Diabetes e saúde bucal! - Palpite de Alice
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Palpite de Alice

Diabetes e saúde bucal!

Diabetes mellitus é uma doença crônica causada por deficiência herdada ou adquirida na produção de insulina pelo pâncreas.
Segundo a Federação Internacional de Diabetes são 366 milhões de portadores em 2011, com expectativa 552 milhões até 2030. No Brasil são 12,4 milhões, ocupando a 5ª posição em números de portadores no mundo.
A identificação ou suspeita da Diabetes em pacientes no consultório odontológico obriga o encaminhamento ao atendimento médico antes do início do tratamento, salvo em casos de urgência odontológica.
Aproximadamente de 3 a 4% dos pacientes adultos que se submetem a tratamento odontológico são diabéticos.
Algumas pistas como a boca seca (xerostomia), hálito cetônico, aumento súbito do número de cáries, manifestações virais (herpes simples recorrente) e fúngicas (candidíase), doença periodontal de difícil controle, relatos de perda de peso brusca, fraqueza, cansaço e alterações na visão podem sinalizar que o paciente está com Diabetes. Nesses casos, o dentista deve pedir exames de sangue e sugerir que o paciente procure um médico endocrinologista imediatamente.
Segundo o professor da Faculdade São Leopoldo Mandic – Unidade Curitiba, Dr. Guenther Schuldt Filho, pacientes que possuem essa doença e não fazem o uso de nenhum tipo de medicamento, tem maiores chances de perderem seu dentes devido à periodontite, além de possuírem uma deficiência na cicatrização de feridas. Além disso, esses pacientes que perderam seus dentes por apresentarem diabetes não controlada, não podem ser submetidos a nenhum tipo de procedimento cirúrgico (instalação de implantes) até que seus níveis glicêmicos estejam controlados.

Para evitar problemas dentários associados ao diabetes, o mais importante é controlar o nível de glicose no sangue. Em seguida, cuidar bem dos dentes e gengiva e fazer exames minuciosos a cada seis meses.
Para controlar as infecções por fungo, controlar bem o diabetes, não fumar e, se usar dentadura, remover e limpar diariamente.
O controle adequado da glicose do sangue também ajuda a evitar ou aliviar a boca seca causada pelo diabetes.
Mantenha seu dentista informado sobre qualquer alteração em seu estado de saúde e sobre os medicamentos que estiver tomando. Exceto em caso de emergência, não se submeta a qualquer procedimento dentário se o açúcar no sangue não estiver bem controlado.

Por Karen Petrelli de Castro

8 recomendacões para você