Economia

Fechar
PUBLICIDADE

Declaração

Último dia de entrega do IR não provocou instabilidades no sistema

Menos de 45% dos computadores encarregados de receber os documentos chegaram a ficar ocupados no pico de recebimento, entre 15 e 16 horas

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O último dia de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2012 (ano-base 2011) ocorreu sem instabilidades no sistema de informática do Fisco, informou na segunda-feira (30) o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Segundo o órgão, menos de 45% dos computadores encarregados de receber os documentos chegaram a ficar ocupados no pico de recebimento, entre as 15h e as 16h.

Neste ano, o ritmo de envio no último dia de entrega da declaração foi cerca de 4% menor em relação a 2011. No mesmo dia do ano passado, a Receita recebeu 3.167.349 documentos. Até as 20h20 de hoje, 2.522.559 contribuintes enviaram os dados ao Fisco. O órgão espera receber informações de 568 mil pessoas físicas, o que deve fazer o número total de declarações entregues hoje fechar em torno de 3,1 milhões.

De acordo com o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o feriado prolongado fez parte dos contribuintes antecipar o envio do documento na última semana. “Nos fins de semana, o número de entregas diminui. Como estamos no meio de um feriado prolongado, o comportamento deve ter se repetido hoje”.

A entrega do IRPF 2012 termina às 23h59min59s. O contribuinte que não enviar a declaração no prazo terá de pagar multa de R$ 165,74 ou até 20% do imposto devido, prevalecendo o maior valor.

O programa gerador do documento está disponível na página da Receita Federal na internet. No mesmo endereço, o contribuinte pode baixar o programa Receitanet, necessário para transmitir a declaração ao Fisco.

Estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 23.499,15 em 2011, o que corresponde a R$ 1.807,63 por mês, incluindo o décimo terceiro salário. Também deve declarar quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tiver sido superior a R$ 40 mil.

Deve ainda preencher a declaração quem obteve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital em alienações de bens ou direitos, quem realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas ou quem obteve receita bruta com a atividade rural superior a R$ 117.495,75.

Após o prazo, o contribuinte não poderá optar pela entrega em disquetes de computador nas agências bancárias. De acordo com a Receita, só serão aceitas declarações enviadas pela internet ou em mídia removível (pen drive, disquete ou disco rígido externo) nas unidades de atendimento da Receita Federal.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais