PUBLICIDADE
Salários

Professores de Colombo decidem interromper a greve

De acordo com o APMC Sindicato, 37 das 44 escolas de ensino fundamental da cidade aderiram à paralisação dos últimos dias

Os professores da rede municipal de ensino de Colombo decidiram nesta quarta-feira (4) interromper a greve iniciada no dia 2 de abril. O sindicato da categoria aceitou a proposta da prefeitura de amortizar as perdas salariais dos últimos anos, da ordem de 19,3% segundo o Dieese, em parcelas de 4% a partir do próximo ano. O acordo beneficiará os cerca de 2 mil professores vinculados à Prefeitura.

A rede municipal de Colombo atende mais de 20 mil alunos no ensino fundamental de 1ª a 5ª série, além cerca de mil crianças nas escolas de educação infantil. De acordo com o APMC Sindicato, 37 das 44 escolas de ensino fundamental da cidade aderiram à greve dos últimos dias.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO