Blog Ricardo Amorim
0

O que a seleção da França ensina sobre imigração e economia


A França chegou à sua terceira final de Copa do Mundo desde 1998. É a única seleção a acumular três decisões desde então. O que impressiona é que, até 1998, ela nunca havia chegado a uma final. O que mudou de lá para cá? Fundamentalmente, uma coisa: houve uma entrada maciça de imigrantes no país, particularmente africanos – são 14 na equipe atual. É difícil imaginar que, sem eles, a França chegaria a essa final, ou mesmo às anteriores. Isso mostra bem qual é o impacto da imigração. Ela traz gente com disposição e habilidade que não necessariamente havia anteriormente no país. O resultado disso é mais produtividade. No caso, no campo de futebol. Mas vale para toda a economia. Acontece exatamente da mesma forma. É por isso que políticas que impedem a entrada de imigrantes têm como consequência empobrecer um país.

8 recomendacões para você