Expedição Safra

Show Rural chega aos 30 e se consolida como o Show do Bilhão Paranaense

Um dos maiores eventos agrícolas da América Latina, Show Rural Coopavel espera receber 250 mil pessoas até sexta-feira (9) e movimentar R$ 1,5 bilhão

Jonathan Campos/Gazeta do Povo Show Rural completa 30 anos em 2018 e deve movimentar aproximadamente R$ 1,5 bilhão em negócios | Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Show Rural completa 30 anos em 2018 e deve movimentar aproximadamente R$ 1,5 bilhão em negócios

Cascavel (PR) |

  • Gabriel Azevedo , enviado especial

Há quem diga que o ano começa só depois do Carnaval. No campo é um pouco diferente. Para quem vive nas (e das) lavouras, o pontapé inicial é em Cascavel, no Oeste do Paraná. Organizado pela cooperativa Coopavel, o Show Rural funciona como um termômetro para o restante do ano.

A feira, que está na 30ª edição, é uma das maiores da América Latina, ao lado da Agrishow, que acontece no começo de maio, em Ribeirão Preto (SP); e da Expointer, no fim de agosto, em Esteio (RS). Juntas, as três feiras movimentam mais de R$ 8 bilhões em negócios que vão desde vendas de máquinas agrícolas até fertilizantes. Metade dos recursos circulados em todas as feiras agrícolas espalhadas ao longo do ano no país.

Show de imagens: confira as melhores fotos do Show Rural 2018

“Show do Bilhão”

Segundo a organização do evento, são esperados 250 mil visitantes até sexta-feira (9). Ao todo, são 530 expositores espalhados por 720 mil metros quadrados. A expectativa de movimentação financeira é de R$ 1,5 bilhão.

“Devemos alcançar ou até superar a essa marca, que é a mesma do ano passado”, diz Dilvo Grolli, presidente da Coopavel. Segundo Grolli, igualar a marca não significa que o agronegócio vai mal. “No ano passado, tínhamos a expectativa de atingir apenas R$ 1,2 bi e ultrapassamos esse patamar” recorda. O índice chegou próximo a R$ 2 bilhões em 2017.

Na feira, os bancos e cooperativas de crédito Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco, Santander, BRDE, Sicredi, Sicoob Credicapital, Cresol e Credicoopavel oferecem mais de R$ 2,5 bilhões em linhas de financiamento.

Sustentabilidade

Neste aniversário, quando a feira completa três décadas de existência, o foco será a sustentabilidade dentro das propriedades rurais. “Quando começamos eram apenas 15 expositores e 110 pessoas. A feira serviu de vitrine para mostrar o que há de mais avançado em tecnologia. Nós vivemos várias fases na agricultura, que vão desde o aumento de produtividade até a diversificação. Agora estamos na fase da agricultura sustentável. É isso que vamos focar”, afirma Grolli.

Nesta segunda-feira (5), o grande destaque da feira foi o lançamento da Brevant, marca da Divisão Agrícola da DowDuPont que, ao longo dos próximos meses, vai substituir Coodetec, BioGene e Dow Sementes na distribuição de sementes de milho, soja e trigo.

Ao longo da semana, o governador Beto Richa, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e pré-candidatos ao governo do estado e da presidência devem visitar a feira, que funciona como uma vitrine de relacionamento entre produtores e políticos.

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA