Blog Caixa Zero

Rumo à eleição: Fernanda se encheu; todos por Beto; Galdino bolsonarista

Briga por espaço
Um dos motivos para a saída de Fernanda Richa (PSDB) do governo foi a nova divisão de atribuições com a Secretaria de Assuntos Estratégicos. Responsável pela Assistência Social, a ex-primeira dama perdeu parte de suas tarefas para o novo secretário nomeado por Cida Borghetti (PP), Zé Maria (SD). O ex-vereador ficará responsável pelas áreas do idoso e dos deficientes.

Mosqueteiros
Aliados de Cida Borghetti dizem que ela e Ricardo Barros (PP) precisam entender que a lealdade do PSB não é com a dupla, e sim com Beto Richa. O recado é direto. Se o grupo rachar, os deputados mais bem votados da chapa não têm dúvida alguma de qual lado tomarão.

Fiquei bem?
O lado vaidoso de Roberto Requião (MDB) está exposto no Twitter. A rede social neste momento serve de palco para uma galeria de fotos que o senador acha que pode usar na campanha. Mas, antes, ele quer saber o que seus eleitores pensam de cada uma delas…

Conhece o Carlos?
Oriovisto Guimarães (Podemos) diz que tem feito esforço para chamar o candidato a governador de sua chapa pelo nome e sobrenome: Carlos Massa. Segundo ele, o nome Ratinho Jr. (PSD) é o que pegou, mas faz parecer que o filho não passa de uma repetição da personalidade do pai. “E não é assim, ele tem uma identidade própria”, diz.

DESEJOS PARA O PARANÁ: Aproximação entre universidades e iniciativa privada

Começou!
Tudo certo para o primeiro debate televisivo da eleição paranaense. Os assessores foram nesta quinta à Band e firmaram as regras do jogo para o encontro, que acontece no próximo dia 16, a partir de 22h.

Galdino bolsominion
Para quem sente saudades do Professor Galdino, chegou a hora de voltar a ouvir o jingle saindo da caixa de som sobre a bicicletinha. Mas dessa vez o número será diferente. Depois de aderir ao bolsonarismo e ao PSL, Galdino concorrerá a deputado estadual com o 17.021.

A trupe
Aliás, a chapa do PSL tem várias surpresas. Como, por exemplo, a volta do delegado Bradock, que já foi deputado, e a presença de Gastão Scheffer, o delegado da Polícia Federal que ficou conhecido ao chutar as caixas de som da vigília Lula Livre. Isso além do coronel que teve a delicadeza de ofender Marielle Franco logo após o assassinato da vereadora, sem prova alguma de suas insinuações.

Regressiva

Faltam 59 dias para o primeiro turno da eleição.

Faltam 145 dias para o fim dos governos de Michel Temer e Cida Borghetti.

8 recomendacões para você

 
 

mais comentadas da semana