Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

expansão

Havan vai investir R$ 300 milhões para chegar a 120 lojas em 2018

Rede quer dobrar de tamanho até 2022 e, para isso, está acelerando sua expansão e prevendo abrir, pelo menos, 13 lojas ao longo deste ano

  • Jéssica Sant’Ana
Megaloja da Havan, em Curitiba: rede quer dobrar de tamanho até 2020 e chegar a 200 lojas em todo o país | Henry Milleo/Gazeta do Povo
Megaloja da Havan, em Curitiba: rede quer dobrar de tamanho até 2020 e chegar a 200 lojas em todo o país Henry Milleo/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Depois de superar a marca de 100 lojas em 2017, encerrando o ano com 107 unidades, a rede de departamentos Havan vai investir R$ 300 milhões para abrir, no mínimo, 13 lojas em 2018. As lojas que já foram anunciadas estão sendo construídas nos estados de Santa Catarina, Bahia e Rondônia a serão unidades de grande porte com praça de alimentação e, em alguns casos, salas de cinema e a tradicional estátua. O plano da rede é dobrar de tamanho até 2022 e alcançar 200 lojas abertas em todo o país.

A Havan encerrou o ano de 2017 com 107 lojas abertas em 15 estados diferentes e vai investir, no mínimo, R$ 300 milhões neste ano para terminar o ano com 120 unidades. Das inaugurações previstas para 2018, cinco já foram anunciadas. A empresa vai abrir cinco megalojas até maio nas cidades de Gaspar (SC), São Bento do Sul (SC), Videira (SC), Vitória da Conquista (BA) e Vilhena (RO).

As unidades terão entre 6 mil e 7 mil metros quadrados e vão custar, cada uma, de R$ 25 milhões a R$ 35 milhões. Todas as unidades terão cerca de 100 mil produtos, praça de alimentação e, em alguns casos, salas de cinema da rede Cine Gracher e a tradicional estátua Havan, uma réplica da Estátua da Liberdade com 33 metros de altura sem contar a base.

LEIA TAMBÉM: Estátua da Havan viaja mais de 4 mil quilômetros para inauguração da 100.ª loja

120 lojas até o fim de 2018

Além das cinco unidades já anunciadas para serem inaugurada até maio, a rede deve abrir pelo menos mais oito unidades até o fim de 2018, entre megalojas e lojas menores, instaladas em shoppings ou na rua. O número pode ser ainda maior, porque a rede já tem 26 terrenos encaminhados para a construção de novas unidades em diversos estados, como em Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

“Queremos chegar a, pelo menos, 120 unidades até o fim do ano, mas já temos 26 terrenos encaminhados para construir novas lojas em diversos estados. Só que em muitas cidades ainda dependemos de alvarás e outras liberações para começar as obras”, afirma Luciano Hang, fundador e presidente da Havan.

SAIBA MAIS: Após boato de que marca pertencia a Lula, dono da Havan mostra a cara

Hang diz que, se a rede conseguir mais liberações, o número de inaugurações deve ser superar o de 13 unidades em 2018 e o investimento total para abertura de lojas chegar a cerca de R$ 500 milhões. O capital investido é próprio, através de financiamentos bancários.

Grande parte da expansão está concentrada em Santa Catarina, estado sede da rede, e no Paraná, primeiro estado fora de Santa Catarina a receber uma unidade da Havan. “Nos próximos dois anos, devemos abrir mais umas 20 lojas no Paraná e mais 20 em Santa Catarina”, diz Hang. A rede busca entrar em cidades onde não está instalada ou abrir novas unidades em municípios de médio e grande porte.

Rede catarinense quer dobrar de tamanho

A previsão é alcançar a meta de 200 lojas abertas até 2022. Este plano foi traçado no ano passado, quando a rede inaugurou, após 31 anos de fundação, a centésima unidade, em Rio Branco, no Acre. Agora, pretende dobrar de tamanho em cinco anos.

“É um plano ousado, mas, em 2017, tivemos um ano muito bom. A gente esperava chegar em 100 lojas e fechamos o ano com 107”, diz Hang. “2018 deve ser ainda melhor, porque 2017 começou meio tímido e depois deslanchou”, completa o empresário catarinense.

Ele também afirma que a rede cresceu 35% em 2017, contando com as lojas inauguradas, e superou a expectativa de faturamento de R$ 5 bilhões. Para 2018, a intenção é manter ou superar esse ritmo de crescimento.

Centro de compras, serviço e lazer

Além da abertura de lojas, a rede vai acelerar o seu projeto de abertura de postos de gasolina. Chamados de Posto Havan, as unidades são abertas no mesmo terreno das megalojas da rede e contam com gasolina e loja de conveniência Shell. O funcionamento é 24 horas. A empresa já tem três postos em funcionamento e, neste ano, vai abrir mais dois, todos em Santa Catarina.

A proposta é, além de aproveitar o espaço do terreno, tornar a loja da Havan um centro completo de compras e lazer. Além dos postos de gasolina, as megalojas da rede contam com praça de alimentação e, em alguns casos, opções de serviços como chaveiro, lotérica e salão de beleza. Algumas unidades têm, ainda, redes de fast-food no lado externo e salas de cinema. As salas de cinema funcionam nas unidades de Brusque (SC), Porto União (SC), Pato Branco (PR) e Arapongas (PR) e o serviço será estendido para mais seis a sete unidades em 2018.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE