Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Smartphones

Moto G6, nova geração do popular smartphone da Motorola, é lançada no Brasil

São três modelos, com preços que começam em R$ 1.099, e características requintadas, como tela grande, conector USB-C e câmeras duplas

  • Rodrigo Ghedin
Moto G6 Play e Moto G6 Plus, dois dos três modelos anunciados hoje. | Motorola/Divulgação
Moto G6 Play e Moto G6 Plus, dois dos três modelos anunciados hoje. Motorola/Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Motorola anunciou, nesta quinta (19), a nova geração do seu smartphone mais popular, o Moto G6. São três modelos com preços a partir de R$ 1.099

O Moto G6 Play é o modelo mais simples da nova família. Ele tem uma tela HD+ (1440x720 pixels) de 5,7 polegadas e se destaca pela bateria: com 4000 mAh, é a de maior capacidade entre os três modelos. Seu processador é um octa-core da Qualcomm, o Snapdragon 430. Complementam as configurações 32 GB de memória interna, 3 GB de RAM e tem câmeras simples, atrás e na frente. Disponível nas cores índigo e ouro, ele tem preço sugerido de R$ 1.099.

LEIA TAMBÉM:Novo smartphone da Samsung vem sem conexão à internet para não atrapalhar os estudos

O Moto G6, sem “sobrenome”, é a versão intermediária. A tela tem o mesmo tamanho da variante Play, mas com resolução maior — 2160x1080 —, fator que aumenta a nitidez das imagens. As memórias são idênticas (32 GB para armazenamento e 3 GB de RAM), a bateria, menor (3000 mAh), mas o processador é um pouco melhor (Snapdragon 450) e ele conta com uma câmera dupla na parte de trás, com resoluções de 12 e 5 megapixels, capaz de fazer alguns truques como desfocar o fundo. Nas cores índigo e prata, pelo preço sugerido de R$ 1.299.

O Moto G6 Plus, modelo mais completo anunciado hoje, traz alguns saltos significativos em relação aos demais. Há mais memória (64 GB para armazenamento e 4 GB de RAM) e o processador, o Snapdragon 630, está em uma categoria superior. A tela também cresce um pouco, com 5,9 polegadas. A bateria, embora não chegue ao patamar do Moto G6 Play, cresce em relação ao Moto G6: tem 3200 mAh. Ele é o único dos três com suporte a TV digital e está disponível nas cores índigo e topázio, o preço sugerido deste é de R$ 1.599.

Os três modelos têm algumas similaridades. O acabamento na parte de trás é de vidro e, segundo a Motorola, o novo “design 3D” traz um encaixe melhor na mão do usuário. Ele segue a tendência lançada, em 2017, na quarta geração do Moto X.

As telas dos três celulares, embora com diferenças de tamanho e resolução, têm proporção 18:9 (o que a Motorola chama de “tela Max Vision”), que a alonga verticalmente. Todos também contam com um carregador turbo na caixa, que acelera a recarga quando a bateria está nas últimas. Eles saem de fábrica com o Android 8.0 “Oreo”, uma das versões mais recentes do sistema do Google, quase sem alterações da fabricante. Por fim, finalmente a Motorola adotou o conector USB-C, cada vez mais comum no segmento.

Durante o evento, Sérgio Buniac, brasileiro que recentemente se tornou o CEO global da Motorola, disse que desde 2013, quando o Moto G foi lançado, a empresa já vendeu 30 milhões de unidades desse modelo somente no Brasil.

A nova família Moto G6 já está disponível para compra no site da Motorola.

Moto E5

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/04/19/Economia/Imagens/Cortadas/Moto E5-kLqH-ID000002-1024x744@GP-Web.jpg
Moto E5.Motorola/Divulgação

A Motorola aproveitou a oportunidade para mostrar o Moto E também, aparelho que se encaixa em uma categoria mais acessível. Para isso, ele não tem acabamento em vidro e conta com especificações mais simples.

O novo Moto E5 Plus tem uma bateria ainda maior, de 5000 mAh, com suporte a recarga rápida, e uma tela de 6 polegadas, porém com resolução mais baixa, de 1440x720. O Moto E5 tem tela menor (5,7 polegadas), mas, inexplicavelmente, uma resolução maior, de 2160x1080.

Ainda não há preços, nem data de lançamento para a família Moto E5.

LEIA TAMBÉM:Receita Federal leiloa celulares, câmeras e outros objetos apreendidos no Galeão

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE