Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

gestão

Ex-capitão, gerente Pereira chega para garantir ‘saúde do vestiário’ no Coritiba

Dentro de campo, Pereira foi capitão do Coxa e conquistou a Série B (2010) e o tetracampeonato paranaense no Alto da Glória

  • Daniel Malucelli
Ex-zagueiro, Pereira terá sua primeira experiência como gerente de futebol. | Daniel Caron/Gazeta do Povo
Ex-zagueiro, Pereira terá sua primeira experiência como gerente de futebol. Daniel Caron/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A missão do novo gerente de futebol do Coritiba, o ex-atleta Pereira, será cuidar da “saúde do vestiário” coxa-branca.

“As coisas no Coritiba esse ano tem tudo para serem diferentes. Todas as decisões serão tomadas em conjunto e dentro de um consenso. Eu vou estar presente no dia a dia, fazendo o elo entre diretoria e comissão técnica. E estarei cuidando da saúde do vestiário, que é um ponto importante”, promete Pereira.

>> PARANAENSE 2018: confira a tabela do Estadual

>> MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

Na última temporada, o vestiário coxa-branca ‘ferveu’ durante a campanha do rebaixamento para a Série B. Os episódios mais marcantes foram protagonizados pelo atacante Kléber, que cobrou mais vontade do grupo às vésperas do Atletiba; pelo lateral-direito Dodô, que bateu boca com um torcedor nas redes sociais; e pelo meia Anderson, afastado por ‘falta de apetite’ por Marcelo Oliveira.

Será a primeira experiência de Pereira como gerente de futebol. Jogador alviverde entre 2009 e 2013, ele marcou 23 gols com a camisa coxa-branca, sendo até hoje o maior “zagueiro-artilheiro” da história alviverde. Pereira também foi capitão do time e conquistou a Série B (2010) e o tetracampeonato paranaense (2010, 2011, 2012 e 2013) no Alto da Glória.

“O que me fez voltar ao Coritiba foi a gratidão. Desde a época de atleta eu estava me preparando. Vou fazer o que indiretamente já estava fazendo como atleta. Quero passar o espírito de liderança ao grupo. Meu conhecimento é empírico”, afirma Pereira. Seu último clube como jogador foi o Juventude, em 2015.

O Alviverde aposta em ex-jogadores identificados com o clube para gerir o departamento de futebol. Além de Pereira, o técnico Sandro Forner e os auxiliares Tcheco e Marcio Goiano também atuaram no Coxa.

“Faz bastante diferença ter jogadores identificados com o clube. Eu já havia recebido um convite antes, mas recusei por não ter o conhecimento do clube em questão. Já aqui, por tudo o que eu vivi , sei como as coisas funcionam”, finaliza Pereira.

VEJA TAMBÉM:

>> COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR: confira a tabela completa da competição

>> MERCADO DA BOLA INTERNACIONAL: siga a janela de transferências na Europa

>> LIBERTADORES: veja como ficaram os grupos e os duelos da fase preliminar

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental

>> COPA DO BRASIL: confira o chaveamento completo do torneio

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE