Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

eua

Nevasca congela casa em Nova York, atrasa 7 mil vôos e adia visita de Merkel a Trump

A uma semana do início da primavera no Hemisfério Norte, Nordeste dos EUA sofre com neve e granizo

  • Da Redação, com agências
No Oeste do estado de Nova York, uma casa à beira do Lago Ontário ficou coberta de gelo. | Reprodução/Twitter John Kucko‏
No Oeste do estado de Nova York, uma casa à beira do Lago Ontário ficou coberta de gelo. Reprodução/Twitter John Kucko‏
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A menos de uma semana para o início da primavera no Hemisfério Norte, uma cena inusitada foi registrada pelo fotógrafo John Kucko no Oeste do estado de Nova York, às margens do Lago Ontário. Os ventos fortes e gelados jogaram a água do rio para cima de uma casa, que ficou completamente congelada. Compartilhadas no Twitter de Kucko, as imagens viralizaram rapidamente pela Internet, e muita gente achou que se tratava de uma farsa. Seguidores acusaram o fotógrafo de fazer uma montagem ou de espalhar espuma pela construção. Para provar que era verdade, Kucko gravou um vídeo no local.

Tempestade Stella

Os nova-iorquinos enfrentam a pior onda de frio do ano. Se as vitrines da famosa Quinta Avenida exibem vestidos floridos e sandálias, o que se vê pelas calçadas é um desfile de botas de inverno e casacos pesados, para aguentar a neve e o gelo que tomam conta das ruas.

Nesta terça-feira (14), a tempestade Stella lançou rajadas de vento gelado, neve e granizo por toda a região Nordeste dos Estados Unidos. Escolas fecharam, mais de sete mil voos com destino ou origem no país foram cancelados e os serviços de transporte público, como ônibus e metrô, funcionaram com horário reduzido. Tribunais, museus e até a sede da Organização das Nações Unidas (ONU) também estão fechados ao público. A nevasca forçou o adiamento da visita da chanceler alemã Angela Merkel ao presidente Donald Trump nesta terça. O encontro será sexta-feira (17), após o próprio Trump ligar para Merkel avisando da gravidade da situação.

A previsão atual é de que o fenômeno provoque de 150 a 200 mm de neve em Nova York - e não de 300 a 600 mm, como havia sido calculado na véspera -, com rajadas de vento de até 90 km/h, segundo o Serviço Nacional Meteorológico (SNM). Para o prefeito Bill de Blasio, “o pior da tempestade já passou”. A recomendação, porém, é de que os nova-iorquinos evitem as ruas nas próximas horas para que elas possam ser limpas.

A tempestade também obrigou a adiar para sexta-feira (17) um encontro em Washington entre o presidente Donald Trump e a chanceler alemã, Angela Merkel, previsto inicialmente para esta terça. Entre segunda e terça-feira (13), uma nevasca levou ao cancelamento de quase 7 mil vôo. A nevasca está atingindo cerca 100 milhões de pessoas.

Onda de frio nos Estados Unidos

Colaborou: Mariana Balan.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

  1. Cartaz de propaganda norte-coreana contra os americanos em Pyongyang | Reprodução

    opinião

    3 equívocos perigosos que podem deflagrar uma guerra nuclear

  2.  | STRAFP

    tensão

    Coreia do Norte avisa que guerra nuclear pode começar a qualquer momento

  3. Em Bangui, capital da República Centro Africana, muçulmanos se amontoam no aeroporto esperando para sair do país |

    África

    Milícia cristã cerca islâmicos em igreja na República Centro-Africana

PUBLICIDADE