Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

CONDENAÇÃO

“Só temos plano A”, diz Okamotto sobre candidatura de Lula em 2018

Hipótese de que Lula não concorra à presidência “não passa pela minha cabeça”, diz presidente do Instituto Lula

  • SÃO PAULO
  • Folhapress
Paulo Okamotto quando veio depor à Justiça Federal em Curitiba: absolvido no processo do tríplex, ele se disse surpreso com a condenação de Lula. | Lineu Filho/Gazeta do Povo
Paulo Okamotto quando veio depor à Justiça Federal em Curitiba: absolvido no processo do tríplex, ele se disse surpreso com a condenação de Lula. Lineu Filho/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse nesta quarta-feira (12) que o PT não tem um plano B para a disputa presidencial de 2018, caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja impedido de concorrer no ano que vem.

“Essa hipótese não passa pela minha cabeça. Só temos um plano. O plano A”, afirmou. “O Lula é a principal liderança política em que povo deposita suas esperanças. Então vamos de Lula”, disse.

Questionado sobre o estado de espírito do ex-presidente, Okamotto rebateu. “O que você acha que a pessoa sente quando é condenada a nove anos [e meio] sendo inocente? Indignação, né? Indignação com a Justiça”, disse.

Apesar de toda a expectativa de condenação, Okamotto se disse surpreso com a decisão do juiz Sergio Moro. “Me surpreende porque a gente tenta acreditar que o juiz tem a obrigação de estabelecer a verdade e a justiça.”

Okamotto foi absolvido no mesmo processo. Em nota, seu advogado, Fernando Fernandes, afirmou que a decisão demonstra que a Lava Jato “está preenchida por ilegalidades e acusações que não constituem crime”.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE