Blog Ricardo Amorim
0

Os novos dados da FAO mostraram, mais uma vez, o agronegócio brasileiro ganhando mercado no mundo


A FAO acabou de divulgar os resultados de 2016, e o Brasil saiu bem na foto. O Brasil foi o segundo maior exportador de alimentos, respondendo por quase 6% da exportação mundial, ficando apenas atrás dos Estados Unidos, que são responsáveis por 11%. Na virada do século, o Brasil ficava atrás de Canadá e Austrália e representava pouco mais de 3% da exportação mundial. A nossa participação nas exportações mundiais quase dobrou, e isso em um mercado que cresceu muito. De 2000 para cá, o comércio internacional de alimentos triplicou: em 2016, representou US$ 1,6 trilhão. Tivemos uma revolução tecnológica na agricultura e uma expansão brutal no consumo de alimentos. o Brasil foi o país que mais capturou essa expansão do mercado. Pelo menos o nosso agronegócio está de parabéns.

8 recomendacões para você