PUBLICIDADE
Resgatadores trabalham para recolher os corpos das vítimas do desastre ocorrido em uma rodovia da Nigéria, próxima à cidade de Port Harcourt. Presidente Goodluck Jonathan lamentou o ocorrido |
Resgatadores trabalham para recolher os corpos das vítimas do desastre ocorrido em uma rodovia da Nigéria, próxima à cidade de Port Harcourt. Presidente Goodluck Jonathan lamentou o ocorrido
Tragédia

Caminhão cai em vala na Nigéria, explode e mata cem

Veículo transportava combustível e vítimas morreram enquanto tentavam saquear a carga; autoridades não divulgaram números finais

Texto publicado na edição impressa de 13 de julho de 2012

Caminhão cai em vala na Nigéria, explode e mata cem Ampliar

Um caminhão-tanque pegou fogo e explodiu ontem na Nigéria, pouco depois de cair numa vala, matando mais de cem pessoas que haviam corrido até o local para saquear o combustível. Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas no incidente no Delta no Rio Níger, sul do país, disse a porta-voz do Estado de Rivers, Ibim Semenitari.

Há crianças entre os mortos e dezenas de pessoas sofreram queimaduras graves. Militares, que chegaram ao local logo após o acidente, disseram que uma explosão poderia começar a qualquer momento, mas foram ignorados.

O caminhão-tanque desviou na estrada para não bater com três veículos que vinham na direção contrária e caiu numa vala. O veículo virou, o que provocou o vazamento de combustível, atraindo os moradores próximos.

Semenitari disse que o incêndio foi apagado, mas serviços de emergência ainda estavam no local para retirar os corpos. “Mais de cem pessoas foram mortas no inferno do caminhão-tanque e cerca de 50 tiveram queimaduras graves e foram hospitalizadas”, disse ela.

Tendo em vista a gravidade do estado de algumas pessoas que foram hospitalizadas, o número de mortos deve subir, disse Semenitari.

“Existe a possibilidade de perdermos mais 10 a 15 pessoas, que estão em estado muito ruim”, afirmou ela.

Testemunhas disseram que­­ alguns corpos carboniza­­dos­­ eram vistos na área horas­­ de­­pois da explosão, dentre eles­­ os de crianças. “O que es­­ses pequenos sabem sobre­­ pegar­­ combustível?”, indagou­­ Alagoa Morris, coordenador­­ do grupo de defesa Oil Watch Nigéria.

Segundo ele, algumas mulheres correram para o local da explosão, procurando desesperadamente por seus parentes. A posição de alguns corpos indicam que as vítimas tentavam fugir quando foram atingidas pelo fogo, disse Morris.

Apesar das décadas de produção petrolífera na região, a maioria dos que vivem no delta continua desesperadamente pobre e não tem acesso a cuidados médicos, educação ou trabalho. A raiva por causa desta situação faz com que, em várias ocasiões, jovens ataquem empresas de petróleo estrangeiras instaladas no local e roubem combustível dos oleodutos.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO