Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Copa

Peso da bola oficial preocupa

  • Carlos Eduardo Vicelli e Marcio Reinecken
Entenda como é feita a bola oficial da Copa do Mundo |
Entenda como é feita a bola oficial da Copa do Mundo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A bola oficial que será utilizada na África do Sul foi lançada no dia 9 de dezembro do ano passado. Mas apenas ontem pela manhã, mais de cinco meses de­­pois, os jogadores da seleção brasileira tiveram o primeiro contato com a principal personagem do Mundial.

À primeira vista, está mais moderna. Tem onze cores, lembra a bandeira do país sede, mas é o branco que ainda predomina. Já o mais curioso é que os go­­mos fo­­ram feitos no formato ovalado (veja ilustração clicando no link abaixo), para melhorar a aderência, precisão e estabilidade.

Contudo, no CT do Caju, a prin­­­­cipal diferença sentida pelos atletas foi o peso. “Ela é um pouco mais leve. Mas temos bastante tem­­po para treinar e nos adaptar. Mais difícil vai ser para os goleiros”, afirmou o atacante Nilmar.

De acordo com a Adidas, o grande trunfo de sua 11.ª bola feita para uma Copa é o fato de ela não permitir infiltração de água, o que a man­­terá inalterada, independentemente das condições climáticas. No primeiro teste, com o campo do CT do Caju molhado, foi aprovada.

Quem treina com ela há mais tempo discordou. “É a pior bola com que eu já joguei. Parece a­­quelas de plástico que as crianças usam na praia’’, declarou Marcus Hahnemann, goleiro dos EUA.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

  1. Rogério Bacellar falou sobre diversos temas do dia a dia do Coritiba. | Antônio More/Gazeta do Povo

    balanço

    Rebaixamento, Belletti, novo Couto, alemão: as explicações de Bacellar para a torcida do Coxa

  2. Coritiba levantou a taça do Estadual em 2017. | Albari Rosa/Gazeta do Povo

    estadual 2018

    Pelo WhatsApp, e sem Atlético e Coritiba, clubes ajustam nova fórmula do Paranaense

  3.  | Albari Rosa/Gazeta do Povo

    departamento médico

    Guilherme Biteco só volta ao Paraná em 2018

PUBLICIDADE