Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Não há garantia de que qualquer transação será concluída | JULIETTE MICHEL/AFP
Não há garantia de que qualquer transação será concluída| Foto: JULIETTE MICHEL/AFP

O grupo farmacêutico e químico alemão Bayer fez uma proposta não solicitada de aquisição da companhia de sementes norte-americana Monsanto, que tem valor de mercado avaliado em US$ 42 bilhões. A operação criaria a maior fornecedora agrícola do mundo.

Um comunicado da Monsanto disse que sua diretoria está revisando a proposta, que é objeto de análise, aprovação regulatória e outras condições. Não há garantia de que qualquer transação será concluída, acrescentou.

A aproximação foi revelada na quarta-feira, antes da Bayer confirmar seu movimento, mas nenhuma das companhias divulgou os termos da proposta.

Uma transação permitiria que a Bayer, avaliada em 79 bilhões de euros, complementasse suas operações de ciências agrícolas, incorporando as divisões de biotecnologia e sementes da Monsanto, que incluem o spray químico Roundup e as sementes geneticamente modificadas Roundup Ready.

O acordo pode superar o plano de aquisição da companhia suíça de agroquímicos Syngenta pela chinesa ChemChina por US$ 43 bilhões -um negócio que a própria Monsanto perseguiu no ano passado.

Nos últimos meses, o setor de agronegócio viu rápida sucessão de fusões e aquisições em larga escala, incluindo a fusão de US$ 130 bilhões entre a Dow Chemical e a DuPont, em dezembro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]