Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

MEIO AMBIENTE

Horta comunitária é destruída no Alto da XV e moradores se mobilizam para replantá-la

O espaço era mantido por voluntários e oferecia produtos como alface, repolho, couve e limão; o mutirão para replantio está marcado para sábado (11)

  • Raquel Derevecki
As árvores do pomar e as mudas da horta foram arrancadas na madrugada do último domingo (5) | Divulgação/Alexandre  Zampier
As árvores do pomar e as mudas da horta foram arrancadas na madrugada do último domingo (5) Divulgação/Alexandre Zampier
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Moradores do Alto da XV, em Curitiba, iniciaram uma mobilização para o replantio da horta comunitária e do pomar localizados no Jardim Ambiental. O espaço da Rua Schiller localizado ao lado de um espaço de convivência foi completamente destruído por vândalos no último fim de semana e, agora, um mutirão para restruturá-lo foi marcado para este sábado (11).

De acordo com o professor Jefferson Camargo, de 52 anos, várias árvores foram cortadas e o espaço ficou irreconhecível. “O local era muito agradável. Tinha sombra e as pessoas cuidavam dele. Só que agora não sobrou nada”, disse.

Veja também: Samu é chamado para atender mulher com cólica e acaba fazendo parto em quintal

Segundo o ator e músico Alexandre Zampier, que mora em frente ao que restou da plantação, a horta existia há anos e muitas pessoas ajudavam a cuidar dela. “Os moradores colaboravam com as mudas e com a manutenção. Já tinha pé de alface, repolho, couve, cenoura, rabanete, vários temperos e até pé de mamão e de limão”, comentou o morador de 36 anos.

Além disso, o espaço havia se transformado em um ponto de encontro, principalmente no banco instalado embaixo do abacateiro. “Eu sempre tomava chimarrão ali e levei um grande susto quando fui fazer isso na manhã do último domingo (5)”, relatou o músico, que encontrou o espaço destruído.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/08/10/Curitiba/Imagens/Cortadas/WhatsApp Image 2018-08-08 at 19.36.26-k59E-ID000002-1024x768@GP-Web.jpeg
Imagem da horta comunitária antes do ato de vandalismoColaboração/Alexandre Zampier

A moradora Maria Cristina Portes, 52 anos, lamentou o ocorrido. “Não imagino como alguém teria coragem de estragar algo tão bonito e que nos trazia tantos benefícios”. De acordo com ela, além de temperos e frutas, a horta comunitária ainda oferecia plantas medicinais. “Várias vezes eu peguei folhas de babosa, por exemplo, para tratar um ferimento que minha mãe tinha no rosto”, comentou.

Mutirão

Fotos da horta depredada foram postadas em redes sociais ao longo desta semana e pessoas de outros bairros da cidade se mobilizaram para restruturá-la. Na tarde desta sexta-feira (10), o evento de replantio organizado pelo Facebook já contava com mais de 130 interessados e quase 30 voluntários haviam confirmado presença. A ação foi marcada para este sábado (11), das 14h às 17h, mas deve continuar na tarde de domingo. “Teremos muito trabalho a fazer”, adiantou Zampier.

Uma equipe do Horto Municipal da Barreirinha esteve no Jardim Ambiental na última quarta para avaliar a situação e prometeu disponibilizar mudas de arvores frutíferas nativas para o replantio. Entre as espécies estão araçá, pitanga, cereja e erva-mate, que devem ser entregues nesta sexta.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/08/10/Curitiba/Imagens/Vivo/WhatsApp Image 2018-08-08 at 10.27.33.jpeg
Um mutirão para o replantio foi marcado para este sábado (11)Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

No entanto, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) alerta que é necessário ter autorização prévia da prefeitura para realizar qualquer plantio de mudas em praças da cidade. Por isso, a equipe do horto acompanhará a ação dos moradores e dará suporte no preparo da terra na área do plantio.

Denúncias

Segundo o Batalhão de Polícia Ambiental do Paraná – Força Verde, nenhuma denúncia a respeito do ato de vandalismo no Jardim Ambiental foi informada formalmente à corporação até a tarde desta quinta. Da mesma forma, nenhum Boletim de Ocorrência foi registrado na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de Curitiba ou à Guarda Municipal.

Quem tiver informações a respeito pode entrar em contato pessoalmente na Delegacia de Meio Ambiente - Avenida Erasto Gaetner, 1261, no bairro Bacacheri -, ligar para o 3251-6200 ou efetuar uma denúncia anônima pelo canal 181, que funciona 24 horas em todos os dias da semana. Outra forma de contato é o e-mail da Força Verde: denunciaambiental@pm.pr.gov.br.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

PUBLICIDADE