Governo cedeu à pressão dos servidores e PSDB e deixou a reforma da Previdência ainda mais capenga - Ricardo Amorim
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Ricardo Amorim

Governo cedeu à pressão dos servidores e PSDB e deixou a reforma da Previdência ainda mais capenga


Para tentar aprovar alguma reforma da Previdência, por mais fraca que ela seja, o governo preferiu o apoio do PSDB ao apoio da população. Basicamente, ele cedeu à pressão do PSDB para aceitar uma série de demandas do funcionalismo público e tornar essa parte da reforma ainda mais fraca do que ela já era. Na prática, isso faz com que um dos pilares mais importantes da reforma saia mais enfraquecido: a justiça.

Um dos aspectos mais importantes de uma boa reforma deveria ser necessariamente a redução de privilégios. Essa reforma reduz privilégios, mas ela já reduzia pouco na proposta original e agora faz ainda menos. Isso é grave porque faz com que a população não entenda o segundo pilar, tão ou mais importante, que é gerar condições para que o país cresça e se desenvolva, gere bons empregos e renda melhor, com avanços na qualidade de vida dos brasileiros. Como a população não consegue entender como a reforma da Previdência é importante para fazer isso, ela foca só no pilar da justiça, que está cada vez mais enfraquecido, e repele qualquer apoio a essa reforma.