Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

INFRAESTRUTURA

Senado aprova empréstimo do BID ao Paraná; veja as obras que podem sair do papel

O dinheiro - R$ 764 milhões - será usado para obras de infraesturura e liberado pelo banco de fomento ao longo de cinco anos, com prazo de pagamento de 25 anos

  • Brasília
  • Catarina Scortecci, correspondente
O plenário do Senado Federal | Jefferson Rudy/Agência Senado
O plenário do Senado Federal Jefferson Rudy/Agência Senado
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Pouco antes das 18 horas desta quarta-feira (6), em votação simbólica, o plenário do Senado aprovou a autorização para o governo do Paraná contratar operação de crédito com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de US$ 235 milhões (R$ 764 milhões, aproximadamente). O dinheiro, destinado a obras de infraestrutura, será desembolsado pelo BID ao longo de cinco anos e o governo do Paraná pagará as prestações por 25 anos. O próprio governo do Paraná também prevê uma contrapartida, no valor de US$ 200 milhões (R$ 650 milhões, aproximadamente).

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seil), do governo do Paraná, os recursos serão usados especialmente em rodovias, mas o financiamento do BID também prevê, por exemplo, gastos com contratação de estudos – sobre pontos de armazenagem de grãos em regiões estratégicas para o transporte de cargas, por exemplo. Em relação às obras, há seis destaques.

LEIA MAIS:Projeto de rodovia milionária vai mudar a configuração do Litoral do Paraná

Veja as obras de destaque a serem financiadas com o empréstimo do BID

Melhorias na Rodovia da Uva, entre Curitiba e Colombo:

Ampliação da capacidade da rodovia, com a construção de três faixas em cada sentido, em um trajeto de 3,8 quilômetros. As obras serão iniciadas na interseção da Rua Theodoro Makiolka com a rodovia PR-417, ao lado da Paróquia Santa Cândida, e seguirão até a interseção da PR-417 com a PR-418 (Contorno Norte). Também estão previstas construções de calçadas e ciclovias em todo o trecho das obras. 

Estimativa de valor: R$ 30 milhões

Pavimentação da PR-239, entre Pitanga e Mato Rico:

Está prevista a pavimentação de 43,1 quilômetros da rodovia que liga os dois municípios. 

Estimativa de valor: R$ 122 milhões.

Pavimentação da PR-912, entre Coronel Domingos Soares e Palmas:

Está prevista a pavimentação de 28 quilômetros da rodovia que liga os dois municípios.

Estimativa de valor: R$ 49,5 milhões.

Pavimentação da PR-364, entre São Mateus do Sul e Irati:

Está prevista a pavimentação de 47,7 quilômetros da PR-364, mantendo o traçado já existente. Somente nos 1,2 mil metros finais do trecho em Irati será feita uma nova variante, para desviar de uma comunidade. Também está prevista a construção de uma nova ponte sobre o Rio Turvo, que terá 21,6 metros de extensão. 

Estimativa de valor: R$ 143 milhões.

Contorno Oeste de Marechal Cândido Rondon:

Uma nova pista, com extensão de seis quilômetros, fará a ligação entre a BR-163 e a PR-467, para tirar o tráfego de veículos rodoviários do trânsito da cidade. 

Estimativa de valor: R$ 18 milhões.

Contorno Norte de Castro:

A obra está dividida em dois lotes. O primeiro é composto por uma obra de 14 quilômetros que vai ligar a PR-090 com a PR-151. O trecho vai fazer a ligação entre os Distritos Industriais I e II do município, que representam os principais polos da economia local. A segunda etapa consiste na pavimentação de 2,6 quilômetros do início da PR-090, a partir da PR-340, facilitando o acesso a cooperativas da região. 

Estimativa de valor: R$ 76 milhões.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE