Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

aposta

“El Maestrico”, Gonzalez ganha moral no Coritiba

Meia venezuelano saiu aplaudido de campo no último jogo do Coxa e será titular mais uma vez no duelo contra o Juventude, na Copa do Brasil

  • Robson Martins
César Gonzalez abriu mão da Copa América para ganhar sequência no Coritiba. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
César Gonzalez abriu mão da Copa América para ganhar sequência no Coritiba. Jonathan Campos/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Coritiba depende de uma vitória por dois gols de diferença contra o Juventude, na quinta-feira (19), às 19h15, no Couto Pereira, para se classificar à próxima fase da Copa do Brasil. Uma das apostas do Coxa para o duelo é o meia venezuelano César Gonzalez, apelidado em seu país de “El Maestrico”.

O jogador de 33 anos foi titular da equipe alviverde na estreia no Brasileirão – vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro. Ele teve boa participação na partida e, ao ser substituído na etapa final, foi aplaudido pela torcida.

A expectativa é por uma parceria de sucesso entre clube e atleta. O Coritiba empenhou-se para trazer Gonzalez, mesmo sabendo que não teria tempo de inscrevê-lo no Campeonato Paranaense. O vice-presidente coxa-branca, Alceni Guerra, chegou a afirmar que o venezuelano é “o principal jogador contratado para essa temporada”.

Por outro lado, “El Maestrico”, que desde 2013 estava no Deportivo Táchira, também aposta suas fichas no Coritiba. Ele demonstrou isso ao pedir dispensa da seleção da Venezuela que disputará a Copa América Centenário, em junho. A prioridade é se adaptar melhor e mais rápido ao time do Alto da Glória.

“Quando ele começou a treinar aqui ,eu já vi que era um bom jogador. Eu gosto de jogar com meias assim. Ele aparece toda hora para dar opção de passe e isso é muito bom”, elogia o atacante Vinícius.

O companheiro ainda destaca o lado ‘brigador’ de Gonzalez dentro de campo, ao disputar tanto as bolas aéreas como no chão com muita vontade. Ele aposta em uma evolução cada vez maior do meia à medida que ganhar ritmo de jogo e se adaptar ao Brasil, aprendendo o português, por exemplo.

“O Gonzalez está começando a entender a língua, mas deixamos fácil para ele. Já estamos entrosando, trocando uma ideia, ele está climatizado”, garante Vinícius. “Vai ser um cara que vai nos ajudar muito mesmo”, emenda.

Os elogios não se resumem apenas aos companheiros de ataque de El Maestrico. “Com o tempo, o Gonzalez vai demonstrando a sua qualidade. Vai se soltar mais ainda”, diz o zagueiro Rafael Marques, confiante no sucesso do venezuelano no Alviverde.

o que você achou?

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE