Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Libertadores

Presidente do Paraná nega contato com Atlético para empréstimo da Vila

Vila Capanema já recebeu partida de oitavas de final da Libertadores. | GIULIANO GOMES
Vila Capanema já recebeu partida de oitavas de final da Libertadores. GIULIANO GOMES
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, negou nesta terça-feira (19) que tenha recebido contato de qualquer representante do Atlético para tratar do possível empréstimo da Vila Capanema ao Rubro-Negro. O Furacão pode tentar alugar o estádio paranista para o confronto diante o Santos, pelas oitavas de final da Libertadores.

“Tem várias mensagens no meu celular de pessoas perguntando sobre isso, mas não tem nada”, declarou o dirigente tricolor, por telefone, à Gazeta do Povo.

O Atlético não poderá jogar na Arena da Baixada na data confirmada pela Conmebol , na quarta-feira (5/7), por ter cedido o estádio para a disputa da fase final da Liga Mundial de Vôlei, entre dia 24 de junho e 11 de julho. Dessa forma, a cúpula atleticana está trabalhando para solucionar o problema.

LEIA TAMBÉM: Coritiba vetou empréstimo de Couto ao Atlético na Libertadores; veja documento

De acordo com o regulamento da competição continental, o local do duelo mata-mata deve ter capacidade para, no mínimo, 20.000 torcedores.

Porém, a capacidade da Vila Capanema é controversa. De acordo com a Federação Paranaense de Futebol (FPF), que apresenta os laudos mais recentes por ter sido realizada vistoria para o Paranaense, o estádio pode receber 14.660 pessoas.

Já o site oficial do Paraná informa que a capacidade é de 17 mil espectadores. Por fim, segundo o site oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Vila comporta 20.083 pessoas em uma partida de futebol.

Em 2007, quando esteve na Libertadores, o Tricolor conseguiu mandar seu jogo nas oitavas de final, contra o Libertad, no próprio estádio.

Vila Belmiro

O Atlético também pode tentar complicar o adversário paulista apresentando o argumento de que a Vila Belmiro não vende ingressos para mais de 20 mil pessoas. Apesar disso, a capacidade do estádio é de 21.360 pessoas, de acordo com o laudo de segurança presente no site oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF). O documento foi aprovado em 2016 e é válido até 30 de novembro deste ano.

O presidente do Coritiba, Rogério Bacellar, já se manifestou e garantiu que o Alviverde não emprestará o Couto Pereira para a realização da partida porque o gramado deverá estar sendo trocado.

Assim, o Rubro-Negro mantém o mistério em relação à questão e continua trabalhando nos bastidores para chegar a uma solução.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE