Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

discurso inflamado

Em ato pró-Lula, Requião ouve pedidos para deixar PMDB e ataca Beto Richa

No palanque montando em apoio ao ex-presidente, senador paranaense ainda relacionou o momento político que o Brasil vive hoje com o cenário internacional

  • Chico Marés especial para a Gazeta do Povo
 | Daniel Caron/Gazeta do Povo
Daniel Caron/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) participou na tarde desta quarta-feira (13) do ato em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Curitiba. No palanque, o peemedebista relacionou o momento político que o Brasil vive hoje com o cenário internacional e fez críticas a Donald Trump, Beto Richa e ao programa “Ponte Para o Futuro”, do PMDB.

LEIA TAMBÉM:Não é só a Valor: outras 5 construtoras operaram no “padrão Quadro Negro”, diz TC

Durante o discurso, alguns militantes pediram que Requião falasse menos da crise econômica internacional e mais da Operação Lava Jato. Eles também pediram que o senador deixasse o PMDB. Quando brevemente mencionou casos de corrupção envolvendo o governo Richa, ele foi bastante aplaudido pelos militantes presentes.

Durante sua análise de conjuntura, que classificou como “uma conversa, e não um discurso”, Requião disse que os Estados Unidos elegeram “um doidão” em decorrência do desemprego e da falta de oportunidades da classe trabalhadora americana. “Parece coisa da Disney, tem um presidente Donaldo [Donald Trump] e um vice que é o Mickey [Mike Pence]”, disse. Ele também falou sobre Henry Ford e a recuperação alemã durante o pós-guerra.

O senador ainda criticou duramente o Congresso. “No Congresso Nacional não vejo esperanças. Apenas a mobilização popular pode mudar esse país”, disse. Ele afirmou, ainda, que o capital internacional comprou o Congresso e que o enfraquecimento do Parlamento é parte do projeto do capitalismo.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE