Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

bom dia

Governo dá última cartada para reformar Previdência em 2017. O lado B da pesquisa para presidente

E mais: o terrorista Marighella, Brasil diz não ao aborto, a quem pertencem as crianças, os jovens querem empreender e parem de idolatrar Trudeau

  • Leonardo Mendes Júnior
 |
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Bom dia! 

Lula em primeiro, Bolsonaro em segundo. Desde sábado, é do que se fala sobre a pesquisa Datafolha a presidente. Fernando Martins explorou o resultado na íntegra e desvendou seu lado B: a rejeição a Lula é maior que sua intenção de voto, a rejeição a Bolsonaro é similar a de nomes menos polêmicos como Marina e Alckmin, branco, nulo e "não sei" aparecem mais do que a soma dos candidatos, entre outros. 

 

Aliás, Lula e Jair Bolsonaro foram absolvidos no TSE da acusação de campanha antecipada. Ou seja, hora de redefinir o conceito de campanha. 

Afinal, é isso que Lula, por exemplo, fez ontem no Espírito Santo. O petista desafiou Sergio Moro, a Polícia Federal, o MP e por tabela a sociedade brasileira dizendo que "lugar de ladrão é na cadeia". Bravata à moda de Lula. 

 

Moro não estava no Brasil. Foi a Portugal dar uma palestra na Universidade de Coimbra, que teve paredes pixadas e a apresentação de uma carta-manifesto contra o juiz. Do lado de cá do Atlântico, a blogosfera esquerdista vendeu o episódio como um enorme e ruidoso ato contra Moro. 

 

O coordenador de curso que convidou o magistrado explicou que não foi nada disso: depredação a prédio histórico e nenhuma pessoa presente. As informações são de Thaisa Oliveira e Olavo Soares, do blog A Protagonista. 

 

A narrativa contra a Lava Jato deve se acentuar mais ao longo de 2018. É exatamente por isso que a força-tarefa veio duas vezes a público nos últimos dias pedir apoio da sociedade no combate á corrupção, explica Kelli Kadanus. 

Nos corredores do poder 

Enquanto houver deputado no Congresso, o Palácio do Planalto tentará aprovar a reforma da Previdência ainda em 2017. Evandro Éboli acompanhou Beto Mansur (PRB-SP), um dos vice-líderes do governo, no corpo a corpo com parlamentares pelos corredores da Câmara, tentando confirmar votos para modificar as regras da aposentadoria. 

 

Um dos argumentos à mão é uma pesquisa do Ibope que mostra a queda da rejeição dos brasileiros à reforma, de 61% em abril para 46% em novembro

 

O governo tem cobrado dos partidos da base aliada que fechem questão pró-reforma. Ou sejam, todos os deputados se comprometem a votar sim; quem votar não fica sujeito a punição. No editorial da Gazeta do Povo, afirmamos que o "fechar questão" enfatiza o papel do partido como personagem da dinâmica política, algo muito comum em muitos países de forte tradição democrática

Em assuntos tão vitais como a reforma da Previdência, um partido, se está na base aliada ou se tem um ideário de reformas, precisa atuar de forma coerente com sua posição ou programa. Fechar posição, neste caso, é um ato de responsabilidade. 

 

E se a Previdência não for reformada? Guido Orgis aponta sete consequências, como elevação dos juros, aumento de impostos... e a necessidade de apresentar outra reforma. 

Um terrorista 

Carlos Marighella será motivo de um filme exaltação de Wagner Moura. Maurício Brum explica por que devemos chamar Marighella do que ele realmente é: terrorista

O Brasil diz não 

Duas pesquisas deixam claro o posicionamento da população brasileira sobre o aborto. A maioria é contra a descriminalização da prática, mostram Denise Drechsel e Renan Barbosa. Ainda assim, segue o esforço retórico dos promotores do aborto para empurrar a pauta e a mudança na legislação. 

O que está em jogo? 

O “3º Encontro Sobre Gênero, Diversidade e Educação”, em uma escola municipal de Pelotas (RS), transformou-se em evento de apologia à ideologia de gênero. A presença dos estudantes era obrigatória e parte da performance foi registrada em vídeo, relata Ricardo Prado. 

 

Gabriel de Arruda Castro analisa uma questão pouco abordada, embora fundamental, no debate sobre ensino doméstico no Brasil: as crianças pertencem ao Estado ou às suas famílias? 

 

Leide Albergoni faz uma análise do Banco Mundial sobre a eficiência do gasto público no Brasil. Enquanto o debate em regra apegou-se a pontos específicos, como gratuidade do ensino superior ou custo do funcionalismo, a economista lança um olhar mais amplo, que evidencia a incompetência do Estado brasileiro em corrigir distorções e injustiças para reduzir a pobreza

Virou a maré 

Ricardo Amorim aponta para mais um sinal da retomada econômica no Brasil: o número de empresas pedindo falência caiu, base para um ciclo virtuoso de contratações, investimentos e estímulo ao consumo. 

 

Boa parte da reação econômica deve-se ao agronegócio. O setor é responsável por quase um quarto do PIB brasileiro de 2017. 

 

O terreno mais firme será pisado por uma geração de jovens dispostos a empreender. Seis em cada dez brasileiros de 16 a 27 anos querem abrir o próprio negócio

O bom e o mau 

Justin Trudeau é dos queridinhos da imprensa mundial, uma versão mais ao norte de Barack Obama. Explicamos pacientemente por que deveríamos parar de idolatrar o primeiro-ministro canadense

 

Seu vizinho ao sul, Donald Trump, recebe tratamento oposto. Rodrigo Constantino mostra que isso muitas vezes chega ao absurdo de o presidente americano ser criticado por cumprir a lei, como no caso de brasileiros ilegais que têm sido mandados de volta para cá. 

 

Claro, Trump às vezes mexe em vespeiros com consequências que podem fugir ao controle. O caso é a iminente decisão americana de reconhecer Jerusalém, cidade sagrada para três religiões, como capital de Israel

Só assinar o cheque 

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou o aval para o empréstimo de R$ 764 milhões que o governo do Paraná tomará junto ao BID. Falta apenas uma protocolar aprovação do plenário, que deve acontecer hoje, para o dinheiro a ser usado em obras de infraestrutura ser liberado, informa Catarina Scortecci. 

Reajuste zero 

Agora é oficial. Os servidores municipais de Curitiba terão reajuste zero este ano, parte do ajuste fiscal. A decisão foi comunicada aos sindicatos em documento assinado pelo prefeito Rafael Greca. A prefeitura conseguiu reduzir o orçamento de pessoal para 2018, algo que não ocorria desde 2005. 

História catalogada 

Ministério Público, FAE e UFPR lançaram um projeto conjunto para catalogar o patrimônio histórico do Paraná. O piloto será em Antonina. 

Um novo Barigui 

A região metropolitana de Curitiba ganhará um novo parque, do tamanho do Barigui. O Parque das Águas, em Pinhais, terá um milhão de metros quadrados de área e a primeira etapa será entregue em março de 2018

Último ato 

Rogério Bacellar concedeu, ontem, sua última entrevista como presidente do Coritiba. O dirigente chorou e se desculpou pelo rebaixamento à Série B, mas defendeu o trabalho de nomes como Ernesto Pedroso, Alex Brasil e Belletti, criticados ao longo do ano pelo torcedor, e as escolhas na formação do elenco. Por outro lado, criticou o técnico Marcelo Oliveira. 

Do lixo ao luxo 

Talita Boros Voitch adentrou a madrugada para contar a você que Pablo Oazen é o vencedor do MasterChef Profissionais 2017. O mineiro levou ao apresentar um menu batizado “Do Lixo ao Luxo”, composto por ingredientes considerados “baratos”, como truta, língua, fígado de frango e mexilhão. 

 

Por falar em frutos do mar, Juliana Gomes apresenta o Freguesia Oyster Bar, restaurante que oferece passeio a fazenda marinha e menu de ostras. Fica em Florianópolis. 

Todo dia um Natal diferente 

Bruna Covacci montou um roteiro de parques, shoppings e ruas de Curitiba enfeitados para o Natal. Carregue a bateria do celular e curta este passeio mágico. 

 

Se independente da época do ano, você gosta é de se encontrar com a natureza, saiba que o Parque Estadual de Vila Velha tem horário estendido de visitas de dezembro até o carnaval. Começa nesta sexta-feira, dia 8. 

O nosso presente 

Para a Gazeta do Povo o presente de Natal chegou na primeira semana de dezembro. Ganhamos o Top de Marketing da ADVB-PR, mais importante prêmio do setor, pela virada digital do jornal. Obrigado à associação pelo reconhecimento à nova Gazeta do Povo e a vocês, nossos leitores, por nos permitirem e estimularem a fazer um jornalismo cada vez mais forte e em condições de contribuir para o desenvolvimento da nossa terra e da nossa gente. 

 

Ótimo dia a todos!

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Opinião

PUBLICIDADE