Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

brasileirão

Em clima de adeus no clube, Coritiba luta pela permanência na Série A diante da Chape

Será a última partida da “Era Bacellar’ e parte do elenco do Coritiba

  • Julio Filho
Kléber deve aparecer como titular diante da Chape. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Kléber deve aparecer como titular diante da Chape. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Novamente assombrado pelo risco de rebaixamento, o Coritiba visita a Chapecoense, domingo (3), às 17 horas, na Arena Condá, na rodada final do Brasileirão. O duelo com a Chape tem clima generalizado de despedida. Ele põe fim à “Era Bacellar” no Alto da Glória, assim como à de grande parte do elenco.

Com um ponto de vantagem para a degola, o Coxa depende apenas de si para escapar. A equipe comandada por Marcelo Oliveira é a primeira fora da ZR, com 43 pontos. Mesmo número do Vitória, mas os baianos levam vantagem nos critérios de desempate. Avaí e Sport estão logo atrás, com 41. Desses quatro times, dois cairão. Atlético-GO e Ponte Preta já estão rebaixados.

TABELA: Veja os jogos da última rodada e a classificação do Brasileirão

De qualquer maneira, independentemente de queda ou permanência alviverde, são poucos os integrantes do atual Coritiba que farão parte do projeto coxa-branca para 2018.

Leia também: Micos! As dez piores contratações de Atlético, Coritiba e Paraná em 2017

O ambiente de despedida começa pela diretoria. O Alviverde terá eleição presidencial em 9 de dezembro. O presidente Rogério Bacellar não concorrerá. Ele também não lançou uma chapa de situação. Homem do futebol nesta reta final de mandato, Ernesto Pedroso já adiantou que não seguirá no Coxa.

Assim como o ex-jogador Juliano Belletti, um dos nomes mais simbólicos da atual gestão, que já deixou o cargo de diretor internacional. Clima de adeus que, por extensão, abrange o elenco.

A permanência de Oliveira e da atual comissão técnica é incerta, assim como a de 22 atletas cujos contratos terminam em dezembro. Eles podem seguir o mesmo rumo do G5 liderado por Bacellar, que apenas conta os dias para deixar o clube.

Panorama de incertezas do qual o clube tentou blindar os atletas antes da decisão em Chapecó. O Coxa fechou os treinos e não concedeu entrevistas durante a semana. O clima é de concentração total.

Leia também: Expectativa do Coritiba de seguir na Série A passa por Kléber Gladiador

Para a partida, Oliveira não contará com o zagueiro Werley, suspenso. Marcio é cotado para a vaga.O meia Yan Sasse também está fora, após o terceiro amarelo. Em sua vaga, Oliveira pode apostar na entrada do meia Rafael Longuine.

Além disso, o volante Alan Santos, o lateral-direito Dodô, o lateral-esquerdo William Matheus e o atacante Henrique Almeida foram vetados pelo departamento médico. Por outro lado, o comandante conta com os retornos do lateral-direito Léo e do atacante Kléber Gladiador.

Ficha técnica

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Elicarlos (Moisés Ribeiro), Luiz Antônio, Canteros e João Pedro; Arthur e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

Coritiba: Wilson; Léo, Márcio, Cleber Reis e Thiago Carleto; Jonas, Edinho (João Paulo), Tiago Real e Longuine; Rildo e Kléber. Técnico: Marcelo Oliveira.

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (SP - Fifa), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (SP - Fifa) e Alex Ang Ribeiro (SP).

Fique de olho

Wilson

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/12/02/Esportes/Imagens/Cortadas/Treino_Coritiba - MA-4-kjH-ID000002-1024x341@GP-Web.jpg
Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O goleiro será novamente crucial para o Coritiba na dramática batalha contra a queda para a Série B. Além de cobrador oficial de pênaltis, Wilson foi o grande destaque alviverde no Brasileirão.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE