Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

negócios

Mercado Livre compra startup que ajuda lojista a vender em marketplaces por R$ 36,5 milhões

É a terceira startup que o Mercado Livre adquire nos últimos dois anos, em um projeto para ampliar as soluções oferecidas aos vendedores do site

  • Infomoney
 | Becommerce/Facebook
Becommerce/Facebook
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Mercado Livre anunciou nesta quinta-feira (7) a compra de 100% das operações da startup de soluções para e-commerce Ecommet, de São Paulo, no valor de R$ 36,5 milhões. Essa é a terceira startup que o Mercado Livre adquire nos últimos dois anos. Apesar da aquisição, as operações das empresas continuarão acontecendo de maneira independente.

Uma das principais unidades de negócio da startup é a Becommerce, uma plataforma que oferece integração com marketplaces, incluindo o Mercado Livre. Com isso, os lojistas não precisam fechar um acordo com cada markeplace e gerenciar as vendas em cada um dos sites. Eles entram na Becommerce e, por lá, fazem todo o processo de cadastrado de produtos e gerenciamento de venda nos principais marketplaces do país, como Mercado Livre, Amazon, B2W e Via Varejo.

Além da Becommerce, a Ecommet tem outras unidades de negócios em áreas complementares aos serviços já oferecidos pelo grupo Mercado Livre. A startup tem uma carteira de 3 mil clientes e foi fundada por ex-vendedores do Mercado Livre.

Com a aquisição, o Mercado Livre espera, principalmente, aperfeiçoar as soluções de gestão oferecidas aos varejistas clientes da Becommerce.

Essa é a terceira startup que o Mercado Livre adquire nos últimos dois anos: no ano passado, ele comprou a Axado, do ramo de logística, em um negócio de R$ 26 milhões; antes disso, comprou a KPL Soluções, que também oferece ferramentas de gestão para e-commerce, por R$ 50 milhões.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE