Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Marcos Valério

Decisão do TCU aproveita brecha de projeto de Cardozo

  • Agência Estado
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A brecha usada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para chancelar o desvio de milhões de reais para a principal agência de publicidade do mensalão foi aberta por projeto de lei apresentado há quatro anos pelo deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), atual ministro da Justiça.

O projeto virou lei, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010 e apresentada como forma de dar mais transparência aos contratos de publicidade. Irregularidades nesses serviços foram alvo da CPI dos Correios, da qual Cardozo participou.

Um dos artigos prevê que gratificações pagas por veículos de comunicação seriam consideradas “para todos os fins de direito” como receitas das agências de publicidade. O artigo passou despercebido na época, mas serviria para avalizar uma das principais fontes de desvios de dinheiro público apontadas na denúncia do mensalão.

Ao justificar o projeto, Cardozo alegou que a proposta atacaria “de frente” desvios na prestação de serviços de publicidade. O objetivo era tornar “mais dificultosa a prática de favorecimentos e de desmandos” nesse mercado. O ministro não respondeu às perguntas da reportagem até a edição ser concluída. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida Pública

  1.  | Carlos Moraes / Ag. O Dia/Carlos Moraes / Ag. O Dia

    Debate Constitucional

    Flamengo, galinha e chiclete: por que o STF perde tempo com casos irrelevantes?

  2. Na nova proposta para normas trabalhistas , será necessário pelo menos duas semanas corridas de férias. | Henry Milleo/Gazeta

    Direito do Trabalho

    Entenda as mudanças sobre férias na reforma trabalhista

  3. Claudia Wallin mostra o avesso da política brasileira . | Albari Rosa/Gazeta do Povo

    Moralidade pública

    A falta de mordomias (na Suécia!) que choca os brasileiros

PUBLICIDADE