Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

mma

Vítima do surto de dengue em Paranaguá, John Lineker tem luta cancelada no UFC de domingo

  • Fernando Rudnick
Lineker é o segundo atleta paranaense que teve caso de dengue confirmado neste ano | Jonathan campos/Gazeta do Povo
Lineker é o segundo atleta paranaense que teve caso de dengue confirmado neste ano Jonathan campos/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A epidemia de dengue em Paranaguá tirou o lutador do UFC John Lineker de combate. Literalmente.

Com luta marcada para domingo (21), em Pittsburgh, nos Estados Unidos, o atleta natural de Paranaguá, no Litoral paranaense, precisou cancelar viagem ao descobrir que está com a doença. Ele começou a sentir os sintomas na sexta-feira (12), mas só no domingo (14) teve a confirmação de que virou mais uma vítima do mosquito Aedes aegypti.

“Pensei que fosse só uma virose”, comentou o lutador, que iria para sua décima apresentação no octógono americano.

Assim que foi comunicado da situação, o UFC adiou o combate com o americano Cody Garbrandt. Com sete vitórias e duas derrotas no Ultimate, Lineker faria sua segunda luta no peso-galo (até 61 kg).

Na estreia, em setembro de 2015, finalizou o americano Francisco Rivera no primeiro round. Antes disso, entre os moscas (até 57 kg), o paranaense acumulou seis triunfos em oito disputas desde 2012, sequência que garantiria uma disputa de cinturão caso o atleta não tivesse problemas recorrente para bater o peso da categoria.

“A expectativa de voltar aos treinos é entre 15 e 20 dias”, diz o paranaense de 25 anos, que ainda não sabe para quando o duelo com Garbrandt será remarcado.

Lineker não foi o primeiro atleta paranaense a sofrer com a doença em 2016. O volante Adrian, do Foz do Iguaçu, não enfrentou o Coritiba no início do mês após exames clínicos confirmarem o quadro de dengue. Na ocasião, diversos jogadores da equipe também foram para o hospital por causa de virose.

Paranaguá concentra a maior parte dos casos de dengue no estado – segundo a Secretaria Estadual de Saúde, são 931 confirmados entre 31 de dezembro de 2015 e 5 de fevereiro de 2016. Dos seis óbitos relacionados à doença no Paraná, quatro aconteceram no município portuário.

o que você achou?

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE