Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

copa do brasil

Atlético perde pênalti e fica no empate com o Santa Cruz

  • Daniel Malucelli e Luana Kaseker, especial para a Gazeta do Povo
Grafite completou mais uma partida sem marcar pelo Atlético. | CLELIO TOMAZ/ESTADÃO CONTEÚDO
Grafite completou mais uma partida sem marcar pelo Atlético. CLELIO TOMAZ/ESTADÃO CONTEÚDO
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético estreou nas oitavas de final da Copa do Brasil com um empate por 0 a 0 contra o Santa Cruz, nesta quarta-feira (10), no Arruda. A atuação aumenta a pressão sobre o time do técnico Paulo Autuori, que novamente não convenceu e chegou ao quarto jogo seguido sem marcar gols. Mas diferente das últimas três partidas (contra Coritiba duas vezes e San Lorenzo), o Furacão criou mais chances.

TABELA: confira os resultados das oitavas de final da Copa do Brasil

O Rubro-Negro chegou, inclusive, a ter um pênalti aos 20’/2º, mas o meia Rossetto parou no goleiro Júlio César. Minutos antes, aos 7’/2º, o lateral Sidcley, que entrou na etapa final atuando no meio de campo e ainda acertou uma bola na trave. No primeiro tempo, o atacante Grafite comprovou a má fase: teve duas boas chances de marcar, mas sem êxito.

A volta do mata-mata será daqui a três semanas, dia 31 de maio, quarta-feira, às 19h30, na Arena da Baixada. O Rubro-Negro precisa de uma vitória simples para se classificar.

No próximo domingo (14), às 16h, o Furacão visita o Bahia, na Fonte Nova, na estreia no Brasileirão. Na quarta-feira seguinte (17), às 21h45, o time enfrenta a Universidad Católica, no Chile, em um jogo que definirá a classificação ou eliminação rubro-negra da Libertadores.

LANCE A LANCE: Veja como foi Santa Cruz x Atlético

Confira quem foram os destaques da partida:

Craque

Julio César

O goleiro do Santa Cruz foi o responsável por salvar o Santa Cruz da derrota. O arqueiro caiu para o lado certo e defendeu o pênalti cobrado por Matheus Rossetto no segundo tempo.

Bonde

Lucho González

O volante do Furacão não teve uma boa atuação. Errou passes, não conseguiu criar jogadas e saiu no intervalo da partida, dando lugar a Sidcley.

Guerreiro

Yago

O atacante foi quem mais apareceu no jogo. Criou chances, alimentou os atacantes, mas não foi o suficiente para tirar o zero do placar.

Chave do jogo

Falta de criatividade

Os dois times tiveram dificuldades na criação de jogadas. Tanto que as melhores oportunidades foram em bolas paradas. O Furacão, inclusive, perdeu um pênalti com Matheus Rossetto. O placar zerado traduziu bem o que foi o jogo.

Cartões

Amarelos: Bruno Silva e Vitor (Santa Cruz); Wanderson, Nicolas e Gustavo Cascardo (Atlético)

Próximos jogos:

Santa Cruz: Criciúma (fora); Guarani (casa); CRB (fora) – todos os jogos pela Série B

Atlético: Bahia (fora/Brasileiro); Universidad Católica (fora/Libertadores); Grêmio (casa/Brasileiro)

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE