Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

estádio

De saída, Alceni garante ‘legado do novo Couto’ para próxima gestão do Coritiba

  • Daniel Malucelli
Alceni Guerra ficou encarregado dos projetos do Novo Couto. | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Alceni Guerra ficou encarregado dos projetos do Novo Couto. Daniel Castellano/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Não foi só o presidente Rogério Bacellar que deu explicações sobre o rebaixamento do Coritiba nesta terça-feira (5). O vice Alceni Guerra, responsável pelos projetos de construção de um novo estádio para o clube, se defendeu ao garantir que deixará um legado para a próxima gestão. O Coxa escolhe um novo presidente no próximo sábado (9).

“Nós tínhamos um veto da Prefeitura que vinha de gestões anteriores para construir ou reconstruir um estádio. O mérito da nossa gestão foi conseguir com a comissão de urbanismo a autorização para o uso de solo para construir um estádio no Alto da Glória. O projeto do Luiz Bacoccini é de um belíssimo estádio como não existe no Brasil”, afirmou Guerra, citando o arquiteto responsável pelo principal projeto do novo Couto Pereira.

VEJA TAMBÉM: Álbum de figurinhas do novo estádio do Coritiba: qual o seu projeto preferido?

O dirigente também reforçou a opinião dele de que o Couto está ultrapassado. Segundo Guerra, esta é uma das causas da instabilidade alviverde nos últimos anos.

“Eu tenho a convicção que nosso estádio de 70 anos já deu o que tinha que dar. Ele é desconfortável para você trazer crianças, mulheres e pessoas que têm deficiência de locomoção. É um estádio que vai custar muito caro daqui para frente com reformas. Nós sempre estivemos em primeiro lugar no estado porque tínhamos o melhor estádio. E nós não temos mais. Nós temos que reconstruir essa parte do Coritiba. E eu vou passar para a próxima gestão as propostas de financiamento. Mas quem vai decidir é o futuro presidente”, prometeu.

LEIA MAIS: conheça o arquiteto contratado para revolucionar o Coritiba

Por fim, Guerra também exaltou as negociações de televisão que o Coxa fez com o canal Esporte Interativo para o período de 2019 a 2024.

“Eu também fui encarregado das negociações dos direitos de televisão e tenho orgulho de sair do Coritiba podendo dizer que, se nós voltarmos para Primeira Divisão em 2019, nós teremos uma arrecadação fabulosa de televisão. Tínhamos R$ 25 milhões em 2015 e vamos ficar ganhar com cerca de R$ 100 milhões em 2019. Para isso precisamos voltar para a Série A”, finalizou.

***

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE