20h30, mas a casa abre às 19h30. O valor sugerido para contribuição é de R$ 45, que cobriria os custos de compra, mão-de-obra e taxa (pagamento apenas em dinheiro). A rolha é livre. As reservas para as duas noites já esgotaram.

 

Último dia para encomendas das Hangry Grrrls

Bombons recheados feitos pela Hangry Grrrls. Foto: Divulgação

Bombons recheados feitos pela Hangry Grrrls. Foto: Divulgação

As garotas fazem caixas com seis ou oito bombons em diversos formatos (de R$ 15 a R$ 24) recheados de ganache de chocolate meio amargo com cereja, ganache de caramelo e flor de sal, ganache de chocolate meio-amargo com pasta de amendoim ou trufado com pimenta. Os bombons são cobertos de chocolate meio-amargo e as encomendas podem ser feitas por mensagem para a página no Facebook ou pelo WhatsApp (41) 9227-4107.

 

Botecão Veg Veg

Coxinhas da Doces e Cores. Todos os salgados serão vendidos em porções de seis ou 12 unidades. Foto: Ísis Freitag/Divulgação

Coxinhas da Doces e Cores. Foto: Ísis Freitag/Divulgação

O empório e restaurante vegetariano terá minicoxinhas de vários sabores da Doces e Cores, palito de queijo na chapa, porção de glúten à milanesa com maionese de manjericão, pão com bolinho de feijão e porção de batata rústica com lemon pepper para o happy hour de sexta. Todos os pratos são veganos e os preços variam de R$ 3 a R$ 15,90. O evento vai das 18h às 22h na Rua Visconde de Nácar, 655, Centro. Saiba mais no evento do Facebook.

 

SÁBADO, 11 de junho

Workshop Fru-fruta no Bem Integral Alimentos Naturais

Mousse de frutas vermelhas que será ensinada no workshop do blog Fru-fruta na loja Bem Integral. Foto: Pati Bianco/Divulgação

Mousse de frutas vermelhas que será ensinada no workshop do blog Fru-fruta na loja Bem Integral. Foto: Pati Bianco/Divulgação

O empório Bem Integral, no bairro Cabral, a autora Pati Bianco, do blog Fru-fruta, e a nutricionista Yasmim Amorim organizam um workshop das 16h30 às 18h30. O tema é substituição de ingredientes para quem tem intolerância ou alergia alimentar. Serão feitos suco verde, ricota de macadâmica, creme de frutas vermelhas e barrinha de banana. Custa R$ 65 por pessoa. Inscrições pelo e-mail bemintegral@gmail.com ou diretamente na loja (Rua dos Funcionários, 961, Cabral, entrada ao lado da loja Xiquita).

 

Bazar Vegano

Será das 11h às 18h no salão de eventos da Estação de Permacultura Vegana Tanguá (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches).

Hulopti é um prato eslavo que leva trigo mourisco e arroz. Esta é uma das opções da Slaviet para o Bazar Vegano. Foto: Reprodução/Facebook.

Hulopti é um prato eslavo que leva trigo mourisco e arroz. Esta é uma das opções da Slaviet para o Bazar Vegano. Foto: Reprodução/Facebook.

Nesta edição terá uma nova marca entrando no mercado, a Slaviet, com opções eslavas como perohe (recheio de batata e ervas finas com requeisoy, cebola e azeite), borscht (sopa de beterraba com creme azedo de tofu e linguiça vegetal) e hulopti (trigo mourisco e arroz enrolados na couve e cozidos na pressão). Confira como foi a última edição clicando aqui.

Borscht da Slaviet é um dos pratos do Bazar Vegano. Foto: Reprodução/Facebook.

Borscht da Slaviet é um dos pratos do Bazar Vegano. Foto: Reprodução/Facebook.

Veja a lista de expositores confirmados:

Slaviet

Caldo de Cana da Cleo

A Ponte Orgânicos

Vegan Flavor

Babycake Produtos Especiais (sem glúten)

ChocoVeg – Sem Lactose

Fejón – Cozinha Vegana

A Ponte Orgânicos

Palmito Divino Sabor e ASPRAN

Sal de Ervas

vegAninha

Artisan Confeitaria

Prema

Cervejaria Xamã

Biomimética

Injasmin

Thru Therapy Massoterapia

Caveira Doce

Familia do Tigre – Curitiba

Artista desta edição: Guilherme Itztlacoliuhqui

Acompanhe o evento no Facebook.

 

4.ª Feijoarca Vegana

O co-working e espaço colaborativo Arca – Aliança Criativa (Rua Flávio Dallegrave, 2.661, Hugo Lange) promove a quarta edição da feijoada vegana. Quem prepara é a chef Kika Villani. O prato é individual e vem com arroz, laranja, farofa e couve (R$ 18). Também terá caldo verde feito por Ângela Bochnia, pinhão, sucos naturais, chás e cerveja artesanal Dona Hermínia. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou cartão.

Arca Criativa. Foto: Reprodução/Facebook.

Arca Criativa. Foto: Reprodução/Facebook.

O evento vai das 11h às 19h, com outras atividades durante a tarde, como feira com produtores do Paraná, São Paulo e Santa Catarina, feira orgânica, produtos para animais de estimação, música ao vivo e bazar.

 

Jantar de dia dos namorados no Veg e Lev

O restaurante Veg e Lev (Al. Prudente de Morais, 1.218, Centro) abre dois horários para reserva: das 19h30 às 21h30 e das 22h à meia-noite. O jantar terá opção vegana com sequência de cinco pratos, por R$ 90 por pessoa.

Lasanha sem massa com abobrinhas e berinjelas grelhadas recheada com creme de tofu e bolonhesa de lentilhas do restaurante Veg e Lev. Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

Lasanha sem massa com abobrinhas e berinjelas grelhadas recheada com creme de tofu e bolonhesa de lentilhas do restaurante Veg e Lev. Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

O jantar começa com welcome shots, uma salada de folhas de beterraba, alface americano, tofu selado com crosta de gergelim e molho de romã seguida de um creme de aspargos com béchamel de macadâmia.

Ravioloni do restaurante Veg e Lev. Foto: Divulgação

Ravioloni do restaurante Veg e Lev. Foto: Divulgação

Os pratos principais são ravioloni recheados de ricota de castanha de caju com béchamel da mesma castanha, e lasanha sem massa de abobrinha e berinjela grelhadas recheada de creme de tofu e bolonhesa de lentilha. De sobremesa, mousse vegana de chocolate com pimenta-rosa e pimenta dedo-de-moça. Reservas por telefone (41) 3121-1218.

 

Jantar de dia dos namorados no Lab Caffè

O bistrô vegetariano terá um jantar com entrada, prato principal, sobremesa e taça de espumante por R$ 120 o casal. No cardápio, caldo de abóbora com curry e leite de coco como entrada e chole masala, feito com grão-de-bico e especiarias servido com pão naan e arroz aromático. O restaurante atende nove casais e ainda há vagas para cinco mesas. Reservas pelo telefone (41) 9967-9368. O bistrô fica na Rua Doutor Goulin, 1.055, Alto da Glória. Acompanhe o evento no Facebook.

 

Jantar de dia dos namorados no Canto do Monge

O restaurante é onívoro, mas terá uma opção ovo-lacto-vegetariana de jantar. A entrada é cestinha de funghi com purê de abóbora com parmesão, seguida de massa recheada com muçarela de búfala, damasco e tomate seco ao molho branco e gratinado. De sobremesa, são duas opções: mousse de chocolate branco com morangos flambados ou folhado de maçã com chocolate branco, canela e mel. O jantar começa às 20h e é preciso fazer reserva pelo e-mail diadosnamorados@cantodomonge.com.br. Informações pelo telefone (41) 3319-1393. O Canto do Monge fica na Rua Professor Alvaro Jorge, 62, em frente ao Festval do Água Verde.

 

 

DOMINGO, 12 de junho

1 ano de feira A L E C R I M no Wake Up Colab

A feira de pequenos produtores artesanais de Curitiba A L E C R I M completou um ano em maio e a edição comemorativa foi adiada para 12 de junho porque na data inicial choveu demais em Curitiba.

Yum Yum leva cookies veganos para a feira A L E C R I M. Foto: Reprodução/Facebook.

Yum Yum leva cookies veganos para a feira A L E C R I M. Foto: Reprodução/Facebook.

Focada em produtos vegetarianos e veganos, não necessariamente só de comida, a feira reúne dezenas de marcas e pessoas com seus produtos de limpeza, itens de higiene e beleza, pães, bolos, mel, cogumelos, verduras frescas, sementes, mudas de planta, geleias e patês, biscoitos, molhos, compotas, bebidas alcoolicas artesanais, entre outros. Será das 10h às 19h na Wake Up Colab (Rua Portugal, 54). Alguns feirantes aceitam cartão, mas é bom levar dinheiro trocado. Acompanhe o evento no Facebook.

 

Jantar de dia dos namorados da Bouffe Vég

Terá música ao vivo durante o jantar com menu completo (veja evento no Facebook). O jantar sai R$ 45 por pessoa (primeiro lote até 1º de junho. O segundo lote é do dia 2 a 7 de junho e sai por R$ 65. Até dia 11 de junho é vendido o terceiro lote, que custa R$ 85. Os ingressos são vendidos no local e o jantar será das 19h às 22h.

Pavê da Bouffe Vég. Foto: Reprodução/Facebook.

Pavê da Bouffe Vég. Foto: Reprodução/Facebook.

Serão servidos pães e torradas com babaganoush, nhoque de batata ao molho de tomate, arroz e salada e pavê de sobremesa. A Bouffe Vég fica na Livraria Cerejeira (Rua Duque de Caxias, 119, Centro). Informações pelo e-mail bouffeveg@outlook.com e telefone (41) 3053-3245.

 

Jantar de dia dos namorados do Greengo

Fachada do restaurante Greengo. Foto: Reprodução/Facebook

Fachada do restaurante Greengo. Foto: Reprodução/Facebook

O novo restaurante do Batel prepara um jantar à luz de velas. O cardápio terá três pratos, sobremesa e welcome drink a partir das 19h. No cardápio, trio de homus para abrir a refeição, seguido de cozido de feijão branco com cogumelos, risoto de abóbora cabotiá com trouxinha de linguiça de semente de girassol e, por fim, mousse de alfarroba com biscoito de coco. Acompanhe o evento no Facebook. O Greengo fica na Praça da Espanha (Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1.282).

 

SEGUNDA, 13 de junho

Aula-show gratuita do Mahatma Gourmet no Estúdio Bom Gourmet

O Estúdio Bom Gourmet recebe o chef Samuel Sartori do restaurante Mahatma Gourmet para o preparo de um quibe de quinoa com abóbora. A aula é gratuita e será das 19h30 às 20h30 no Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel (no mezanino da praça de gastronomia do shopping). As vagas são limitadas e as inscrições são pelo site.

 

SÁBADO, 18 de junho

2ª festa junina vegana

A festa será no mesmo local em que ocorre o Bazar Vegano (Estação de Permacultura Tanguá: Rua Eugênio Flor, 468, Abranches) das 16h às 21h. A segunda edição terá espetinho, cachorro-quente, coxinha, chocolate-quente, quibe, bolos e opções sem glúten também (de R$ 4 a R$ 15). Além da comilança terá fogueira, música e dança típica, casamento caipira e a presença de ONGs. Pagamento apenas em dinheiro.

 

Feijoada beneficente na Casa Curitiba Honesta

O blog Curitiba Honesta lançou uma cozinha (Rua André Zanetti, 199, Vista Alegre) e no sábado prepara uma feijoada vegana (R$ 35 por pessoa) com batidinhas de coco e maracujá e banana flambada na cachaça de Morretes. Do valor, R$ 5 vão para ONGs que abrigam animais de rua. O almoço será servido das 12h às 15h e para acompanhar a feijoada terá couve refogada, farofa de legumes, arroz branco e integral, vinagrete e salada de folhas. As bebidas são cobradas à parte (cerveja, refrigerante, água e caipirinha, pagamento em cartões de débito ou dinheiro). É preciso comprar ingressos pelo site.

 

DOMINGO, 19 de junho

Bicicletada com feira vegana

Será a partir das 8h30 no Museu Metropolitano da Arte – MUMA (Av. República Argentina, 3.432, Portão). O evento terá palestras sobre mudanças climáticas e fracking, oficina sobre energia solar, seminário, feira de trocas, doação de animais, sessão de cinema, exposições, entre outros, além de uma feira vegana com diversos produtos para consumo no local. Saiba mais no evento do Facebook.

 

 

SÁBADO, 25 de junho

Prana Artes e Terapia: curso de alimentação vegana sem glúten

Será das 8h30 às 12h30 no Espaço Prana Artes e Terapias. O curso será prático com a preparação de um burger vegetariano, quiche de grão-de-bico, escondidinho de brócolis e raízes, dahl de lentilha com abóbora cabotiá, salada de plantas alimentícias não convencionais, queijo de semente de girassol, chai, trufas crudívoras. Custa R$ 100 por pessoa com inscrições até quinta, 9 de junho e R$ 150 a partir do dia 10 de junho. Inscrições pelos telefones (41) 3247-8632, (41) 9936-2948, (41) 9656-0477 ou pelo e-mail pranaartes@gmail.com. Acompanhe pelo evento no Facebook.

 

São João Vegano

A feira traz comida típica das festas de junho com produtores artesanais de Curitiba e será na Sociedade Recreativa Internacional Água Verde (Av. República Argentina, 235, em frente ao tubo Silva Jardim) das 10h às 18h. De quitutes como bolos, arroz doce, canjica, pão de pinhão, maçã do amor, cachorro-quente, pipoca, chocolate quente, quentão sem álcool (de R$ 3 a R$ 5) até produtos de higiene e limpeza. O pagamento dos produtos é em dinheiro. Veja algumas opções que estarão à venda:

Tapiocas do Greengo Vegetariano. Foto: Divulgação

Tapiocas do Greengo Vegetariano. Foto: Divulgação

Greengo Vegetariano – tapioca com milho, tomate e queijo vegan, tapioca de maçã com açúcar de coco e canela (R$ 8 cada) e arancini em formato de coxinha (R$ 5, duas unidades)

Bolo de café com bolo – bolo de milho com goiabada (R$ 5 a fatia)

Kits Gourmet Veg – cachorro-quente nordestino no pão francês com carne de soja, batata palha e molho (R$ 6)

Churros da Vegan Flavor estarão à venda na feira São João Vegano. Foto: Divulgação

Churros da Vegan Flavor estarão à venda na feira São João Vegano. Foto: Divulgação

Vegan Flavor – churros com doce de leite vegano (R$ 4,50)

BabyCake Produtos Especiais (sem glúten) – cookies de pé-de-moleque (R$ 10 o pacote), brownie de chocolate belga (a partir de R$ 8).

A entrada na feira é gratuita e a organização aceita doações de ração para cães da ONG Tomba-Latas ou um quilo de macarrão sem ovos, feijão, cobertores e roupas para moradores de rua para o grupo Voluntários da Sopa Veg. Junto ao evento terá feira de adoção de cachorros e bate-papo com as ONGs Sociedade Vegetariana Brasileira, Onca – Defesa Animal e Sea Shepherd Brasil. Mais informações no site e no evento do Facebook.

 

Almoço e aula com Divegana

Sista Katia vem a Curitiba aquecer nossos corpinhos com comida baiana. A Divegana estará na Casa Veg Veg no sábado para preparar um almoço (R$ 30 antecipado ou R$ 35 na hora) a partir das 12h. Será entrada, prato principal e sobremesa; mini acarajé, bobó de brócolis e cogumelo, farofa de xerém de amendoim e arroz com coco e bolo de aipim. Depois do almoço será feito um bate-papo sobre veganismo, é só ficar por lá.

Moqueca de frutos do amar, com carambola e mamão verde, que Sista Katia preparou em 2014 quando veio a Curitiba. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Moqueca de frutos do amar, com carambola, banana e mamão verde, que Sista Katia preparou em 2014 quando veio a Curitiba. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

A partir das 17h30, Sista ensina o preparo de vários pratos baianos adaptados (R$ 60 por pessoa). Para se inscrever, basta passar na Veg Veg (Rua Visconde de Nácar, 655, Centro – (41) 3085-5405) ou entrar em contato pelo e-mail contatovegveg@gmail.com). Quem quiser participar tanto do almoço quanto do curso pode comprar o combo antecipadamente por R$ 75. Veja mais detalhes no evento do Facebook.

 

Jantar asiático no DeRose do Centro Cívico

O chef Juarez Andersen prepara um menu com sabores do sudeste da Ásia. A sequência é rolinho vietnamita com chutney de tomates verdes; curry amarelo de shiitake, berinjela, tomate e espinafre no leite de coco com amendoim; arroz tailandês; arroz doce cremoso com especiarias, frutas secas e manga com farofa crocante de coco queimado; suco de melão com gengibre e hortelã e chá de hibisco.

Sobremesa que será servida no jantar do chef Juarez Andersen. Foto: Divulgação

Sobremesa que será servida no jantar do chef Juarez Andersen. Foto: Divulgação

Para inscrições até a véspera, 24 de junho, o jantar sai R$ 49 por pessoa. No dia, R$ 59. O jantar começa às 19h30 no DeRose do Centro Cívico (Rua Augusto Severo, 1.157, esquina com a Rua Marechal Hermes) e são cerca de 30 vagas. Acompanhe o evento no Facebook.

 

DOMINGO, 26 de junho

Churrasco no Armazém VegAninha

Espetinhos de proteína de soja serão servidos a R$ 5 no Armazém VegAninha. Foto: Divulgação

Espetinhos de proteína de soja serão servidos a R$ 5 no Armazém VegAninha. Foto: Divulgação

Das 11h30 às 15h o Armazém VegAninha prepara aos domingos churrasco vegano. Espetinhos de proteína de soja texturizada e peças de glúten em formato de bife e linguiças na brasa, que podem ser pedidos em combo que servem de três a quatro pessoas (R$ 45) com cinco peças à escolha, mais salada, maionese de tofu com batatas e farofa. Também dá para pedir espetinho com maionese de tofu com batatas, farofa e salada (R$ 15, individual) ou apenas espetinho (R$ 5 a unidade). Quem quiser buscar para comer em casa deve levar sua própria embalagem, uma vez que o estabelecimento preza por não usar utensílios e embalagens descartáveis. O armazém também oferece potes retornáveis.

 

Último dia do Festival da Pizza Bom Gourmet

Começou no dia 3 de junho o primeiro festival da pizza promovido pelo Bom Gourmet. São 35 restaurantes participantes que elaboraram combinações especiais para o festival. As pizzas têm um preço fixo de R$ 39,90 e no cardápio há oito sabores sem carne. As opções são ovolactovegetarianas. Confira no site as pizzas sem carne do festival.

 

QUINTA, 30 de junho

Última quinta vegana no Jardinete

Sai o pão d'água e entrao pão sírio no sanduíche de falafel do Jardinete Bar. Foto: Reprodução/Facebook

Sai o pão d’água e entrao pão sírio no sanduíche de falafel do Jardinete Bar. Foto: Reprodução/Facebook

O local está passando por mudanças no cardápio e por isto esta será a última edição da Quinta Vegana no Jardinete Bar. O pão com bolinho, agora servido em pão sírio, continua no cardápio (R$ 10, com duas unidades de falafel e legumes à escolha), mas os rissoles e coxinhas serão feitos apenas sob encomenda a partir de julho (pedido mínimo de 20 unidades, R$ 3,50 cada, fritas ou refrigeradas). O Jardinete fica na Rua Manoel Ribas, 750, Mercês e atende das 18 às 23h30.

Enviado por Flávia Schiochet, 11/05/16 4:45:24 PM

Tenho certeza de que o leitor vai enumerar mais alguns empórios vegetarianos na caixa de comentários depois de ler este post. Na edição de maio da Bom Gourmet eu e minha colega Bruna Covacci fizemos o material do Geocook, uma seção da revista focada em oito regiões de Curitiba, sobre armazéns com bistrô ou cafeterias, mercearias e empórios da cidade em seus diferentes nichos. Qual não foi a nossa surpresa no levantamento ao ver quantos empórios naturais há por aqui?

Não que precisasse de tanto trabalho para perceber, uma volta pela cidade já basta para notar quantos lugares abriram nos últimos anos. E alguns com o foco no que nos interessa nesse blog: vegetarianismo. Replico duas notas que saíram no Geocook de maio e listo mais alguns empórios vegetarianos em Curitiba para colocar no roteiro. Você conhece mais algum? Comente neste post ou escreva para flavias@gazetadopovo.com.br.

 

Natural Café

Colaborou Bruna Covacci

Natural Café, empório no Água Verde. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

Natural Café, empório no Água Verde. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

A mistura de cafeteria com mercearia faz do Natural Café uma opção completa para vegetarianos. Só no café, há a opção de leite normal e vegetal, enquanto os salgados são feitos para veganos e ovolactovegetarianos. Entre os destaques estão os produtos sem glúten e o queijo vegetal. Há dez opções de combos no cardápio, todas veganas, além da “vitrine” com bolos e outros doces (vegano e ovolacto).

O cardápio tem dez opções de combo, todos vegetarianos. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

O cardápio tem dez opções de combo, todos vegetarianos. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

Destacam-se o combo café da manhã (R$ 14,80), com granola, iogurte de fruta feito de soja, fatias de pão com presunto e queijo vegetais, uma fatia de bolo e um cappuccino. Mais recente é o Chilli Barbecue (R$ 17), um sanduíche no pão ciabatta feito com chilli de jaca verde, abobrinha grelhada, maionese de grão-de-bico e queijo vegetal servido com batata chips e salada.

Serviço: Avenida República Argentina, 2.140, Água Verde – (41) 3053-0077. Atende de segunda à sexta das 9h às 19h. Aos sábados das 9h às 14h.

 

>>> Confira a agenda de eventos vegetarianos em Curitiba em maio

 

Empório VegAninha

Ainda na fase de finalização, o estabelecimento será no estilo “secos e molhados”, com opções de “carnes” vegetais feitas de glúten. Há quatro anos no mercado, Andrey e Ana preparam linguiças e salsichas vegetais feitas à mão, bife vegetal, seitan temperado, entre outros produtos similares. Tudo com o mínimo de impacto possível no meio ambiente, o que inclui pouco uso de recursos como energia e gás. O Empório VegAninha está previsto para abrir no primeiro semestre de 2016 e terá também produtos a granel.

Serviço: Rua Eugênio Flor, 468, Abranches. Inaugura em breve.

 

Annapurna

Empório Annapurna na área de orgânicos do Mercado Municipal. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Empório Annapurna na área de orgânicos do Mercado Municipal. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Fica no setor de orgânicos do Mercado Municipal. Tem opções de bolos, pães integrais, sem glúten ou multigrãos, geleias sem açúcar, conservas, azeites, farinhas e produtos congelados, como papinhas, refeições individuais, leite vegetal, molhos e snacks orgânicos, entre outros. Dá para repor boa parte da despensa por lá.

Há produtos desde pães, snacks e bolachas até farinhas, azeite de oliva e molhos orgânicos. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Há produtos desde pães, snacks e bolachas até farinhas, azeite de oliva e molhos orgânicos. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Serviço: Mercado Municipal. Box 521 – (41) 3362-1939.

 

>>> Dicas para comprar a granel

 

Empório Pin Chan

Rolinho primavera vendido no Empório Pin Chan. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Rolinho primavera vendido no Empório Pin Chan. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Depois de mais de dez anos como um restaurante, o Pin Chan mudou seu modelo de negócios para um empório com lanchonete em abril. A partir das 11h50, o local serve pão no vapor (R$ 2 a unidade), rolinho primavera, gyoza, pastel assado e coxinha (R$ 35,90 o quilo), todos vegetarianos e feitos na casa.

Pin Chan funcionou por dez anos como restaurante vegetariano e desde março virou um empório. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Pin Chan funcionou por dez anos como restaurante vegetariano e desde março virou um empório. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Há também produtos orgânicos e alguns orientais e os lanches também são vendidos em porções congeladas: o gyosa e o pão no vapor saem por R$ 27 o quilo.

Coxinhas do Empório Pin Chan. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Coxinhas do Empório Pin Chan. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Serviço: Rua Floriano Essenfelder, 475, Alto da Glória – (41) 3077-3881. Atende de segunda a sexta das 10h às 18h e sábado das 10h às 14h.

 

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

 

Veg Veg Empório Vegetariano

Um dos lugares mais populares da cidade, a Veg Veg completou três anos em maio com novo endereço. Saindo da galeria e indo para uma casa, o estabelecimento vai expandir sua atuação tendo prato feito no almoço e espaço próprio para realizar eventos e cursos, entre outras ações que vão além da venda de alimentos e produtos veganos. Vale acompanhar a página no Facebook.

Serviço: Rua Visconde de Nácar, 654, Centro (próximo à esquina com a Rua Princesa Izabel) – (41) 3023-8015. Abre de segunda a sexta das 10h às 20h e aos sábados das 10h às 17h.

 

Bouquet Garni

O restaurante Bouquet Garni mantém uma mercearia na parte da frente com horário extendido. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O restaurante Bouquet Garni mantém uma mercearia na parte da frente com horário extendido. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O restaurante funciona todos os dias no almoço com cardápio ovolactovegetariano. Na entrada, há produtos frescos como sucos prensados a frio e frutas e legumes orgânicos e também produtos como arroz, patês, snacks e panificação própria. Há opções veganas tanto na vendinha quanto no buffet.

Serviço: Alameda Carlos de Carvalho, 271, Centro (esquina com a Rua Visconde de Nácar) – (41) 3223-8490. O empório abre de 8h às 18h e aos sábados, domingos e feriados das 8h às 16h.

 

Semente de Girassol

Está mais para loja de conveniência e lanchonete, mas é possível passar lá para comprar itens de última hora, como bifum (macarrão de arroz), tofu, cogumelos frescos e também alguns itens de higiene. O horário de funcionamento também ajuda a classificar assim: de segunda a sábado o Semente fica aberto até 22h.

Serviço: Rua Treze de Maio, 512, Centro – (41) 3203-5955. Abre de segunda a sexta das 7h30 às 22h, aos sábados das 10h às 22h e aos domingos das 10h às 19h.

 

Verão Natural

Um dos primeiros restaurantes vegetarianos de Curitiba, o Verão Natural existe há quase 30 anos. Tem vários produtos à venda, como granola, bolos, pães e alguns de higiene e limpeza.

Serviço: Rua João Negrão, 150, Centro – (41) 3233-0664. Abre de domingo a sexta das 9h às 15h50. Fecha aos sábados.

Enviado por Flávia Schiochet, 28/04/16 4:25:16 PM

O mês de maio terá duas grandes feiras em Curitiba: o Bazar Vegano, que está em sua oitava edição, e a II Feira O Mundo Vegano. São ótimas oportunidades para conhecer pequenos produtores artesanais de alimentos e bebidas e também conhecer produtos de limpeza e higiente que agridam menos o meio ambiente.

 

TERÇA, 3 de maio

Encomendas de cesta de café-da-manhã vegano

Cesta de café-da-manhã vegano feita pela Julia Guedes, da Julia Guedes Doces, e pela Pati Bianco, da Fru-fruta. Foto: Divulgação

Cesta de café-da-manhã vegano feita pela Julia Guedes, da Julia Guedes Doces, e pela Pati Bianco, da Fru-fruta. Foto: Divulgação

Último dia para encomendar as cestas de café-da-manhã para dia das mães com produtos veganos preparados pela Julia Guedes, da Julia Guedes Doces, e Pati Bianco, da Fru-fruta. A cesta de vime foi feita por um artesão da região metropolitana de Curitiba e vem com pão de fermentação natural da Maçã Mercearia Brasileira, bolo de abóbora com especiarias, iogurte de castanhas, caponata de berinjela, café moído e torrado pela 4 Beans Coffee e Co., geleia de amora, chá da Caminho do Chá e suco da Sabor Vivo, prensado a frio. Todos os preparos são livres de ingredientes de origem animal.

A cesta custa R$ 165 e os pedidos devem ser feitos pelo formulário do Google.

 

{este post está em constante atualização: acompanhe as novidades pela fan page do blog Verdura sem Frescura}

 

QUARTA, 4 de maio

Workshop de brunch vegano

Panqueca de aveia com sorvete de banana e caramelo. Criação de Julia Guedes e Pati Bianco. Foto: Pati Bianco/Divulgação

A ocasião é para o dia das mães, mas qualquer motivo é bem-vindo para aprender as receitas que Julia Guedes e Pati Bianco do Fru-fruta prepararam para o workshop no restaurante Veg e Lev (Al. Prudente de Morais, 1.218, Centro). O curso começa às 20h e serão apenas 25 vagas.

Pão de polvilho que será ensinado no workshop de brunch vegano para o dia das mães. Foto: Pati Bianco/Divulgação

Pão de polvilho que será ensinado no workshop de brunch vegano para o dia das mães. Foto: Pati Bianco/Divulgação

Os pratos ensinados são todos veganos e alguns sem glúten e sem açúcar refinado: torta integral de abobrinha, pão rosa de polvilho, muffin integral de cenoura e especiarias, panqueca de aveia, sorvete de banana e caramelo, sucos, drinks e um xarope para soda italiana. As inscrições são feitas pelos e-mails cursos@frufruta.com.br e encomendas@juliaguedes.com e já estão no segundo lote (R$ 160, 10 vagas; terceiro lote será R$ 180, 10 vagas).

 

QUINTA, 5 de maio

Alimentação viva no Das Nuvens

A romena Vero está no Brasil e preparou dois workshops com o tema “Eu que fiz!” no coletivo Das Nuvens. O primeiro é na quinta à noite sobre alimentação viva, em que Vero fala sobre fermentação, germinação e as bases desse estilo de cozinha e, por que não, de filosofia de vida. A oficina vai das 19h30 às 21h no 21º andar da Galeria Tijucas, aquele prédio grande na Rua Cândido Lopes, 289, Centro (bem perto da Biblioteca Estadual). A inscrição custa R$ 60. Informações pelo e-mail correio@dasnuvens.com.br ou pelo telefone (41) 3016-4716.

 

 

SÁBADO, 7 de maio

Feira O Mundo Vegano
A segunda edição será das 10h às 18h na Av. República Argentina, 235, no bairro Água Verde, bem próximo à Praça do Japão. O evento reúne produtores artesanais de produtos veganos e também algumas opções sem glúten.

Confira a lista de expositores e os produtos que vão levar:

A Ponte Orgânicos – pastéis, sanduíches assados e pães recheados

Buddha Burger – hambúrgueres artesanais

Hambúrgueres do Buddha Burger estarão na feira O Mundo Vegano. Foto: Divulgação

Hambúrgueres do Buddha Burger estarão na feira O Mundo Vegano. Foto: Divulgação

Bouffe Vég – coxinha, esfiha, hamburgão, doces e sucos

Gato Vegan – cupcakes, pão de batata, quiches e fudge

Lucha Libre Veg – nachos com chilli e cheddar vegano

Mercearia da Terra – mini-pizza, mini-torta, queijos veganos, sucos e hambúrgueres congelados

Nhom Quitutes Veganos – coxinhas, empadinhas, cupcakes e brownie

Cupcakes e coxinhas da Nhom Quitutes Veganos. Foto: Reprodução/Facebook

Cupcakes e coxinhas da Nhom Quitutes Veganos. Foto: Reprodução/Facebook

Kits Gourmet Veg – acarajé com vatapá e vinagrete e kits gastronômicos

Veg a Dois – barreado vegano, hambúrgueres e porções

VegAninha – linguiças e salames vegetais, maionese e cerveja artesanal

Vegan Cheese - queijo de mandioca, espetinhos de queijo e sanduíches naturais

Vegan Flavor – crepes, salgados para consumo no local ou congelados

Zanquetta Alimentos Congelados – minicoxinha e miniquibe no copo para consumo no local

BabyCake (sem glúten, segura para alérgicos) – cookies, brownie, bolo, salgados

Um dos pontos de venda da BabyCakes é o Mercado Municipal. A marca estará na feira O Mundo Vegano. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Um dos pontos de venda da BabyCakes é o Mercado Municipal. A marca estará na feira O Mundo Vegano (dia 7 de maio) e também no Bazar Vegano (dia 14 de maio). Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Bolo de Café com Bolo – bolo, cupcakes e cookies

Sal de Ervas – temperos naturais

O Mulberry da Sal de Ervas leva sal, óleo, cebola, alho e beterraba. Foto: Reprodução/Facebook

O Mulberry da Sal de Ervas leva sal, óleo, cebola, alho e beterraba. Foto: Reprodução/Facebook

Choco Veg – bombom brownie e sobremesas com brownie

Dona Nanica – trufas de biomassa de banana verde

Felini Vegan – pão de melado, docinhos, biscoito, donuts e bomba de chocolate

Sunny Cakes – cupcakes

Yum Yum Vegan Sweets – cookies

Eat’s – pastas naturais de castanhas e sementes

Divino Sabor – conserva, espaguete de pupunha, antepasto, geleias artesanais, entre outros

Natural Café – bolos, muffins, cookies e produtos da loja

Natural Café faz bolos e outros quitutes veganos. Foto: Reprodução/Facebook

Natural Café faz bolos e outros quitutes veganos. Foto: Reprodução/Facebook

Mate e Tal – mate orgânico nos sabores limão ou natural e mate solúvel

Os preços das comidas e bebidas vão de R$ 4 a R$ 10 e é recomendável levar dinheiro, pois nem todos os expositores aceitam cartão. Além de culinária, o evento terá expositores focados em ativismo, como a Sociedade Vegetariana Brasileira, a Onca – Defesa Animal e o Instituto Sea Shepherd. De cuidados pessoais, estarão as marcas Águas da Barra, Prema, B. Poison, Cativa Natureza, Cuidado Vital, Fada Vegana e também a Thru Therapy com sessões de quick massage.

A entrada é gratuita, mas quem quiser pode colaborar doando um sachê ou pacote de ração, que serão encaminhadas à ONG Tomba Latas, ou 1 kg de alimento não-perecível. Mais informações no site.

 

Oficina de doces da Chef com Carinho

Isabele Correia, especializada em culinária vegana, ensina o preparo de brownie, naked cake de uva e bolo de banana-da-terra com opções veganas. São apenas oito vagas e a aula vai das 14h às 17h. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. Mais informações no evento do Facebook.

 

SEGUNDA, 9 de maio

Semana interativa Veg Veg

O empório vegetariano Veg Veg completa três anos e muda de sede. Tanto a lanchonete quanto a mercearia saíram da Galeria Osório para a conquista da “casa própria”, uma casa antiga na Rua Visconde de Nácar, 655, Centro. A primeira semana será com atividades diárias grátis sempre às 18h. Veja a programação:

Segunda, 9 de maio: Aprenda a “dar um tapa” na sua bike

Terça, 10 de maio: Bolo de aniversário para comemorar os três anos da loja

Quarta, 11 de maio: Aprenda a fazer cosméticos em casa

Quinta, 12 de maio: Aula de yoga e suco verde

Sexta, 13 de maio: Aprenda a fazer uma horta

Sábado, 14 de maio: Almoço de inauguração da cozinha. O chef Rafael Rupp prepara uma moqueca de aipim com arroz e salada. O prato será individual e custará R$ 20.

 

TERÇA, 10 de maio

Oficina de cosméticos naturais no Das Nuvens

Na onda de diminuir nosso impacto no meio ambiente seja na flora e fauna, seja na produção de lixo, Vero ensina a fazer produtos de higiene pessoal, como desodorante, pasta de dente, esfoliante corporal, removedor de maquiagem, hidratante labial, tônico e máscara facial. No final, os participantes levam para casa o que produziram. Vero é romena e este é o segundo workshop que ela promove no coletivo Das Nuvens (veja o primeiro no dia 5 de maio).

A oficina será das 19h30 às 21h no coletivo Das Nuvens (Rua Cândido Lopes, 289, 21º andar, Centro) e custa R$ 120 (material incluso). Informações pelo e-mail correio@dasnuvens.com.br ou pelo telefone (41) 3016-4716. Ah! Tudo é comestível.

 

SEXTA, 13 de maio

Green Drinks com Cristal Muniz

Cristal Muniz, designer e autora do blog Um Ano sem Lixo (falei dela esses dias, lembram?), estará em Curitiba para falar sobre como diminuir ou eliminá-lo totalmente. A palestra será às 19h30 no Capivara Vegetarian (Av. Iguaçu, 1.595, Água Verde) e faz parte do Green Drinks, um movimento presente em vários países que reúne pessoas para um bate-papo que fale sobre sustentabilidade. O evento é gratuito e aberto ao público. A organização recomenda chegar cedo para garantir lugar!

 

SÁBADO, 14 de maio

Vegan Bake Sale

Macarons veganos de aqua faba criados pela Artisan Confeitaria estarão à venda no Vegan Bake Sale. Foto: Reprodução/Facebook Artisan Confeitaria

Macarons veganos de aqua faba criados pela Artisan Confeitaria estarão à venda no Vegan Bake Sale. Foto: Reprodução/Facebook Artisan Confeitaria

Será no Natural Café (Av. República Argentina, 2.140, Água Verde) o Vegan Bake Sale, das 9h às 17h. O evento é mundial e costuma ocorrer entre 15 a 30 de abril no mundo todo desde 2009, sempre organizado de maneira independente por empresas ou indivíduos interessados em disseminar a confeitaria vegana e a causa animal. A edição curitibana terá cookie, brownie, trufa, muffin e até macarons veganos – a criação é da Artisan Confeitaria e leva aqua faba na composição. O evento destinará 30% dos lucros para o Grupo Força Animal. Veja mais detalhes no evento.

 

Curso com Flavia Machioni do blog Lactose Não

Digo isto porque acompanho o trabalho da minha xará há um bom tempo: Flavia Machioni estar em Curitiba para dar curso e abrir sua cozinha é algo raro. Flavia vai receber uma turma bem pequena em sua própria cozinha em dois sábados: 14 e 21. A oficina será das 9h30 às 13h e todas as receitas são veganas e funcionais.

Pão sem glúten e sem lactose da Flavia Machioni, do blog Lactose Não. Foto: Flavia Machioni/Arquivo pessoal

Pão sem glúten e sem lactose da Flavia Machioni, do blog Lactose Não. Foto: Flavia Machioni/Arquivo pessoal

Dentre os preparos que Flavia prepara estão pão sem glúten, queijo de ervas vegano, risoto lowcarb de couve-flor, torta de requeijão vegano com cogumelos, bolo de chocolate quente, entre outros. Os pratos são diferentes para cada sábado, mas ainda não foram definidos completamente. Custa R$ 250 por pessoa para cada data ou R$ 450 para as duas (além do material impresso e degustação, cada participante ganha um kit com presentinhos preparados por ela). Inscrições e informações por cursos@lactosenao.com

 

8.º Bazar Vegano

A partir desta edição o Bazar Vegano será no salão de eventos da Estação de Permacultura Vegana Tanguá (Rua Eugênio Flor, 468, Abranches). O Bazar Vegano já é conhecido pela multiplicidade de atividades e pela variedade de alimentos – os expositores mudam a cada edição – e nesta oitava edição terá discotecagem, shows, oficina de jardim comestível (às 16h30 com a Biomimética, R$ 30 por pessoa), demonstração de kung fu, rodas de conversa de temas variados e flash tattoo de temas abolicionistas com Bruna Paes (de R$ 40 a R$ 60). Começa às 11h e segue até as 18h, veja as opções de comida abaixo (lembrando que todas são veganas):

Bombons da Bolo de Café com Bolo. Foto: Reprodução/Facebook

Bombons da Bolo de Café com Bolo. Foto: Reprodução/Facebook

Hangry Grrrls – X-Bacon e VegBacon (de R$ 8 a R$ 15)

vegAninha - Linguiças e salames vegetais (de R$ 5 a R$ 15), chás e sucos (R$ 3) e queijos (de R$ 6 a R$ 15), mini pizzas (R$ 5 cada) e bolo no pote (R$ 5)

Zen Sushi Veg – Temaki (R$ 10)

Zen Sushi prepara temakis na hora. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Zen Sushi prepara temakis na hora. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Fazenda Urbana – Brownie de chocolate, bombom de cupuaçu de colher, torta salgada vegana e empadão de cogumelos e tofupiry (a partir de R$ 5)

Kits Gourmet Veg – Kits gastronômicos para preparo em casa – acarajé (R$ 16) e falafel (R$ 18) – e sanduíche buraco quente para comer no local (R$ 5)

Associação de Pequenos Produtores Rurais e Artesanais de Antonina (Aspran)/Divino Sabor – Palmito agroecológico em conserva: inteiro (R$ 15, 1 L), picado (R$ 8, 1 L). Haste in natura para assar (R$ 10), espaguete de pupunha (R$ 7, 250 gramas)

Caldo de Cana da Cleo – Copo de 300 ml (R$ 3,50), 400 ml (R$ 4,50), garrafas de 500 ml (R$ 6)

Buena Vibra – Bombom de paçoca (R$ 3,50), trufas (R$ 2), quiche de legumes, brownie e cookies

A Buena Vibra estará no VegFest de Recife. Na imagem, as famosas trufinhas clicadas em 2013, na terceira edição do evento, em Curitiba. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Buena Vibra leva trufinhas, entre outras opções, para o Bazar Vegano. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Babycake Produtos Especiais – Doces e salgados sem glúten e sem soja (de R$ 2,50 a R$ 20)

Outros: Mamba Vegan, Happy Vegan Cakes, Bolo de Café com Bolo, Mercearia da Terra, Zanquetta Alimentos Congelados, Cervejaria Xamã, produtos de higiene e limpeza da Prema, Sociedade Vegetariana Brasileira e a artista Anastasia Pugacheva. A entrada é gratuita e apenas alguns expositores aceitam cartão de débito.

 

Tortas salgadas da Chef com Carinho

Isabele Correia, especializada em culinária vegana, dedica este dia para mostrar o preparo de torta de legumes, massa folhada e torta integral de cenoura e alho-poró. No evento do Facebook, diz que haverá opções veganas. São apenas oito vagas. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. A aula será das 14h às 18h.

 

3.ª Feijoarca Vegana

O co-working e espaço colaborativo Arca – Aliança Criativa (Rua Flávio Dallegrave, 2.661, Hugo Lange) promove mais uma feijoada sem produtos de origem animal. Desta vez, quem prepara é a chef Kika Villani, da A Villa. O prato é individual e vem com arroz, laranja, farofa e couve (R$ 18). Também terá espetinhos da For Life Gastronomia (R$ 6 a unidade) e cookies veganos da Vegan Cookies da Jé. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou cartão. Mais informações no evento do Facebook.

 

DOMINGO, 15 de maio

Alimentando a vida: oficina de culinária consciente

Natalia Chede e o filho Eric fazendo cookies de cacau. Foto: Natalia Chede/Arquivo pessoal

Natalia Chede e o filho Eric fazendo cookies de cacau. Foto: Natalia Chede/Arquivo pessoal

A nutricionista e culinarista Natália Chede preparou receitas especiais para outono e inverno em uma oficina que vai das 9h às 14h no bairro Juvevê. Serão preparadas e degustadas as receitas de molho branco de castanhas e inhame, torta de palmito (sem glúten), arroz negro com cenoura e amêndoas, croquetes assados de lentilha e nozes, creme de batata-salsa com cogumelos, legumes no vapor com molho de tahine, tortinhas assadas de amêndoas e maçã e bolo de cacau (sem glúten). Todas receitas são veganas. As inscrições custam R$ 120 por pessoa até 10 de maio e devem ser feitas pelo e-mail nataliachede@yahoo.com.br ou pelo WhatsApp (15) 9-9631-9821. A oficina será na Rua Alberto Bolliger, 871, no salão de festas.

 

QUINTA, 19 de maio

Inauguração do corner da Surya no Spa Casa Costa

O Spa Casa Costa, no bairro Bacacheri, inaugura o corner da Surya Brasil com várias ações, como dança indiana, decoração especial e teste de produtos. A marca tem uma variedade de cosméticos e produtos de higiene veganos e feitos com produtos orgânicos, sendo o mais famoso a henna.

Surya Brasil inaugura um corner no Spa Casa Costa no dia 19 de maio. Foto: Divulgação

Surya Brasil inaugura um corner no Spa Casa Costa no dia 19 de maio. Foto: Divulgação

A loja funciona das 9h às 18h e durante todo o dia os clientes poderão experimentar esmaltação com a linha vegana Exotic Animals, tratamento de renovação celular nas mãos com esfoliante e hidratante da linha Sapien Woman (fiz este ano passado, é muito bom!) e ao comprar uma henna creme ou henna em pó, a aplicação é feita na hora gratuitamente. O Spa Casa Costa fica na Av. Pref. Erasto Gaertner, 392, Bacacheri – (41) 3015-8390.

 

SEXTA, 20 de maio

Aula-show da Veg Veg no Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel

O chef Rafael Rupp. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

O chef Rafael Rupp. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

O chef Rafael Rupp, em parceria com a Veg Veg Empório Vegetariano, prepara uma versão vegana do prato francês boeuf bourguignon com cogumelos acompanhado de um gratin de inhame com leite de arroz. Há degustação no final. A inscrição é gratuita pelo site do Estúdio Bom Gourmet Pátio Batel e quem fez sua inscrição no início de maio, quando a aula foi adiada, está automaticamente inscrito. Dúvidas, escrever para estudiobomgourmet@gazetadopovo.com.br.

 

SÁBADO, 21 de maio

Oficina de culinária indiana da Chef com Carinho

As receitas ensinadas nesta oficina de Isabela Correia são chutney de maçã, chapati, dahs, pulao de frutas secas e curry de proteína texturizada de soja. A aula será das 14h às 17h e são apenas oito vagas. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. Mais detalhes no evento do Facebook.

 

Curso com Flavia Machioni do blog Lactose Não

Flavia recebe uma segunda turma, com diferentes preparos que os feitos no dia 14, em sua própria cozinha. A oficina será das 9h30 às 13h e todas as receitas são veganas e funcionais.

Dentre os preparos que Flavia prepara estão pão sem glúten, queijo de ervas vegano, risoto lowcarb de couve-flor, torta de requeijão vegano com cogumelos, bolo de chocolate quente, entre outros. Os pratos são diferentes para cada sábado, mas ainda não foram definidos completamente. Custa R$ 250 por pessoa para cada data ou R$ 450 para as duas (além do material impresso e degustação, cada participante ganha um kit com presentinhos preparados por ela). Inscrições e informações por cursos@lactosenao.com

 

Pizzada Vegana no Jardim das Amoras Brancas

O evento será no Jardim das Amoras Brancas (Rua Dr. Mendes de Araújo, 85, Abranches, ao lado do Parque São Lourenço) das 12h a 0h. As pizzas são feitas com ingredientes orgânicos, têm oito fatias e são assadas em forno de barro. A pizza inteira custa R$ 45 e a fatia, R$ 6, e começam a ser servidas às 20h. Quem for apenas para a pizzada paga a entrada de R$ 2.

Pizzada no Jardim das Amoras Brancas. Foto: Reprodução/Facebook.

Pizzada no Jardim das Amoras Brancas. Foto: Reprodução/Facebook.

Quem for mais cedo para aproveitar as outras ações organizadas para o dia paga R$ 10 antecipadamente (R$ 6 são revertidos para consumação) ou R$ 15 no dia.

O ingresso dá direito a participar das atividades previstas para o dia, como o almoço colaborativo às 12h, feito com ingredientes que os participantes levarem, a meditação das 15h30 e palestra sobre criação compartilhada às 17h30.

Outras ações estão programadas para o dia, conforme consta no evento do Facebook.

 

DOMINGO, 22 de maio

1 ano de feira A L E C R I M no Wake Up Colab [adiada para 12 de junho]

A feira de pequenos produtores artesanais de Curitiba A L E C R I M completa um ano em maio. Focada em produtos vegetarianos e veganos, não necessariamente comida, a feira reúne dezenas de marcas e pessoas com seus produtos de limpeza, itens de higiene e beleza, pães, bolos, mel, cogumelos, verduras frescas, sementes, mudas de planta, geleias e patês, biscoitos, molhos, compotas, bebidas alcoólicas artesanais, entre outros. Será das 10h às 19h na Wake Up Colab (Rua Portugal, 54, São Francisco). Alguns feirantes aceitam cartão, mas é bom levar dinheiro trocado. Acompanhe o evento no Facebook.

 

FIM DE SEMANA, 21 e 22 de maio

VI Mostra Animal

A sexta edição traz filmes de dez países e será no Portão Cultural (Av. República Argentina, 3.430, Portão) e pela primeira vez terá uma feira com 18 expositores de alimentos, cosméticos e vestuário. No sábado, o evento é das 14h às 21h30 e no domingo, das 14h às 21h15. Os destaques na grade são os documentários americano “Cowspiracy” (2014), escandinavo “Inside Fur” (2014) e o alemão “Live and Let Live” (2013).

Oscow, a estatueta da Mostra Animal. Foto: Coldspring/Divulgação

Oscow, a estatueta da Mostra Animal. Foto: Coldspring/Divulgação

As crianças podem assistir à animação brasileira “O Mundo Animal de Bibi”, produzido pela AMPARA Animal e participar de um bate-papo com uma das dubladoras, Juliana Camargo. Guiga Pirá, da Sea Shepherd e Lucas Alvarenga, da Mercy For Animals, e também a diretora e produtora do filme, Shirlei Fraguas, “Por Eles” farão palestras para o público.

No encerramento do evento, três filmes serão homenageados com a estatueta “Oscow” de acordo com as indicações do público e dos organizadores. A Mostra Animal é uma iniciativa da Sociedade Vegetariana Brasileira. A entrada é gratuita. Veja a programação completa no site do evento.

 

SÁBADO, 28 de maio

Dia da pizza na Veg Veg

Festival da Pizza na Veg Veg terá cinco sabores. Foto: Reprodução/Facebook

Festival da Pizza na Veg Veg terá seis sabores. Foto: Reprodução/Facebook

Recém-mudada para uma casa na Rua Visconde de Nácar, 655, o sábado vai ser de pizza na Veg Veg. Os sabores são margherita, calabresa, portuguesa, jaca verde com tofupiry, prestígio e brigadeiro. A fatia custa R$ 5 e o pagamento pode ser feito em cartão ou dinheiro. Nunca é demais lembrar: chegar cedo é garantia de conseguir pelo menos um pedaço. O evento começa às 12h. Mais informações no evento do Facebook.

 

DOMINGO, 29 de maio

Acarajé vegano no Natural da Ordem

As cozinheiras do Natural da Ordem acabaram de voltar da Bahia e preparam acarajé (R$ 12), com vatapá e caruru, a partir das 11h30. Tomate seco, picles, azeitona e tofu são adicionais e há duas opções de combo: para ter direito à salada à vontade, o valor passa para R$ 15 e para adicionar um copo de suco, fica R$ 17. O evento vai das 11h às 17h com banda. O Natural da Ordem fica na Rua Trajano Reis, 54, próximo ao Largo da Ordem.

Enviado por Flávia Schiochet, 26/04/16 9:05:08 AM

Desde que me mudei para Curitiba, em 2012, passei a comprar a maior parte dos meus alimentos a granel. Por sair mais barato, ter a possibilidade de comprar em menor quantidade e, a partir de boas e más experiências, saber onde estão os produtos mais frescos. É normal quebrar a cara no início. Por isto montei um pequeno roteiro abaixo para compartilhar com vocês os meus lugares preferidos e quais produtos eu abro exceção e compro já embalado.

Meus temperos ficam em vidrinhos desde que me mudei para Curitiba e vi a oferta de lugares para comprar a granel por aqui. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Meus temperos ficam em vidrinhos desde que me mudei para Curitiba e vi a oferta de lugares para comprar a granel por aqui. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

PS: Esse post será atualizado continuamente, porque sempre há a possibilidade de eu lembrar de algum lugar, de alguma outra dica ou de um alerta. ;)

DICAS

1. Peça para provar os produtos que você não tem certeza se estão do jeito que você gosta. Caso não queiram fazer essa cortesia, desencane. É normal algumas pessoas (como alguns pontos do Mercado Municipal que não estão citados aqui) fazerem cara feia e negarem. Mas é só provando e cheirando que você terá certeza se o produto está fresco e na textura correta. Quantas azeitonas e castanhas passadas já comprei por vergonha de pedir para provar…

2. Leve seu próprio recipiente. Esta dica é reforçada pela amiga Cristal Muniz, do blog Um Ano sem Lixo. Assim não precisamos usar aqueles saquinhos plásticos e damos uma trégua para o meio ambiente.

Ideia da Cristal Muniz, do blog Um Ano sem Lixo: escrever nos potes os produtos a serem comprados. Foto: Cristal Muniz/Arquivo pessoal

Ideia da Cristal Muniz, do blog Um Ano sem Lixo: escrever nos potes os produtos a serem comprados. Foto: Cristal Muniz/Arquivo pessoal

Muitas vezes, pela distância a percorrer e pelo volume a ser comprado é ruim levar potes de vidro, que são pesados e podem quebrar (mas são os melhores para armazenar, porque mantém os bichos longe e também odores de outros alimentos). Tente fazer saquinhos de voil ou outro tecido leve, que são laváveis e não pesam nada! Alguns lugares estão mais atentos à esta necessidade e vendem o vidrinho no local, como a Bem Integral Alimentos Naturais. Eles dão 10% de desconto nas compras a granel para os clientes que levam seus próprios vidros.

3. Atenção especial às farinhas. Certa vez comprei uma pequena quantidade de farinhas de trigo branca e integral a granel e não recomendo: elas precisam estar muito frescas para valer a pena e nem sempre o comerciante informa a data de abertura da embalagem corretamente. Para produtos de uso pontual, como farinha de amêndoas, compro o que é preciso para uma receita apenas e uso imediatamente.

4. Oleaginosas. Castanha de caju natural é a única oleaginosa que não compro a granel. Ela fica rançosa rapidamente, por isso sempre compro embalagens em que constam as datas de embalagem e de validade. Minha dica é procurar no Mercado Municipal, no final do corredor da Rua General Carneiro, nas bancas 91 e 79, que são as minhas preferidas.

Pecã quebrada na hora tem outro sabor. Foto: Apneia Filmes.

Pecã quebrada na hora tem outro sabor. Foto: Apneia Filmes.

Amêndoas, avelãs, pistache, castanha-do-pará e outras oleaginosas nunca faltam, mas quase todos os boxes praticam preços semelhantes. Perca-se por um tempo para olhar bem todos os preços e ver qual a melhor oferta do dia, tanto em qualidade quanto em preço. O barato pode sair caro!

5. Grãos e leguminosas. Arroz, quinoa, amaranto, painço, entre outros grãos; e feijões, lentilhas, grão-de-bico, favas e ervilha partida, as ditas leguminosas, são ingredientes especialmente complicados para comprar a granel porque os carunchos adoram. Se o giro não é rápido, você vai comprar meio quilo de arroz e uns dez gramas de inseto…

Leguminosas, como as variedades de feijão, e grãos, como arroz, merecem atenção especial na hora de comprar. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Leguminosas, como as variedades de feijão, e grãos, como arroz, merecem atenção especial na hora de comprar. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Minha sugestão é comprar apenas grãos especiais, que não se usa no dia a dia (como arroz negro, por exemplo) em pequenas quantidades e deixá-lo de molho antes de cozinhar, para ver se sobem uns bichinhos. Esse tempo imerso em água também ajuda grãos e leguminosas a cozinhar mais rápido. Se você comprar em um lugar que teve pouco caruncho, coloque em seu roteiro. Aviso: um bichinho ou outro sempre vai ter.

 

MEUS LUGARES PREFERIDOS EM CURITIBA

São poucos, mas prefiro ser honesta. São estes os lugares que eu frequento por terem produtos bons e com preços que considero justos.

Casa do Queijo

Fica muito pertinho da minha casa e sempre tem uns produtos que saem mais baratos que no Mercado Municipal. Compro especialmente amendoim (natural, torrado e daqueles coloridos, para petiscar), tomate seco (com ou sem óleo), azeitonas, grão-de-bico e lentilhas. Fica perto da estação-tubo Tiradentes.

Endereço: Rua do Rosário, 74, Centro – (41) 3223-9377.

 

Pop House

É conhecida por ser a loja com os preços mais baixos no centro de Curitiba. Fica bem perto da estação-tubo Rodoferroviária e está quase sempre cheia. Prefira dias de semana no primeiro horário da manhã, a loja está mais vazia e você tem tempo para olhar tudo com calma. Oleaginosas caras como amêndoas e avelãs costumam estar de 10% a 15% mais barato na Pop House.

Endereço: Rua Mariano Torres, 948, Centro – (41) 3029-4919.

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

 

Mercado Municipal

No Mercado Municipal há toda sorte de produtos a granel. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

No Mercado Municipal há toda sorte de produtos a granel. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

 

Sissi Cereais e Especiarias

Vende volumes pequenos (aproximadamente 15 gramas) de diferentes temperos e especiarias. É um bom lugar para comprar curry, açafrão, páprica e outros pós que perdem o sabor rapidamente. Fica nos boxes 26/33/34/35 – (41) 3264-5271

 

Banca do João Carlos
Compro leguminosas e grãos na banca do João Carlos, no box 56, perto das peixarias. Arroz negro, arroz vermelho, arroz cateto integral (meu preferido!), lentilha, favas e feijões sempre em pequena quantidade para não deixar dando bobeira em casa. A dica da demolha (número 5, lá em cima!) vale sempre. Fica nos boxes 56 e 57 – (41) 3362-6678.

 

Assel Especiarias

Centenas de produtos em lojas como a Assel Especiarias, no Mercado Municipal. Foto: Fred Kendi/Gazeta do Povo

Centenas de produtos em lojas como a Assel Especiarias, no Mercado Municipal. Foto: Fred Kendi/Gazeta do Povo

Um dos poucos lugares que tem assafétida, que é uma resina de árvore escura, encontrada em pó (bem amarelinho) ou em estado bruto. É muito cara, mas para quem segue a linha ayurvédica ou evita alho e cebola, é um tempero ótimo para ter em casa. A Assel tem também muitas ervas desidratadas, grãos e leguminosas. No Mercado Municipal, fica nos boxes 441 a 446 – (41) 3362-3274. Há outra unidade na Praça Rui Barbosa.

 

OUTROS

Produtos de higiene pessoal e limpeza

Praticamente em qualquer loja de produtos a granel tem bicarbonato de sódio para vender por quilo. Tenho um vidro com 500 g de bicarbonato de sódio em casa e uso dissolvido em água morna para uma série de limpezas na casa, especialmente na bancada da cozinha e geladeira. Ainda sonho em encontrar vinagre de álcool a granel ou em embalagens bem grandes, porque os dois juntos desentopem até encanamento da pia. Alguém conhece um lugar que venda?

Veja aqui algumas dicas de limpeza com poucos (e baratos) ingredientes.

 

Prema

Sabão de coco em barra e em pó e amaciante de laranja da Prema. Foto: Otávio Stadler, Felipe Boing, Marcelo Veiga/Divulgação

Sabão de coco em barra e em pó e amaciante de laranja da Prema. Foto: Otávio Stadler, Felipe Boing, Marcelo Veiga/Divulgação

Não é exatamente a granel, mas a marca Prema trabalha com retorno de embalagens – quem leva a embalagem anterior ao comprar uma nova porção do produto, ganha um desconto – e o sabão em pó e o amaciante podem ser embalados no recipiente que o cliente levar (também há desconto neste caso). Uso o sabão em pó deles e também o amaciante, que tem um leve aroma de laranja. É delicioso!

A venda é on-line pelo site e a entrega é feita em parceria com a Sem CO2, que realiza as entregas de bicicleta. Há preços especiais para quem compra produtos de limpeza em grandes quantidades.

Também é fácil encontrá-los em feiras de produtores artesanais, como o Bazar Vegano e a A L E C R I M do Wake Up Colab, e em Curitiba há alguns pontos de venda. Vale entrar em contato com a fan page para sanar outras dúvidas.

 

Cervejas

Growler da Beer-to-go. Foto: Divulgação

Growler da Beer-to-go. Foto: Divulgação

A Way Beer (Rua Pérola, 331, Pinhais – (41) 3653-8853), a Bodebrown (Rua Carlos de Laet, 1.015, Hauer, Curitiba – (41) 3082-6354) e a Beer-to-go (Alameda Princesa Izabel, 2.849, São Francisco, Curitiba – (41) 3016-4850) vendem cerveja a granel se você tiver o growler, uma garrafa de cerâmica própria para armazenar a bebida, ou quiser comprar um crowler (embalagem de alumínio, 100% reciclável). Sai mais barato pro seu bolso e pro meio ambiente.

***

Você tem alguma dica sobre produtos a granel? Comente abaixo!

Enviado por Flávia Schiochet, 31/03/16 6:02:52 PM

Recebi na redação nesta terça uma amostra do novo produto da empresa paraibana Coco do Vale. O Chocolate da Coco do Vale é um achocolatado à base de leite de coco e cacau puro que chegou ao mercado recentemente, em Curitiba, é possível encontrar nas redes de supermercado Muffato e Casa Fiesta. A faixa de preço sugerida pela marca é de R$ 2,09 a R$ 2,19. Por enquanto a marca vai produzir apenas na embalagem de 200 ml.

Não costumo consumir bebidas achocolatadas prontas, como vocês que me acompanham sabem. Já ensinei a fazer leites vegetais em casa e bebidas a partir deles. Mas eu sempre tento provar as novidades do mercado e produtos dos locais em que eu estiver. Já existem opções de bebidas achocolatadas para veganos no Brasil, geralmente feitas à base de arroz ou soja, mas nenhuma delas faz minha cabeça. A bebida não-láctea da Pacific Natural Foods foi a melhor que provei até agora (mais especificamente a de avelãs), quando estive no Chile.

Coco do Vale lançou uma bebida à base de leite de coco com cacau para veganos e intolerantes à lactose. Foto: Divulgação

Coco do Vale lançou uma bebida à base de leite de coco com cacau para veganos e intolerantes à lactose. Foto: Divulgação

Particularmente achei a bebida da Coco do Vale bem doce e a gente sabe que é regra das bebidas voltadas às crianças caprichar no açúcar. Tirando o meu gosto pessoal de jogo, acredito que é uma ótima e acessível opção para quem tem intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite e também para quem não consome produtos de origem animal matar a saudade da infância. Vem até com os personagens da Looney Tunes na caixinha, rs.

Enviado por Flávia Schiochet, 28/03/16 6:25:27 PM

Depois de um longo período sem atualizar o blog, volto com a agenda mensal. Os eventos podem ser atualizados, cancelados ou adiados sem aviso prévio. Estou constantemente atualizando este post. Se você tem alguma indicação de evento que acontece em Curitiba ou próximo à região, deixe nos comentários ou envie para flavias@gazetadopovo.com.br

SEXTA, 1º de abril

Palestra em Paranaguá

A nutricionista Astrid Pfeiffer e o presidente voluntário da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), Ricardo Laurino, dão uma palestra no SESC Paranaguá (Rua Domingos Peneda, 947, Estradinha) às 19h. O tema é “Mitos e verdades sobre a alimentação vegetariana e produção animal” e a entrada é gratuita. O evento também terá coffee break vegano e degustação de um novo queijo de mandioca, o Vegan Cheese. Quem organiza é a SVB Paranaguá com o apoio de Bio Linha, Restaurante Manacá da Serra e Vegan Cheese.

 

SÁBADO, 2 de abril

Oficina Lanches Veganos do blog Chef com Carinho

Foto de divulgação do burguer do curso do blog Chef com Carinho. Foto: Divulgação

Foto de divulgação do burguer do curso do blog Chef com Carinho. Foto: Divulgação

Isabele Correia abre sua cozinha para ensinar oito pessoas a preparar três lanches veganos: x-salada com burguer de quinoa e pesto de manjericão; esfiha de escarola com tofu e pastel integral assado de funghi. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. Mais informações no evento do Facebook. Veja abaixo outros eventos da chef.

 

DOMINGO, 3 de abril

Almoço vegano no Batha Bhaya

Uma das opções de almoço no domingo é o estrogonofe de berinjela. Foto: Divulgação

Uma das opções de almoço no domingo é o estrogonofe de berinjela. Foto: Divulgação

O food truck Batha Bhaya abriu ano passado em Curitiba e, dentre as opções, serve pratos veganos. No domingo a partir das 11h terá almoço com entrada, prato principal, sobremesa e bebida por R$ 25. Para a entrada, um petisco ao molho de tomate e manjericão ou pasta de cogumelos. São três opções para prato principal: risoto de carne de jaca com pesto, nachos com cheddar, chilli e guacamole ou estrogonofe de berinjela, servido com arroz, batata palha e tomate-cereja.
De sobremesa, sorvete com “bombom brownie” da Chocoveg e para beber, suco de melancia com gengibre ou suco verde. O food truck fica atrás do Shopping Total, na Rua Doutor João Tobias Pinto Rebelo, entre as ruas Itatiaia e Itacolomi, no bairro Portão.

QUINTA, 7 de abril

Oficina de Massas da Chef com Carinho

Isabela Correia ensina três preparos de massa para vegetarianos: nhoque de mandioquinha (batata-salsa), ravióli de berinjela e manteiga de sálvia e macarrão colorido. A chef também ensina opções veganas. São apenas oito vagas e a aula será das 19h às 22h. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. Mais informações no evento do Facebook.

 

SÁBADO, 9 de abril

7.ª edição do Bazar Vegano

Linguiças da VegAninha. Foto: Divulgação

Linguiças da VegAninha. Foto: Divulgação

Pela primeira vez o Bazar Vegano muda de endereço: será na Rua Eugênio Flor, 468, Abranches, no local em que será o armazém vegAninha, ainda sem data para a inauguração oficial. Os expositores desta edição serão Vegan Cheese, Sal de Ervas, vegAninha, Gato Vegan Curitiba e Lucha Libre Veg, Divino Sabor (palmito agroecológico), Cervejaria Xamã, Prema (produtos naturais de higiene e limpeza), Biomimética (composteiras), SVB Curitiba com sua lojinha itinerante. Na parte da tarde terá oficina de jardinagem para plantio de plantas alimentícias não convencionais (PANCS), mudas e informações sobre permacultura. Gustavo Morette é o artista que expõe e vende seu trabalho e, de música, o evento terá Gil José Silva na discotecagem e Banda Mística Acústica faz um pocket show. O evento vai das 11h às 18h, a entrada é gratuita e é recomendado levar dinheiro, pois nem todos os expositores aceitam cartão.

Oficina de doces da Chef com Carinho

Isabele Correia, especializada em culinária vegana, ensina o preparo de brownie, naked cake de uva e bolo de banana-da-terra com opções veganas. São apenas oito vagas e a aula vai das 14h às 18h. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. Mais informações no evento do Facebook.

2.ª Feijoarca

Foto: Divulgação

Primeira edição da Feijoarca Vegana. Foto: Divulgação

O co-working e espaço colaborativo Arca – Aliança Criativa (Rua Flávio Dallegrave, 2.661, Hugo Lange) realiza mais uma feijoada vegana. O prato custa R$ 18 e vem com arroz, laranja, farofa e couve. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou cartão. Para beber, sucos naturais e cerveja artesanal. A partir das 15h terá burger vegano, ainda sem preço definido.
Junto do evento terá feira de orgânicos, o bazar Piwe Pocket, ioga a partir das 11h e música ao vivo.

 

Pizzada Vegana de Outono

Pizzada no Jardim das Amoras Brancas. Foto: Reprodução/Facebook.

O evento será no Jardim das Amoras Brancas (Rua Dr. Mendes de Araújo, 85, Abranches, ao lado do Parque São Lourenço). As pizzas têm oito fatias, são assadas em forno de barro e serão vendidas a R$ 45 a partir das 20h. O local abre às 15h, no entanto, para diversas atividades colaborativas, e fica até a meia-noite (mais detalhes no evento do Facebook). É preciso reservar ou comprar antecipadamente as pizzas pelos telefones (41) 9883-2561 e (41) 9126-9808 ou pelo Facebook, uma vez que o evento precisa de um mínimo de 20 pessoas e máximo de 60.

 

 

DOMINGO, 10 de abril

Feira Alecrim no Wake Up Colab

Hambúrguer do Wake Up Colab: tem vegetariano e vegano. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Hambúrguer do Wake Up Colab: tem vegetariano e vegano. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Será a oitava edição da feira de produtores locais no Wake Up Colab (Rua Portugal, 54, São Francisco), que ocorre no segundo domingo de todo mês. O evento começa às 10h e segue até 19h com vários expositores de cosméticos naturais, comidinhas, hortifruti e sementes, entre outros. Os participantes variam bastante de edição para edição, por isso é bom ficar de olho na lista de confirmados no evento. A cozinha do co-working tem sanduíches e outros pratos vegetarianos, com a opção de tirar o queijo.

 

QUINTA, 14 de abril

Tortas salgadas da Chef com Carinho

Isabele Correia, especializada em culinária vegana, dedica este dia para mostrar o preparo de torta de legumes, massa folhada e torta integral de cenoura e alho-poró. No evento do Facebook, diz que haverá opções veganas. São apenas oito vagas. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. A aula será das 14h às 18h.

 

SÁBADO, 16 de abril

Curso de comida vegetariana

A escola de gastronomia Alquim Gourmet organiza uma aula com oito preparos, desde salada a lasanha, bolinho de arroz e torta de banana. As inscrições custam R$ 35 e devem ser feitas pelo site. A aula será das 9h às 12h na sede da escola: Av. Iguaçu, 1.686, Rebouças.

 

Oficina de panificação da Chef com Carinho

As receitas ensinadas nesta oficina de Isabela Correia terão opções sem glúten e veganas e outras convencionais. Estão na lista pães, biscoitos salgados e barrinha de cereal. A aula será das 14h às 18h e são apenas oito vagas. A inscrição custa R$ 120 (ou R$ 132 caso seja no crédito) e inclui degustação e receitas impressas. A aula será das 14h às 18h. Mais detalhes no evento do Facebook.

 

Curso intensivo no Espaço Prana Artes e Terapias

Charutos de couve com guacamole do Espaço Prana Artes e Terapias é um dos pratos que Adriano e Luciana preparam em seus cursos. Foto: Divulgação.

Adriano e Luciana comandam mais um curso intensivo de alimentação vegana e sem glúten das 8h às 18h. O cardápio tem 18 pratos para o café da manhã, almoço e lanche da tarde, com algumas opções crudívoras (veja o cardápio completo no evento do Facebook) . Até 13 de abril a inscrição custa R$ 180. Do dia 14 de abril em diante, R$ 250. As vagas são limitadas e as inscrições são feitas pelos telefones (41) 3247-8632, (41) 9936-2948 e (41) 9656-0477 e pelo e-mail pranaartes@gmail.com

 

12.º Encontro de Vegetarianos e Veganos

Com frequência vegetarianos e veganos de Curitiba se encontram em diferentes estabelecimentos da cidade para conversar e conhecer gente nova. O encontro de maio será na lanchoneteVeganetes (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 492, Centro) a partir das 16h30. Durante o evento terá bate-papo com a nutricionista Taline Pinheiro, também proprietária da Boulevard Doçaria, e um quiz com prêmios da Samurai Organic Foods e um par de vouchers para almoço no Bouquet Garni. Ah! A lanchonete Veganetes ainda não aceita cartão. Leve trocado. ;)

 

DOMINGO, 24 de abril

Veganique no Museu Oscar Niemeyer

Separe uma toalha e sua melhor receita para levar ao piquenique vegano que será no Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico). Os organizadores pedem para que os participantes levem seus próprios talheres, copos e pratos e que levem alimentos de preferência feito em casa e evitar os industrializados. A reunião será das 14h às 18h e é só aparecer por lá.

 

QUINTA, 28 de abril

Quinta vegana no Jardinete

Coxinha de farofa vegana e pão com falafel do Jardinete. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Coxinha de farofa vegana e pão com falafel do Jardinete. Foto: Flávia Schiochet/Arquivo pessoal

Eu não estava tão convencida do quão gostosa era a comida do Jardinete só de olhar as fotos. Pois mês passado fui lá comer o tal pão com bolinho (R$ 10, falafel no lugar do bolinho de carne) e me apaixonei. Tanto que comi dois de uma vez só. No dia 28 de abril será a quinta edição da Quinta Vegana, em que este bar prepara um cardápio 100% vegetal. É comida de boteco de responsa: frito, sim, mas muito bem feito e temperado. Vale a pena ir com fome e provar vários petiscos, como a coxinha de farofa da Lapa e o rissole de moqueca de cogumelos.

 

SÁBADO, 30 de abril

American Vegan Day

 

Cupcakes e coxinhas da Nhom Quitutes Veganos. Foto: Reprodução/Facebook

Cupcakes e coxinhas da Nhom Quitutes Veganos. Foto: Reprodução/Facebook

A escola de inglês CNA recebe uma feira de alimentos veganos, a American Vegan Day na unidade do bairro Boa Vista (Rua Holanda, 719 – (41) 3357-5709), das 9h às 16h. Dentre os participantes, estarão o Natural Café com cookies, bolos, muffins e quiches; Zanquetta Alimentos Congelados com coxinhas; Nhom Quitutes Veganos com minicoxinhas e cupcakes; Hangry Grrrls com bolo de chocolate e queijo quente e A Menina dos Doces com bolos e cookies. A ideia é que os alunos aprendam mais vocabulário e um pouco da filosofia vegana, mas a comunidade é bem-vinda, falando português ou inglês. O preço dos produtos ainda estão em definição.

 

Festival da Coxinha

Coxinhas da Doces e Cores. Foto: Ísis Freitag/Divulgação

Coxinhas da Doces e Cores. Foto: Ísis Freitag/Divulgação

A partir das 12h a Veg Veg – Empório Vegetariano (Galeria Osório, loja 11, Praça Osório – (41) 3023-8015) faz mais uma edição do Festival da Coxinha, com os salgados preparados pela Doces e Cores.  Serão mil unidades (R$ 6 cada), sendo seis sabores salgados (proteína texturizada de soja com requeijão vegan, jaca verde, palmito, cachorro-quente, abóbora com funghi e brócolis com linguiça vegan) e um doce, de chocolate. Apesar de parecer um volume grande de coxinhas, as outras oito edições anteriores confirmam que elas duram pouco tempo! Vá cedo para garantir a sua.

 

FIM DE SEMANA, 30 de abril e 1º de maio

Curso de alimentação viva com Eduardo Corassa

Lasanha crudívora de abobrinha. Foto: Divulgação

Lasanha crudívora de abobrinha. Foto: Divulgação

Eduardo Corassa, do canal Saúde Frugal, está há quase oito anos alimentando-se apenas de alimentos crus de frutas, vegetais, sementes e nozes. Ele estará na Chácara Shanti Gaia no fim de semana do dia 30 de abril para ministrar um curso de dois dias de alimentação crudívora com programação a partir das 6h30 e que inclui palestras, workshop culinário e de mandalas e prática de yoga. Veja a programação completa no evento do Facebook.
A chácara fica no município catarinense de Campo Alegre, a 100 km de Curitiba, e o evento é uma parceria entre a Truffé Delicatesse, Chácara Shanti Gaia, Saúde Frugal e Mandala Renascimentos. As inscrições custam R$ 690 à vista (casais ou grupos com três pessoas ou mais têm desconto de 10% à vista ou 5% em 1+1) e devem ser feitas pelo e-mail mandalarenascimentos@gmail.com

Informações pelos telefones (47) 9902-7086 ou pelo (47) 9619-5954 ou pelo evento do Facebook.

Enviado por Flávia Schiochet, 12/02/16 5:57:45 PM

O livro “Brasilidades: Receitas reconfortantes com um toque de chef”, do chef Reinhard Pfeiffer, do Expedito Restaurante, foi eleito o melhor livro de receitas do Brasil na categoria América Latina do Gourmand World Cookbook Awards. Já falei sobre este título aqui no blog e testei uma receita que adorei: a moqueca de pupunha com banana-da-terra. Editado pela Alaúde, que nos últimos anos tem ampliado seu catálogo com títulos sobre vegetarianismo, “Brasilidades” é um ótimo exemplar para ter em casa se você curte comida caseira com uma pegada comfort food. É bem o que eu gosto!

Livro do chef Reinhard Pfeiffer será lançado na Livraria da Vila no dia 1º de agosto. Imagem: Reprodução/Editora Alaúde

Livro do chef Reinhard Pfeiffer lançado em agosto de 2015. Imagem: Reprodução/Editora Alaúde

Bia Nunes Souza, editora da Alaúde responsável pelo projeto, conta que o processo de produção do livro foi longo, mas que desde o início autor e editora estavam em sintonia. “É um livro que consagra o trabalho dele desde o seu início. Antes de ser um livro de receitas vegetarianas, é um livro de valorização de ingredientes brasileiros e ele faz isto de uma forma não convencional”, explica Bia. O reconhecimento de um prêmio desta importância para o mercado editorial deixa bem claro que o caminho é promissor. “Temos bons resultados no Gourmand World Cookbook Awards. É um prêmio bastante flexível, e a cada ano incluem novas categorias. Pra gente é uma vitrine legal e um jeito de descobrirmos novos livros. Um dos títulos que vamos lançar em março no Brasil é de uma autora portuguesa, a Gabriela Oliveira, que ganhou na categoria vegetariana em Portugal na edição deste ano”, contou.

O chef Reinhard Pfeiffer. Foto: Georgia Zeringota/Divulgação

O chef Reinhard Pfeiffer. Foto: Georgia Zeringota/Divulgação

A organização do prêmio não informa os critérios ou como é feita a votação pelo comitê, mas a inscrição pode ser feita tanto pela editora quanto o título ser solicitado pela organização para análise. No caso do livro de Reinhard, o prazo para inscrição já havia terminado e foi solicitado à editora o envio do exemplar para análise. “Eles privilegiam livros que não sejam só compilação de receitas. Preferem os que têm resgate cultural ou que ensinam coisas além da receita pela receita”, diz Bia.

Essa receita de ceviche de pupunha com legumes e cogumelos me fez ir imediatamente para a cozinha. Foto: Georgia Zeringota/Divulgação

Essa receita de ceviche de pupunha com legumes e cogumelos me fez ir imediatamente para a cozinha. Foto: Georgia Zeringota/Divulgação

“Fiquei emocionado e surpreso. Foi um trabalho de quase três anos que é tudo em que eu acredito, a agricultura orgânica, o resgate de receitas, trabalhar com o que é local e da época. A notificação da Editora Alaúde sobre o prêmio foi a primeira coisa que vi hoje quando acordei, estou muito feliz”, comemorou Reinhard.

>>> Saiba mais sobre o chef Reinhard Pfeiffer

A irmã de Reinhard, a nutricionista Astrid Pfeiffer, também teve um livro publicado pela editora em 2012 e venceu na categoria Cozinha Vegetariana do mesmo prêmio, indo para a final e ficando em segundo lugar . “A cozinha vegetariana de Astrid Pfeiffer” traz receitas sem ingredientes de origem animal e cada uma delas tem uma tabela com informações nutricionais.

Ossobuco de pupunha com tutano de alcachofra. Foto: Georgia Zeringota/Divulgação

Ossobuco de pupunha com tutano de alcachofra é uma das receitas do livro “Brasilidades”. Foto: Georgia Zeringota/Divulgação

No momento, Reinhard está em São Paulo e em breve pega estrada para Minas Gerais, onde continua a pesquisar e visitar agricultores e produtores para um novo livro, ainda sem data para lançar. Seu foco será em plantas alimentícias não convencionais, sempre pensando em sazonalidade e agricultura orgânica. “Meu interesse é continuar estudando a cozinha brasileira vegetariana. Tô no meio de um mochilão, fazendo um diário e anotando, fotografando. Fiz testes com desidratação, quero pesquisar mais sobre fermentação e algumas receitas mais exóticas a partir de ingredientes do país”, adianta.

A lista completa do Gourmand World Cookbook Awards 2016 está disponível on-line.

***

O blog entra de férias e volta no fim de março! Até lá, acompanhe a fan page do Verdura sem Frescura. ;)

Enviado por Flávia Schiochet, 12/02/16 12:12:59 PM

Começa na sexta, 12 de fevereiro, mais uma edição do CWBurger Fest, em Curitiba, e seis restaurantes servirão opções sem carne. O festival segue até 28 de fevereiro e todos os hambúrgueres custam R$ 24,90 – dá pra ter uma noção das combinações de sabores na lista abaixo:

A Casa do Ferreiro

Pão de hambúrguer integral, hambúrguer de proteína texturizada de soja, berinjela, alho-poró, champignon, rúcula, tomate seco e muçarela de búfala

Serviço: Av. Iguaçu, 3.945, Vila Izabel – (41) 3779-8189

 

Balada Mix

Hambúrguer de soja e cogumelo shiitake, queijo minas padrão e molho teriyaki

Serviço: Av. Batel, 1693, Batel – (41) 3030-4430

 

 >>> Veja a programação completa do CWBurger Fest

 

Gold Skull Bar

Hambúrguer de quinoa, patê de ricota, agrião, rabanete e morango

Serviço: Al. Augusto Stellfeld, 392, Centro – (41) 3206-6368

 

Marbô Bakery

Hambúrguer do Marbô Bakery, no centro. Foto: Guilherme Alves/Divulgação

Hambúrguer do Marbô Bakery, no centro. Foto: Guilherme Alves/Divulgação

Pão de ervas, hambúrguer à base de grãos, legumes grelhados, folhas e queijo

Serviço:  Rua Dr. Faivre, 621, Centro – (41) 3121-1547

 

Matteo Burguers

Pão macio servido aberto. Em uma das fatias, hambúrguer de berinjela com muçarela derretida e, na outra, bruschetta de tomates, manjericão e muçarela de búfala

Serviço: Rua Dep. Carneiro de Campos, 325, Hugo Lange – (41) 3152-0222

 

[Curta o Verdura sem Frescura no Facebook!]

 

Sams Burger and Chicken

Hambúrguer de grão de bico com legumes, maionese especial, alface, abobrinha defumada, creme de nozes e queijo muçarela

Serviço: Rua Nunes Machado, 10 loja 1, Centro – (41) 3322-8898

Enviado por Flávia Schiochet, 04/02/16 7:10:58 PM
Armazém VegAninha no bairro Abranches. Foto: Andrey Sanson/Arquivo pessoal

Armazém VegAninha no bairro Abranches. Foto: Andrey Sanson/Arquivo pessoal

A marca VegAninha, especializada em carnes vegetais, abrirá uma loja física em Curitiba até junho de 2016 na região do bairro Abranches, próximo à Pedreira Paulo Leminski e ao Parque Tanguá. Andrey Sanson e Ana Luiza Couto, o casal por trás da marca e do Bazar Vegano do bairro Boa Vista, estão desde março reformando uma casa de dois andares para abrir um empório de secos e molhados, bem ao estilo mercadinho de bairro. Quem é do interior ou tem um desses pequenos comércios próximos de casa, sabe: de frios a produtos de limpeza, esse tipo de local funciona muito bem para atender à comunidade do bairro. O local passa pelos toques finais da reforma, como pintura e instalação de equipamentos e pela interminável burocracia.

Linguiças da VegAninha. Foto: Divulgação

Linguiças da VegAninha. Foto: Divulgação

E como um mercadinho de bairro, o balcão de frios terá as peças de “carne” para vender. Só que feita de glúten, como boa parte dos vegetarianos de Curitiba já puderam provar. Para quem estava ansioso para viajar à Europa, Ásia ou Estados Unidos para conhecer um dos “açougues veganos” que existem por lá, podem pegar uma linha de ônibus daqui uns meses e movimentar a economia local. ;)

Há quatro anos no mercado, Andrey e Ana preparam linguiças e salsichas vegetais feitas à mão, bife vegetal, seitan temperado, entre outros produtos similares. Tudo com o mínimo de impacto possível no meio ambiente, o que inclui pouco uso de recursos como energia e gás. “Como trabalhamos com encomendas por enquanto, não é fácil incluir muitas novidades no cardápio. Mas ao ter rotatividade com um ponto físico, teremos mais variedades quando abrirmos”, explica Andrey.

O que a dupla planeja incluir nas prateleiras e freezers do empório, por ora chamado de Empório VegAninha? “Produtos de pequenos produtores artesanais e locais, que não explorem os animais e que possam ser vendidos a granel”, responde Andrey. E isso vai além dos alimentos: vale também para produtos de limpeza e higiene pessoal, por exemplo. Quem quiser, pode levar a própria embalagem e recipiente para comprar os queijos vegetais e carnes de glúten ou usar as embalagens de papel fornecidas pela casa.

Reforma pesada há quase um ano transforma antigo mercadinho de bairro em um empório vegano. Foto: Andrey Sanson/Arquivo pessoal

Reforma pesada há quase um ano transforma antigo mercadinho de bairro em um empório vegano. Foto: Andrey Sanson/Arquivo pessoal

Dentro e fora do local terão mesas à disposição para quem quiser passar um tempo por lá e tomar um chope, comer pizza, quiche, sanduíches com as carnes vegetais da VegAninha e beliscos de boteco, como pão com bolinho. Também haverá opções sem glúten na “charcutaria” e nos lanches servidos na casa. “Queremos que seja um lugar bem inclusivo, por isso estamos planejando também toda a parte de acessibilidade, rampa de entrada e banheiros”, conta Andrey.

 

Detalhes do projeto

Além da proximidade do comércio com a casa da dupla, Andrey e Ana levaram em conta outros motivos para escolher o imóvel: por ser fora da área central, atende ao público do bairro, que não precisaria mais ir até o centro da cidade comprar certos produtos veganos e a área é cercada de pequenas florestas de araucárias, áreas de proteção permanente e parques.

Antiga fachada do futuro empório vegano no Abranches, Curitiba. Foto: Andrey Sanson/Arquivo pessoal

Antiga fachada do futuro empório vegano no Abranches, Curitiba. Foto: Andrey Sanson/Arquivo pessoal

Como o interesse é maior pela redução de impacto, a reforma do local respeita os princípios de bioconstrução e usa técnicas de permacultura. Há claraboias para iluminação solar, produtos de construção produzidos em cidades da região metropolitana de Curitiba, argamassa polimérica no lugar de cimento e calhas prontas para captar água da chuva para reuso, além de um telhado refeito pensando em captação de energia solar futuramente. E para quem conhece a casa em que moram Andrey e Ana, local onde foram realizadas as cinco edições do Bazar Vegano, é claro que o empório terá uma horta. Resta a nós esperar mais um pouquinho.

Enviado por Flávia Schiochet, 17/12/15 9:00:19 AM

O Brasiléa Café, restaurante do Alto da Glória, completou três anos e em novembro incluiu novos pratos em um cardápio bem eclético. O meu colega de “blogosfera” Luiz Xavier, do Panela do Anacreon, fez um post falando sobre a casa e suas opções.

Como opções vegetarianas, o chef Fabio Menezes elaborou pratos com couscous marroquino, alcachofra gratinada e talharim de pupunha. Veja o preço e a descrição de cada um:

 

Couscous marroquino (vegetariano estrito)

Couscous marroquino, prato vegetariano estrito do Brasiléa. Foto: Divulgação

Couscous marroquino, prato vegetariano estrito do Brasiléa. Foto: Divulgação

Com ervas aromáticas, ervilhas, tomate-cereja, berinjela e abobrinha grelhados. Acompanha hommus (R$ 25,90)

 

Talharim de pupunha (sem glúten, lactovegetariano)

Talharim de pupunha do Brasiléa. Foto: Divulgação

Talharim de pupunha do Brasiléa. Foto: Divulgação

Servido só à noite. O talharim de pupunha é passado na manteiga e servido com cogumelos shimeji, shiitake e Paris (R$ 44)

 

Alcachofra gratinada (sem glúten e lactovegetariano)

Fundos de alcachofra gratinados do Brasiléa. Foto: Divulgação

Fundos de alcachofra gratinados do Brasiléa. Foto: Divulgação

Fundo de alcachofra gratinado, pesto, queijo brie, purê de ervilha, coulis de beterraba, mix de folhas e sementes de girassol tostadas (R$ 35,90)

 

Ratatouille (sem glúten e lactovegetariano)

Cenoura, cebola roxa, berinjela, pimentões e abobrinha grelhados e gratinados, servidos com molho de tomate e purê de batata (R$ 24,90)

 

A casa também tem a opção de massas (de R$ 20,90 a R$ 28,90) e à noite serve os mesmos pratos acima, com leve reajuste de preço (R$ 29 para ratatouille, R$ 30 para couscous marroquino e R$ 36 para alcachofra). Como entrada para o jantar, burrata de muçarela de búfala com rúcula, tomate-cereja e pesto para lactovegetarianos dividirem (R$ 38), quatro variedades de azeitonas (R$ 20) para beliscar antes do prato principal

Outros pratos principais do jantar que não levam carne são o talharim ao pesto, com muçarela de búfala, alcaparras, tomate-cereja e amêndoas e o nhoque na manteiga, com tomate-cereja, alho, azeitona preta e manjericão (ambos R$ 36).

O Brasiléa fica na esquina das Ruas Augusto Severo e Dr. Goulin, no Alto da Glória. Abre para almoço de segunda a sábado e à noite de quarta a sexta.

***

Você tem alguma dica de lugar que serve um prato que é imperdível? Manda pra gente. É só escrever para o flavias@gazetadopovo.com.br me contando qual o prato, se é vegetariano ou vegano, como descobriu e se a porção é individual, pra dois ou petisco. Se tiver foto, pode mandar também. E não esqueçam do endereço!

Toda semana vou publicar uma dica aqui no blog. Para ver a lista, clique no link “Tem sem carne?” ali em cima, no cabeçalho. Para entender melhor, clique aqui.

PS: No assunto do e-mail, coloque “Tem sem carne? – (nome do prato), (nome do restaurante)”. E a foto, em baixa resolução. Combinado?

Páginas12345... 15»
Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Buscar no blog
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais