Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade

Aaron Josefczyk/Reuters

Aaron Josefczyk/Reuters / A casa foi revistada por agentes do FBI A casa foi revistada por agentes do FBI
Estados Unidos

Irmãos são presos por manter mulheres em cativeiro por 10 anos

Amanda Berry, Gina DeJesus e Michelle Knight estavam desaparecidas e foram libertadas depois que uma delas escapou e ligou para a polícia

07/05/2013 | 07:37 |
  • Comentários

A polícia americana prendeu nesta terça-feira (7) três irmãos acusados de manter três jovens em cativeiro por mais de 10 anos em uma casa de Cleveland, no estado de Ohio. Elas desapareceram entre os anos de 2002 e 2004 e foram encontradas vivas na segunda-feira (6). O dono da casa, Ariel Castro, de 52 anos, foi preso. Os dois irmãos dele, Pedro Castro, 54 anos, e Onil Castro, 50, também foram detidos.

Veja fotos do caso

FBI faz buscas na casa

Vestindo roupas de proteção, agentes do FBI entraram na tarde desta terça-feira (7) na casa onde três mulheres foram mantidas por mais de dez anos.

A operação conta com cães farejadores e, mais cedo, os investigadores já haviam removido a porta da frente do cativeiro. Na casa foi encontrada uma criança de seis anos que, de acordo com a polícia, deve ser filha de Berry.

A polícia diz que Ariel Castro, o principal suspeito, já havia sido ouvido pelas autoridades, mas em um caso sem qualquer relação com relação com o sequestro.

Em 2004, quando era motorista de ônibus escolar, ele foi acusado de deixar um menino sozinho dentro do veículo. Na época, Ariel disse que não tinha percebido que a criança ainda estava no ônibus.

Os agentes confirmaram que o suspeito usava como endereço em documentos a casa usada como cativeiro. Os outros dois acusados moravam em outros lugares. Nenhum deles está na lista de casas buscadas pela polícia nos últimos dez anos suspeitas de ser o local de cativeiro das meninas.

O prefeito de Cleveland, Frank Johnson, afirmou que há registros de revista à casa usada como cativeiro pelos sequestradores em 2000 e 2004, quando De Jesus e Knight foram sequestradas, mas sem informações sobre atitudes suspeitas.

Porão, sótão e garagem de suspeito vivam trancados

Amanda Berry, de 27 anos, desaparecida em 2003, Gina DeJesus, 23 anos, e Michelle Knight, de 32 anos, foram encontradas depois que Amanda fugiu da casa e pediu o telefone de um vizinho emprestado e ligou para o 911, o serviço de emergência. As mulheres foram levadas a um centro médico local.

Castro teria tentado fugir depois que um vizinho escutou uma das vitimas pedindo socorro. Segundo a imprensa local, o vizinho conseguiu abrir parte de uma porta, permitindo que uma das sequestradas saísse. A jovem teria chamado a polícia neste momento.

O vizinho do sequestrador assegurou que conhecia Castro, disse que o via todos os dias e nunca havia imaginado que pudesse ter três jovens sequestradas em sua casa.

O prefeito de Cleveland, Frank Johnson, afirmou que há registros de revista à casa usada como cativeiro em 2000 e 2004, quando De Jesus e Knight foram sequestradas, mas sem informações sobre atitudes suspeitas.

Amanda Berry foi vista pela última vez em 2003, quando terminava seu turno de trabalho na lanchonete Burger King. Ela foi sequestrada na noite do seu 17º aniversário. Também foi encontrada na casa uma criança de 6 anos que, de acordo com a polícia, deve ser filha de Berry.

DeJesus desapareceu em abril de 2004, aos 14 anos, e Knight foi vista pela última vez em 22 de agosto de 2002, quando tinha 21 anos.

Prisão por violência doméstica

A detenção de Ariel Castro, que já foi motorista de ônibus escolar na área de Cleveland, surpreendeu a vizinhança. O perfil de Castro no Facebook o descreve como um homem apaixonado por motocicletas e por tocar contrabaixo. Seu último post na rede social data de 2 de maio, em que afirma: "Os milagres realmente acontecem, Deus é bom :)" (Na foto abaixo, Ariel, Pedro e Onil).

Charles Ramsey, quem ajudou as mulheres no resgate, expressou descrença de que o seu vizinho possa ter cometido o crime. Fontes próximas ouvidas pela imprensa local disseram que as mulheres teriam sido amarradas e a polícia encontrou correntes penduradas em um dos tetos.

Castro viveu na residência onde as sequestradas foram encontradas desde 1992. Seus dois irmãos não moram na casa, mas foram presos por ligação com os três sequestros.

Os registros mostram que Castro foi preso por violência doméstica e perturbação da ordem em dezembro de 1993. Ele também foi detido seis vezes pela polícia de Cleveland, entre 1995 e 2008, por infrações de trânsito.


Cativeiro em Cleveland Ampliar

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade