Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

evolução patrimonial

Em 11 anos, Lula multiplicou seu dinheiro por 19 e virou milionário. Saiba como

O ex-presidente tinha R$ 478 mil depositados em bancos no ano de 2006. Em 2017, eram R$ 9,6 milhões em investimentos e contas. No mesmo período, ele manteve os mesmos imóveis que já tinha

  • Fernando Martins
  • Atualizado em às
A maior parte do acréscimo de patrimônio de Lula se deve, segundo o PT, à remuneração obtida com palestras. | Evaristo Sá/AFP
A maior parte do acréscimo de patrimônio de Lula se deve, segundo o PT, à remuneração obtida com palestras. Evaristo Sá/AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O ex-presidente Lula multiplicou seu patrimônio financeiro por 19 vezes num período de 11 anos. Em 2006, ele tinha R$ 478 mil e em 2017 ele já aparecia como dono de R$ 9,6 milhões em investimentos e contas bancárias, segundo números levantados pela Justiça. Quase todo esse acréscimo deve-se, segundo o PT, ao incremento de renda que Lula teve quando começou a dar palestras após deixar a Presidência em 2011 – cada conferência chegava a custar até US$ 200 mil, segundo declarações dele próprio (pouco mais de R$ 600 mil em valores atuais). Tirando a remuneração dessa atividade, a evolução patrimonial de Lula fica inclusive bem abaixo do índice de inflação do período.

O último ano em que a declaração de bens de Lula tornou-se pública foi 2006. Isso porque ele era candidato à reeleição e a lei obriga a publicação do patrimônio dos concorrentes. Na época, Lula tinha bens que somavam R$ 839 mil, dos quais R$ 478 mil em aplicações bancárias e contas correntes (o restante eram três apartamentos, um terreno, um automóvel e a cota do apartamento do Guarujá pelo qual ele foi condenado na Justiça).

Atualmente, além dos mesmos imóveis que tinha em 2006 e de três veículos, o ex-presidente é dono de R$ 9,6 milhões em investimentos e contas bancárias: R$ 606,7 mil em contas correntes e R$ 9 milhões em dois planos de previdência privada. Esse montante só se tornou público porque o juiz Sergio Moro determinou o bloqueio do patrimônio de Lula para que ele indenize o poder público devido aos desvios na Petrobras caso seja condenado definitivamente, em outras instâncias, no processo do tríplex.

LEIA MAIS: Lula pediu segredo em inventário de Marisa para evitar “devassa” em suas contas

Previdência

Os R$ 9 milhões de previdência, por sua vez, estão divididos em dois fundos: um de R$ 7,19 milhões referente a um plano empresarial da LILS Palestras, Eventos e Publicações (a empresa de Lula) e R$ 1,8 milhão em nome pessoal do ex-presidente. Ambos foram constituídos por um único aporte realizado em junho de 2014 pela LILS.

LEIA TAMBÉM: PF investiga se palestras de Lula ocultava pagamento de propina

Nota divulgada pelo PT em seu site informa que os dois planos foram capitalizados com dinheiro obtido pelo ex-presidente com sua atividade de palestrante e foram constituídos tendo seus filhos e a sua falecida mulher, Marisa Letícia, como beneficiários. Segundo o partido, foram 72 palestras contratadas por 45 instituições do Brasil e do exterior. Ainda segundo a nota do PT, esses valores foram obtidos após ele deixar de ser presidente e estão declarados legalmente às autoridades.

Descontado os valores das palestras, de 2006 até 2017, Lula manteve os mesmos bens imóveis e teve um acréscimo de 26,7% no montante que tem disponível em conta bancária e outros tipos de investimentos (o valor variou de R$ 478 mil para R$ 606,7 mil). O aumento fica bem abaixo da inflação do período, de 85%, de acordo com o IPCA.

VEJA AINDA: Entre 2002 e 2006, período do primeiro mandato de Lula, patrimônio dele dobrou

Veja a íntegra da nota do PT

A contratação dos planos de previdência privada destinados aos filhos e à mulher do ex-presidente Lula, Marisa Letícia, foi feita dentro da lei, com recursos legais e declarados, provenientes de 72 palestras contratadas por 45 instituições e empresas do Brasil e do Exterior, entre elas a Info Globo, do Grupo Globo, a Microsoft, Iberdrola, Telmex, Nestlé e Bank of América, entre outras.

Para capitalizar os dois planos de previdência, Lula utilizou recursos obtidos em suas palestras no Brasil e no Exterior, destinando R$ 7 milhões a um plano que tem como beneficiários seus filhos. O outro plano, no valor de R$ 1,8 milhão, estava em nome da esposa de Lula, dona Marisa Letícia, que faleceu neste ano.

O dinheiro bloqueado na semana passada pela Força Tarefa de Curitiba foi declarado às autoridades e obtido após Lula deixar a Presidência da República.

Mais do que nunca, está claro que o ex-presidente Lula está sendo vítima de uma perseguição política, que tenta tirá-lo a todo custo da eleição de 2018, em que ele aparece na liderança de todas as pesquisas divulgadas recentemente. Lula é inocente!

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE