Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

POLÊMICA

Ricardo Barros diz que protesto no casamento da filha foi “antidemocrático”

Ministro da Saúde criticou excessos dos manifestantes, que atiraram ovos nos convidados da festa de casamento da deputada estadual Maria Victoria (PP)

  • Tabata Viapiana, especial para a Gazeta do Povo
Segurança tenta conter ação de manifestante do lado de fora da igreja, na sexta-feira (14): “manifestações são democráticas, mas essa lamentavelmente não foi”, afirmou Ricardo Barros. | Lineu Filho/Tribuna do Paraná
Segurança tenta conter ação de manifestante do lado de fora da igreja, na sexta-feira (14): “manifestações são democráticas, mas essa lamentavelmente não foi”, afirmou Ricardo Barros. Lineu Filho/Tribuna do Paraná
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, chamou de “antidemocrático” o protesto promovido no casamento da filha, a deputada estadual Maria Victoria (PP), na sexta-feira (14). Centenas de manifestantes se concentraram em frente à igreja e ao local da festa, o Palácio Garibaldi, no Centro Histórico de Curitiba. Eles chegaram a arremessar ovos, copos com água e cerveja e até pedaços de lixo nos convidados.

Ao mesmo tempo, Barros disse encarar o ato como algo “normal” na vida pública do Brasil. “A polícia estava lá porque a manifestação foi convocada com antecedência. Não precisa de polícia em casamento, protesto, sim, precisa de reforço policial. É algo que faz parte da atividade política. Manifestações são democráticas, mas essa lamentavelmente não foi”, afirmou.

Segundo o ministro, não houve prejuízo à solenidade na igreja e nem à festa no Palácio Garibaldi. “Não posso falar pelos nossos convidados, que foram agredidos, mas não houve prejuízo à festa. Enfrentamos isso como algo normal na vida pública do Brasil atualmente, desde que o Ministério Público deixou de cumprir leis ele mesmo, não pode exigir que outros cumpram”, disse.

As declarações foram dadas durante evento em Curitiba nesta segunda-feira (17) em que Barros anunciou novos investimentos na área da saúde do Paraná. Foram disponibilizados R$ 42,5 milhões para o Sistema Único de Saúde (SUS) do estado. Além disso, o ministro anunciou a cessão de um prédio do Ibama, no centro da capital paranaense, para o Hospital São Vicente. No local, será instalada uma nova unidade para atendimento da rede pública de saúde.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE