Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Eleições 2012

As entrelinhas dos planos de governo para a prefeitura de Curitiba

Análise dos termos e expressões que mais aparecem nos programas de governo dos quatro principais candidatos ajuda a revelar o que deverá ser a estratégia de campanha de cada um deles

  • Daniela Neves
 |
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Enquanto um candidato foca mais no desenvolvimento da cidade, outro tem mais interesse nas ques­tões de urbanismo, um terceiro fala em participação popular no mandato e o mais jovem usa mais verbos, dando ênfase para suas ações. Essas são conclusões preliminares dos planos de governo dos candidatos Luciano Ducci (PSB), Rafael Greca (PMDB), Gustavo Fruet (PDT) e Ratinho Junior (PSC) que disputam a prefeitura de Curitiba.

Para analisar os planos de governo dos quatro principais candidatos a prefeito da capital, a Gazeta do Povo utilizou um programa de informática que cria uma espécie de "nuvem de palavras", mostrando quais termos e expressões são mais utilizados em textos e discursos. Quanto mais a palavra é repetida, maior ela aparece no quadro. Essa é uma forma de analisar o que está nas entrelinhas dos planos, quais são as temáticas mais importantes e o enfoque que deve ser dado para a gestão, se o candidato vencedor cumprir seu plano.

Análise

Depois de testar os planos no programa, a reportagem pediu que duas especialistas em análise do discurso fizessem uma avaliação do resultado do teste: Luciana Panke, professora da Universidade Federal do Paraná, doutora em Ciência da Comunicação e vice-presidente da Sociedade Brasileira dos Pesquisadores e Profissionais de Comu­nicação e Marketing Polí­tico (Politicom). E Vanice Ma­­­ria Sargentini, doutora em Linguística na linha de pesquisa de análise do discurso e professora do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Carlos (UFS-Car–SP) e coordenadora do Laboratório de Estudos do Discurso (Labor). Elas dizem que os conteúdos dos planos de governo podem ser analisados com diversas abordagens.

Ausências

Apesar de considerar a forma interessante, Vanice Sargentini salienta que "a análise por índice de ocorrências lexicais pode deixar de considerar dados importantes que ocorrem menos". Ela nota que há um esquecimento do discurso político-partidário, não aparecendo no teste os nomes dos partidos. "As palavras são quase as mesmas para os diferentes candidatos, mais um fato que mostra que o discurso político contemporâneo é prioritariamente feito pelo apagamento do embate e do vínculo partidário", diz.

Os planos analisados foram os entregue ao Tribunal Regional Eleitoral no ato do registro das candidaturas. Os coordenadores dos planos de governo dos quatro candidatos disseram à reportagem que um outro plano, mais completo, deve ser divulgado durante a campanha.

Nuvens de palavras

Quanto mais a palavra é repetida, maior ela aparece na nuvem feita pelo programa utilizado para o estudo realizado pelas especialistas em análise do discurso Luciana Panke, professora da Universidade Federal do Paraná, e Vanice Maria Sargentini, professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar-SP) e coordenadora do Laboratório de Estudos do Discurso (Labor).

Gustavo Fruet

Fruet, segundo Panke, é mais "bairrista", mostrando essa característica pela relevância dada à palavra Curitiba em detrimento de outros temas. "É interessante ressaltar que o candidato também destaca 'participação' e 'população', indicando uma linha estratégica de campanha."¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Luciano Ducci

No discurso de Ducci, o que chama a atenção de Luciana Panke é que ele indica a ênfase em uma campanha mais institucional, mostrando o que realizou na cidade. "É evidente um discurso positivo que aponta para desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida dos moradores da cidade", diz Panke. Vanice percebe que, tanto no plano de Ducci quanto de Fruet, os discursos têm um perfil estrito de discurso político, sem expor um tópico central para a administração.¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rafael Greca

O candidato Rafael Greca transmite união por destacar expressões como 'cidade', 'curitibano' e 'todos', de acordo com Luciana Panke. "No conjunto também é possível inferir uma tendência a destacar o passado e retomar temas presentes desde sua gestão, como o metrô", diz. Vanice Sargentini também notou a força das palavras relacionadas a transporte no programa de Greca, o que pode indicar que ele toma isso como um foco de campanha.¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Ratinho Júnior

É o que teria um discurso mais difuso, segundo Luciana Panke. "Temáticas sociais são destacadas, além da palavra 'ações' o que aponta uma campanha que deve recorrer à juventude do candidato e à cobrança de atitudes práticas da administração". Na nuvem do Ratinho tem mais verbos. "O que poderia indicar que a estratégia de propaganda está centrada na ação", analisa Vanice.¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida Pública

PUBLICIDADE