Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
As combinações de cores e sabores da Blend Cacao já podem ser conhecidas em três Estados brasileiros.
As combinações de cores e sabores da Blend Cacao já podem ser conhecidas em três Estados brasileiros.| Foto: Divulgação
  • Por Blend Cacao
  • 11/04/2022 19:30

Cinquenta por cento das empresas produtoras de chocolates artesanais no Brasil surgiram nos últimos quatro anos. O aumento está relacionado a um grupo que se tornou mais exigente e que está em busca de experiências originais – o mesmo público que aprendeu a diferenciar procedências e aromas nos cafés e que vibrou ao ver o mercado de cervejas artesanais ampliar tanto a diversidade de opções e sabores.

De acordo com um pesquisa realizada pelo Sebrae, em parceria com a Associação Bean to Bar Brasil, 42% destas empresas tiveram um faturamento maior em 2020 - no auge da pandemia-, do que em 2019. Para muitos, o chocolate e suas doses de endorfina foram seus melhores amigos durante os dias mais frios de isolamento social. Outra pesquisa, da agência Kantar, confirmou o aumento no consumo de chocolates – quase 83% dos lares brasileiros compraram chocolate em 2020 – um crescimento de 1,5% em relação a 2019.

As pesquisas apontam também que ainda há muito espaço para crescer: boa parte dos consumidores brasileiros está em busca de valor agregado e originalidade em suas compras – mesmo que paguem mais por essas escolhas. Como o Brasil é produtor de cacau de excelente qualidade - e também produz chocolate -, em breve deverá haver um reconhecimento internacional, o que poderá elevar o país a uma posição de referência mundial em chocolate Bean to Bar, assim como a Suíça é reconhecida pelo chocolate tradicional, de acordo com especialistas.

A curitibana Blend Cacao apostou no crescimento do setor de chocolates especiais e conquistou novos consumidores.
A curitibana Blend Cacao apostou no crescimento do setor de chocolates especiais e conquistou novos consumidores. | Divulgação

Do industrial para o original

Uma das empresas de chocolates artesanais que abriram suas portas em 2020 foi a curitibana Blend Cacao. O empresário Gabriel Lorencette ainda era aluno do curso de Gastronomia, em Londrina, quando decidiu abrir uma confeitaria. De lá até a primeira experiência de vendas de suas criações com chocolates artesanais, ele experimentou empreender em algumas outras frentes do setor de alimentação – desde aplicativo para entrega de refeições em casa, passando por uma experiência como franqueado de uma marca argentina de alfajores, até chegar a uma loja de venda de chocolates importados, no aeroporto de Curitiba.

Em 2020, ele decidiu retomar seus conhecimentos na cozinha e produzir o próprio chocolate, para vender nessa loja. “Percebi que os chocolates artesanais tinham muito mais procura do que os industrializados. As pessoas estavam realmente em busca de algo exclusivo”, lembra o empresário, ao contar que decidiu dar início a uma produção de bombons pintados a mão com cores vibrantes e a elegância inspirada na arte contemporânea.

“Precisava de mais espaço para fazer esses bombons. Resolvi alugar um ponto na rua Carlos de Carvalho, no Batel, para ter uma cozinha. Com a pandemia, a obra teve alguns atrasos, mas em agosto de 2020 consegui abrir essa loja de rua”, conta o chocolatier.

A loja Blend Cacao do Batel, em Curitiba, foi a primeira – das 6 operações - a ser inaugurada.
A loja Blend Cacao do Batel, em Curitiba, foi a primeira – das 6 operações - a ser inaugurada.| Divulgação

De Curitiba para o Brasil

Se o mercado de chocolate artesanal já tem se revelado um bom investimento no Brasil, como modelo de franquia pode ser ainda melhor.

Mesmo durante a pandemia, o modelo de negócio mostrou sua solidez. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias teve aumento de 10,7% de faturamento em 2021 em relação a 2020, considerado um ano desafiador para os negócios em decorrência do isolamento social e da instabilidade na economia. De acordo com a ABF, o faturamento deste ano deve seguir em alta, com projeção de 9% de crescimento em relação a 2021 – o que representa um faturamento de R$ 201.724 bilhões.

A garantia de ter um negócio já estruturado e pronto para operar foi o principal diferencial competitivo das franquias, durante os meses de incerteza da pandemia. Os sócios Gabriel Lorencette e Pedro Michels estavam atentos a esse movimento do franchising e foram receptivos quando um amigo viu a loja de Curitiba e pediu para levar a marca para Londrina. “Tudo aconteceu muito rápido. Agora estamos estruturados para operar como franqueadores – com capacidade de grande produção, programação visual, portal do franqueado e todo o apoio que os franqueados possam necessitar”, explica Michels.

A arte contemporânea é a inspiradora do design dos bombons da Blend Cacao.
A arte contemporânea é a inspiradora do design dos bombons da Blend Cacao.| Divulgação

Flexibilidade na operação

Luiz Scarduelli abriu a primeira franquia da Blend Cacao fora do Paraná, em Brasília, em fevereiro deste ano. “Estava em Curitiba, quando passei em frente à loja do Batel e os bombons chamaram minha atenção”, conta o empreendedor ao explicar que já estava à procura de uma franquia para abrir em Brasília e que o setor de chocolates estava entre seus favoritos. Scarduelli não teve dúvidas durante o processo. “Uma franqueadora trabalha com um produto que já se mostrou lucrativo e que tem aceitação do público, o que dá segurança a quem nunca empreendeu. Além disso, Curitiba é reconhecida em todo o Brasil como um mercado de testes: se um negócio consegue prosperar aqui, é garantia de que também terá sucesso fora da cidade”, avalia.

O empresário está satisfeito com o investimento. “Eu queria adotar um modelo de loja inédito na franquia, com mesas para que os clientes pudessem permanecer na loja. A franqueadora mostrou-se flexível para atender minhas necessidades e eu tive abertura para opinar no negócio que iria tocar. Isso fez toda a diferença. Vejo pelos clientes que voltam toda semana”, afirma o empreendedor.

A loja de Brasília ganhou espaço para a permanência dos clientes.
A loja de Brasília ganhou espaço para a permanência dos clientes. | Divulgação

Além de Brasília, Curitiba e Londrina, a Blend Cacao inaugurou recentemente uma operação em Balneário Camboriú, e planeja expandir ainda mais seus negócios em 2022, com o recebimento de propostas de interessados em abrir franquias da marca.

A expectativa da franqueadora é crescer 115% em 2022.

Atualmente, a Blend Cacao tem entre seus produtos bombons, preparos de chocolate quente, barras de lascas a granel, barras Signature, e barras World Collection, com cacau 100% de origem única, de seis procedências: Java, Brasil, México, Equador, Tanzânia e São Thomé. Neste ano, o catálogo deve ser ampliado, com a entrada de produtos novos, como drágeas, geleias, compotas e cremes de avelã.

Conheça a linha completa no site blendcacao.com e acompanhe as novidades da marca pelo Instagram @blend.cacao.