Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Libertadores

Presidente do Paraná nega contato com Atlético para empréstimo da Vila

  • Vinicius Cordeiro, especial para a Gazeta do Povo
Vila Capanema já recebeu partida de oitavas de final da Libertadores. | GIULIANO GOMES
Vila Capanema já recebeu partida de oitavas de final da Libertadores. GIULIANO GOMES
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, negou nesta terça-feira (19) que tenha recebido contato de qualquer representante do Atlético para tratar do possível empréstimo da Vila Capanema ao Rubro-Negro. O Furacão pode tentar alugar o estádio paranista para o confronto diante o Santos, pelas oitavas de final da Libertadores.

“Tem várias mensagens no meu celular de pessoas perguntando sobre isso, mas não tem nada”, declarou o dirigente tricolor, por telefone, à Gazeta do Povo.

O Atlético não poderá jogar na Arena da Baixada na data confirmada pela Conmebol , na quarta-feira (5/7), por ter cedido o estádio para a disputa da fase final da Liga Mundial de Vôlei, entre dia 24 de junho e 11 de julho. Dessa forma, a cúpula atleticana está trabalhando para solucionar o problema.

LEIA TAMBÉM: Coritiba vetou empréstimo de Couto ao Atlético na Libertadores; veja documento

De acordo com o regulamento da competição continental, o local do duelo mata-mata deve ter capacidade para, no mínimo, 20.000 torcedores.

Porém, a capacidade da Vila Capanema é controversa. De acordo com a Federação Paranaense de Futebol (FPF), que apresenta os laudos mais recentes por ter sido realizada vistoria para o Paranaense, o estádio pode receber 14.660 pessoas.

Já o site oficial do Paraná informa que a capacidade é de 17 mil espectadores. Por fim, segundo o site oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Vila comporta 20.083 pessoas em uma partida de futebol.

Em 2007, quando esteve na Libertadores, o Tricolor conseguiu mandar seu jogo nas oitavas de final, contra o Libertad, no próprio estádio.

Vila Belmiro

O Atlético também pode tentar complicar o adversário paulista apresentando o argumento de que a Vila Belmiro não vende ingressos para mais de 20 mil pessoas. Apesar disso, a capacidade do estádio é de 21.360 pessoas, de acordo com o laudo de segurança presente no site oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF). O documento foi aprovado em 2016 e é válido até 30 de novembro deste ano.

O presidente do Coritiba, Rogério Bacellar, já se manifestou e garantiu que o Alviverde não emprestará o Couto Pereira para a realização da partida porque o gramado deverá estar sendo trocado.

Assim, o Rubro-Negro mantém o mistério em relação à questão e continua trabalhando nos bastidores para chegar a uma solução.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE