Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

mercado

‘Seria maravilhoso voltar ao Atlético’, diz Alberto, sobre chance de treinar o clube

Revelado para o futebol brasileiro no Furacão como jogador, Alberto já foi auxiliar-técnico na Baixada

  • Vinicius Cordeiro especial para a Gazeta do Povo
Alberto foi dispensado pelo Palmeiras ao fim do Brasileiro. | Cesar Greco/AG Palmeiras
Alberto foi dispensado pelo Palmeiras ao fim do Brasileiro. Cesar Greco/AG Palmeiras
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

“Maravilhoso”. É assim que Alberto Valentim comenta a possibilidade de voltar ao Atlético. Após a saída do Palmeiras e a demissão do técnico Fabiano Soares do Furacão, Valentim se tornou um nome para assumir o comando técnico do Rubro-Negro para 2018.

“Eu gosto muito do Atlético. Todo mundo sabe da identificação que eu tenho com o clube e do carinho que eu tenho aí. Eu joguei, vivi emoções diferentes. Encerrei minha carreira [como jogador], comecei minha carreira como treinador sendo auxiliar no clube... Conheço todo mundo e tenho muitos amigos. Seria maravilhoso voltar, mas ainda não recebi nenhuma ligação”, declarou em entrevista à Gazeta do Povo.

Além do histórico, Alberto ainda tem uma boa relação com Mario Celso Petraglia, homem forte do Furacão. Ainda em São Paulo e saindo de férias com a família, ele admitiu o carinho que sente pelo Atlético e pelo Palmeiras, mas diz que está aberto para negociações.

“Eu tive propostas de dois clubes antes do campeonato terminar, mas não quis conversar na época porque a competição ainda estava em andamento. Agora vou esperar e estou aberto a ouvir os clubes que querem me contratar”, completou.

Alberto defendeu a camisa atleticana entre 96 e 99, além de ter feito parte da comissão técnica do Rubro-Negro entre 2012 e 2013. No início de 2014 ele acertou sua ida para o Palmeiras, onde atuou como auxiliar-técnico e treinador.

Neste ano, foi o comandante do RB Brasil durante o Campeonato Paulista, que acabou eliminado na primeira fase, e retornou ao Allianz Parque como auxiliar de Cuca, em junho. Após a demissão do técnico palmeirense, em outubro, esteve à frente do banco de reservas do clube paulista nas 11 rodadas finais da Série A. No total, Alberto soma 20 jogos como técnico do Palmeiras, sendo 11 vitórias, dois empates e sete derrotas.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE