Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

PESQUISA

Pesquisa revela que torcida do Atlético ampliou vantagem sobre a do Coritiba

Levantamento da Paraná Pesquisas mostra Atlético se distanciando dos rivais Coritiba e Paraná em número de torcedores em Curitiba

  • Fernando Rudnick
Torcedores do Furacão representam 31,2% dos consultados pela pesquisa, contra 26,7% de alviverdes. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Torcedores do Furacão representam 31,2% dos consultados pela pesquisa, contra 26,7% de alviverdes. Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Curitiba é mais rubro-negra do que alviverde – e agora o horizonte está ainda mais vermelho e preto. Levantamento da Paraná Pesquisas, encomendado pela Gazeta do Povo, indica que o Atlético tem a preferência de 31,2% dos torcedores ou simpatizantes de clubes de futebol da cidade. O rival Coritiba foi a resposta de 26,7%. Torcedores do Paraná somam 9%. A pesquisa ouviu 951 pessoas entre 13 e 16 de dezembro e a margem de erro é de 3%.

INFOGRÁFICO: Confira todos os dados da pesquisa sobre as torcidas de Atlético, Coritiba e Paraná

A vantagem atleticana (4,5%) é a maior desde 2008 em pequisa semelhante do mesmo instituto. Na ocasião, o placar apontava 24,6% contra 21,3% a favor do Furacão – diferença de 3,3%. Em 2012, a margem pró Atlético foi de apenas 1,01% (22,55% contra 21,54%), mas a amostragem foi maior. Ao todo, foram 15.034 entrevistas ao longo do ano.

Para o diretor da Paraná Pequisas, Murilo Hidalgo, a diferença na preferência clubística da capital tende a aumentar se o cenário continuar como está. “O Atlético ampliou a vantagem. É o resultado do que acontece dentro e fora de campo. E tem uma tendência de crescimento. Se o Coritiba não melhorar, fica para trás”, ressalta.

O presidente do Atlético, Luiz Sallim Emed, segue a mesma linha de pensamento. Na opinião dele, a estrutura que o clube construiu tem feito diferença na conquista de novos torcedores.

“Penso que isso vai se acentuar com o tempo, sem provocação. Felizmente, o Atlético se encontra um patamar acima do Coritiba. Eles terão de fazer muito investimento em infraestrutura, estádio, coisa que já fizemos. E nós vamos conseguir investir mais em futebol”, opina.

A margem de erro de 3% poderia apontar desde um empate técnico a até uma superioridade ainda maior do Furacão. Em todos os casos, o vice-presidente do Coxa, Alceni Guerra, reconhece que a questão relacionada ao estádio é importante e coloca o rival em vantagem.

“Precisamos ficar atentos. Nosso rival tem um estádio moderno, confortável, enquanto o nosso tem 60, 70 anos e estamos tomando a decisão de ter algo novo”, diz o dirigente, apesar de não acreditar que o Furacão tenha mais adeptos que o Alviverde.

“Sempre convivi com a torcida do Coritiba maior e mais fanática. Isso é testado em campo”, rebate.

Outro dado da pesquisa diz respeito à frequência de quem se disse torcedor ou simpatizante nos estádios. Apenas 15,2% daqueles que têm um time do coração na capital paranaense afirmaram que costumam comparecer aos jogos – 84,8% admitiram não são frequentadores assíduos.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE