Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Como fazer transporte de material biológico.
Como fazer transporte de material biológico.| Foto:
  • Por Fox Express
  • 04/05/2021 17:09

Os materiais biológicos são fluídos e tecidos integrantes do corpo humano, como por exemplo, sangue, células, órgãos, entre outros. O transporte de material biológico é muito comum no dia a dia, mas requer atenção especial. Confira abaixo as principais exigências dessa atividade.

A importância do transporte de material biológico correto

O cuidado dedicado à coleta do material biológico deve se estender até o momento da análise. Durante o transporte, fatores como ausência do controle de temperatura, manuseio incorreto e tempo prolongado entre a coleta e o processamento do material, podem ocasionar a perda da amostra ou erro nas análises e diagnósticos.

Portanto, para preservar o material adequadamente e ainda garantir a segurança das pessoas envolvidas nesta etapa, é fundamental optar por empresas de transporte que atendam às exigências e padrões sanitários determinados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Quais são os regulamentos sanitários?

Por meio da Resolução – RDC Nº 20, de 10 de abril de 2014, a Anvisa determina os regulamentos sanitários para o transporte de material biológico humano, com o objetivo de garantir a segurança, minimizar os riscos sanitários e preservar a integridade do material transportado.

A norma estabelece diversos procedimentos e cuidados a serem seguidos durante o processo de armazenagem e transporte dos materiais biológicos, como:

  • Treinamentos no transporte de material biológico: o material deve ser manuseado e transportado por colaboradores capacitados e treinados.
  • Embalagens de transporte corretas: é obrigatório o uso de tripla embalagem, sendo a primária com rótulo do recipiente, reforçada e resistente, com fechamento rosqueável e à prova de vazamento; a secundária também à prova de vazamentos e sem espaços vazios que possam gerar atrito; e a terciária rígida e resistente como caixas térmicas ou de papelão específicas.
  • Classificação das amostras:o material deve estar devidamente classificado entre Isento, Risco Mínimo, Categoria A ou Categoria B.
  • Validação de transporte: é fundamental realizar a validação do transporte considerando critérios como acondicionamento das amostras, faixa de temperatura, tempo de transporte, entre outros aspectos.
  • Documentação e identificação: o material deve ser transportado com documentação que permita a sua rastreabilidade, contendo informações do remetente e destinatário, além da classificação correta, código numérico da ONU, qual o modo de transporte a ser utilizado, entre outros.

Como escolher a transportadora adequada?

Além dos cuidados já citados, a escolha de uma empresa responsável para realizar o deslocamento do material de um local a outro é de extrema importância e muitos aspectos devem ser observados.

Para atender às regras de biossegurança e padrões sanitários estipulados pela Anvisa, todos os profissionais envolvidos nesta atividade – incluindo motoboys e motoristas – devem receber treinamento para desempenhar adequadamente o serviço contratado. Além disso, o veículo utilizado para a atividade deve estar em boas condições de uso, higiene e limpeza.

A Fox Express tem 20 anos de experiência no mercado e conta com um serviço especializado em transporte de material biológico, que atende todas as exigências e requisitos da RDC Nº 20. A empresa também conta com uma equipe altamente qualificada para manusear esse tipo de material, além de ser certificada pelos órgãos reguladores para a prestação deste serviço.

Confie em quem é referência no assunto e realiza as entregas com eficiência e segurança. Acesse o site e saiba mais!