PUBLICIDADE
Série B

ASA vira e mantém tabu diante do ABC

Em dez partidas entre as duas equipes, foram cinco derrotas dos alagoanos e cinco empates

No dia em que completou 97 anos de existência, o ABC recebeu um presente de grego. Nesta sexta-feira, o time potiguar perdeu para o ASA por 3 a 1, de virada, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O resultado aumentou ainda mais o tabu histórico do ABC, que jamais venceu o ASA. Em dez partidas, foram cinco derrotas e cinco empates. O time alagoano chegou aos dez pontos, assumiu o 12.° lugar e se distanciou da zona de rebaixamento, passando o próprio adversário desta sexta, que estacionou nos nove pontos, sendo o 13.° colocado.

O jogo

O primeiro tempo foi bastante motivado e o time potiguar saiu na frente aos 29 minutos. Quando todos esperavam o cruzamento, Raul surpreendeu Gilson e cobrou a falta direto, tanto que o goleiro sequer saltou na bola. Mas a alegria durou pouco e o empate aconteceu seis minutos depois. Danilo Cruz tabelou com Lúcio Maranhão e bateu no ângulo de Camilo.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Chiquinho Baiano fez grande jogada pela esquerda e cruzou na cabeça de Lúcio Maranhão que livre de marcação completou para o gol. Oito minutos depois Roberto Jacaré deixou dois marcadores para trás e soltou a bomba de fora da área, acertando o ângulo de Camilo. Depois disso, o time alagoano recuou, enquanto que o ABC pressionou, mas sem sucesso.

O ASA volta a campo na próxima sexta contra o Avaí, às 21 horas, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela nona rodada. No dia seguinte, o ABC recebe o Vitória, às 16h20, no estádio Frasqueirão, em Natal.

FICHA TÉCNICA:

ASA 3 x 1 ABC

ASA - Gilson; Gaúcho, Audálio (Jorginho) e Fabiano; Maicon, Cal, Didira, Valdívia (Roberto Jacaré), Danilo Cruz (Élvis) e Chiquinho Baiano; Lúcio Maranhão. Técnico: Heriberto da Cunha.

ABC - Camilo; Edson, Flávio Boaventura, Eduardo e Renatinho Potiguar; Alisson, Bileu, Erivelton e Raul (Anderson Costa); Joelson (Alexandre) e Adriano Pardal (Éderson). Técnico: Márcio Goiano.

GOLS - Raul, aos 29, e Danilo Cruz, aos 35 minutos do primeiro tempo; Lúcio Maranhão, a 1, e Roberto Jacaré, aos 9 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cal, Roberto Jacaré, Audálio, Chiquinho Baiano e Lúcio Maranhão (ASA); Renatinho Potiguar e Adriano Pardal (ABC).

ÁRBITRO - Renato Cardoso da Conceição (MG).

RENDA - R$ 15.165,00.

PÚBLICO - 1.688 pagantes.

LOCAL - Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL).

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO