Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

folia segura

Vai curtir o carnaval? PM dá 5 dias para evitar problemas durante a folia

Com apenas alguns cuidados simples é possível evitar transtornos que podem estragar o seu carnaval

  • Durval Ramos
 | Pedro Serapio/Gazeta do Povo
Pedro Serapio/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Carnaval é época de festa e diversão, mas a folia pode se transformar em dor de cabeça ao menor dos descuidos. Seja com um celular que é furtado no meio do bloco ou com um acidente mais sério nas estradas, não é preciso muito para que a alegria dê lugar aos problemas. E, de acordo com a Polícia Militar, basta um pouco de cuidado para evitar esses contratempos.

De acordo com o comandante da Operação Verão 2017/2018, o tenente-coronel Rui Barroso Torres, a PM vai contar com um efetivo reforçado para garantir a segurança em todo o litoral, mas é os foliões também podem fazer a sua parte para garantir que nenhum problema venha para estragar a festa.

Confira então algumas dicas da polícia para aproveitar ao máximo o carnaval sem perder o ritmo.

Cuidado com celulares

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/02/09/Curitiba/Imagens/Cortadas/APLICATIVOS 10JC-kVeF-ID000002-1024x701@GP-Web.jpg
Jonathan Campos/Gazeta do Povo

A principal recomendação da PM está relacionada aos aparelhos celulares. De acordo com o coronel Barroso, os foliões precisam tomar muito cuidado com esse tipo de dispositivo, já que o volume de ocorrências relacionadas a furtos é sempre alto durante o carnaval. “Então, quem for à avenida, mantenha seu aparelho de forma bastante segura. Evite transportar no bolso de trás da calça, porque isso facilita a ação de bandidos”, explica.

O mesmo vale para quem vai com uma bolsa ou mochila. Nesses casos, a dica da polícia é que a pessoa mantenha esses acessórios sempre muito próximo ao corpo. “Queremos que as pessoas se divirtam, mas com atenção a seus pertences”.

Atenção com crianças

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/02/09/Curitiba/Imagens/Cortadas/15392141-kVeF-U203010888222hDB-1024x683@GP-Web.jpg
Henry Milleo/Gazeta do Povo

Quem vai curtir o carnaval em família precisa também ficar de olhos nas crianças, principalmente nos blocos e atrás de trios elétricos, em que a concentração de pessoas tende a ser bem maior. Nesses casos, a recomendação da PM é que sempre tenha algum adulto que fique responsável pelos pequenos, principalmente para não deixá-los fora de vista.

Além disso, a polícia vai distribuir pulseirinhas para que os pais possam colocar informações de contato. Assim, caso a criança se perca, há um jeito simples de encontrá-las.

Cuidado onde estaciona

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/02/09/Curitiba/Imagens/Cortadas/15394728-kVeF-U203010888222kFF-1024x683@GP-Web.jpg
Daniel Castellano /Gazeta do Povo

A polícia espera que cerca de 1,5 milhão de pessoas passem pelas praias do estado durante o carnaval e, com esse tanto de gente, certamente vai ser muito difícil achar lugar para estacionar. No entanto, isso não é desculpa para deixar o carro em qualquer lugar. “Pela ausência de lugar para estacionar, muita gente acaba deixando o veículo em locais ermos e distantes, o que facilita a ação de marginais”, explica o coronel Torres.

Segundo ele, os motoristas que precisarem ir de carro até o local da festa procurem pontos relativamente próximos de onde vão ficar e que tenham algum tipo de movimentação próxima, além de não deixarem objetos de valor sobre o banco ou painel. “Isso chama a atenção dos bandidos. A PM estará no local dos eventos e arredores, mas não conseguimos estar em todos os lugares ao mesmo tempo por causa do alto volume de veículos envolvidos”, diz o comandante.

Prefira a caminhada

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/02/09/Curitiba/Imagens/Cortadas/escandalosas 40 albari rosa-kVeF-U203010888222wLH-1024x683@GP-Web.jpg
Albari Rosa/Gazeta do Povo

Se o carro é um alvo em potencial para criminosos durante o carnaval, por que não ir até a avenida a pé? “A PM estará presente com patrulhamento, mas quem puder, evite ir de carro. Isso diminui a quantidade de veículos nos arredores e evita dissabores”, afirma o coronel Torres.

Dessa forma, o folião não esquenta a cabeça com estacionamento e nem corre o risco de ter uma péssima surpresa na hora de ir embora.

Bebida e direção

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/02/09/Curitiba/Imagens/Cortadas/5495454-kVeF-U2030108882227V-1024x1106@GP-Web.jpg
ALBARI ROSA/ALBARI ROSA

Por fim, vale a velha regra de ouro do trânsito: se beber, não dirija — e, se dirigir, não beba. “Sabemos que o consumo de bebida alcóolica é bastante elevado no carnaval, mas nós não nos cansamos de orientar sobre os perigos de beber e dirigir”, afirma o comandante da Operação Verão. Segundo ele, para impedir que a imprudência tenha vez na festa, a PM vai reforçar a fiscalização tanto no perímetro urbano quanto nas rodovias estaduais de todo o Paraná, sobretudo no litoral.

Ainda nas estradas, a polícia vai fiscalizar o excesso de velocidade — uma das infrações mais comuns em todo o estado — com o auxílio de radares móveis, além de outras situações de imprudência. Já nas cidades, o policiamento vai controlar o trânsito urbano, sobretudo em estacionamento em local proibido.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

PUBLICIDADE