Wanderlei Silva se reúne com Petraglia para viabilizar megaevento do Bellator na Arena da Baixada
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Luta Livre
Blog Luta Livre

Wanderlei se reúne com Petraglia para viabilizar megaevento do Bellator na Arena

O primeiro passo para a realização do Bellator em Curitiba foi dado nesta quinta-feira (8).

Como divulgado pelo Luta Livre no início da semana, Wanderlei Silva se reuniu com o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, para conversarem sobre um possível show na Arena da Baixada.

O lutador saiu da reunião esperançoso com um acordo.

“Gostei do Petraglia. É um cara aberto ao business, que está colocando Curitiba e o Paraná no circuito dos grandes shows. Nem poderia cogitar a hipótese de trazer o Bellator para cá não fosse esse estádio. Estou muito feliz com a chance de poder vir a lutar em casa”, comentou o Cachorro Louco em entrevista ao blog.

A partir de agora, Wanderlei fará a intermediação entre o Atlético e o presidente do Bellator, Scott Coker. No ano passado, o dirigente revelou a intenção de organizar uma edição do campeonato em um estádio de futebol no Brasil.

“Lutar em Curitiba é um sonho que tenho antes do fim da carreira. É uma oportunidade perfeita, a arena perfeita. Só falta realmente o público, que tenho certeza que vai comparecer em massa em uma das maiores lutas do MMA mundial, aqui na nossa cidade”, completou o curitibano de 41 anos.

A intenção do Bellator é promover a quarta luta entre Wand e o americano Quinton Rampage Jackson. O local, porém, ainda está indefinido — Curitiba é a favorita da lenda brasileira, que pode até encerrar a carreira diante dos fãs.

Inicialmente, a previsão de data do show é para setembro ou outubro. Porém, como o Atlético não recebe jogos durante a Copa do Mundo (15/6-15/7), esse período cairia como uma luva para o clube.

Apesar de toda a empolgação, a negociação ainda está no início.

“Os gringos não são bobos. Falei para o Petraglia: se vocês forem enfiar a faca neles, vão levar o evento para outro lugar. Ele me respondeu que sabe disso. É um cara com pé no chão”, concluiu Wanderlei.

Pelo UFC 198, que aconteceu em maio de 2016 e foi o maior evento da história da Arena, o Atlético lucrou cerca de R$ 1 milhão, de acordo com apuração da reportagem.

Desde então, o estádio recebeu somente o Desafio de Ouro de Vôlei, as finais da Liga Mundial de Vôlei e o show do tenor italiano Andrea Bocelli como grandes eventos fora do futebol.

Wanderlei Silva Mario Celso Petraglia

Wanderlei e Petraglia até ensaiaram uma encarada.