Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Curitiba

Fechar
PUBLICIDADE

Planejamento

Definição sobre feriado em jogos da Copa na capital fica para dezembro

Vereadores vão esperar sorteio das chaves do Mundial da Fifa para retomar o assunto. Decisão final depende da vinda de seleções tradicionais

 |
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Motivo de polêmica entre os comerciantes, a proposta de se decretar feriado nos dias de jogos da Copa do Mundo de 2014 em Curitiba será analisada somente em dezembro. A Comissão Especial da Copa da Câmara Municipal decidiu deixar as discussões de molho até que ocorra o sorteio final dos grupos do torneio, no dia 6 de dezembro, na Costa do Sauípe (BA). Após a distribuição das seleções, será possível saber quais equipes passarão pela Arena da Baixada nos quatro dias de jogos.

INFOGRÁFICO: Confira como fica o calendário de jogos em Curitiba

Para o presidente da comissão, o vereador Paulo Rink (PPS), a definição das chaves é essencial para analisar a real necessidade de fechamento do comércio e formatar o projeto que será levado à discussão na Câmara. O feriado é defendido pelas secretaria municipais de Trânsito (Setran) e da Copa (Secopa) como alternativa para minimizar os problemas de trânsito nos dias de jogos.

"A preocupação é a restrição [de pessoas e veículos] em torno da Arena. Se vierem para cá seleções de menor expressão, acho que conseguimos englobar o jogo no dia a dia da cidade. Mas, se forem seleções de grande porte ou de países vizinhos, haverá um fluxo maior de pessoas e teremos que tomar as medidas necessárias", explica Rink.

Até o momento, não é possível cravar quais equipes disputarão as partidas em Curitiba. Sabe-se apenas que um dos jogos, no dia 23 de junho (uma segunda-feira), contará com uma seleção cabeça de chave (do grupo B) e, portanto, de "maior expressão". Nas Copas de 2010 e 2006, essa posição foi ocupada pelas equipes da Argentina e da Inglaterra, por exemplo.

Seleção brasileira

No mesmo dia, porém, será realizada uma partida da seleção brasileira com forte possibilidade de haver feriado nacional – o que tornará a discussão local irrelevante. Para as outras três datas, a Câmara estuda alternativas diversas, como decretar feriado somente para partidas específicas ou implantar um feriado "setorizado", com o fechamento do comércio restrito aos bairros ao redor da Arena – medida que foi implantada recentemente no Rio de Janeiro, durante a Copa das Confederações em junho deste ano.

A Setran e a Secopa não se pronunciam oficialmente a respeito. Afirmam somente que aguardarão o posicionamento dos vereadores. Apesar de a Setran garantir que trabalha com as duas possibilidades (de haver feriado ou não), o adiamento coloca mais pressão sobre o planejamento logístico do evento.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais