Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

drogas

Polícia faz operação contra o tráfico de drogas nas escolas do PR, SC e RS

Operação Anjos da Lei prendeu 78 pessoas nos três estados do Sul na quarta-feira (13)

  • Gazeta do Povo
Policiais revistam suspeito nas proximidades de uma escola em Curitiba dentro da Operação Anjos da Lei. | Polícia Civil do Paraná
Policiais revistam suspeito nas proximidades de uma escola em Curitiba dentro da Operação Anjos da Lei. Polícia Civil do Paraná
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Polícia Civil do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul fizeram quarta-feira (13) uma operação conjunta contra o tráfico de drogas no entorno de escolas estaduais. Denominada Anjos da Lei-Fase Brasil/Sul 300, a operação prendeu 78 pessoas e apreendeu aproximadamente 150 quilos de maconha, além de armas, munições e carros.

No Paraná, 397 policiais participaram da ação no entorno de 168 escolas. Nos três estados, a área de 300 escolas foi verificada por policiais no cumprimento de 124 mandados judiciais de busca e apreensão e de prisão.

- Leia mais - MP denuncia homem que matou vizinho por causa do som alto em Curitiba

Além do cumprimento dos mandados, os policiais também ministraram palestras nas escolas. ”Os policiais também distribuíram cartazes em algumas escolas de Curitiba e do interior para orientar os alunos sobre os malefícios que a droga traz”, afirma o delegado-titular da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), Riad Braga Farhat.

- Veja também - Fura-catraca muda de perfil e gera prejuízo de 5 biarticulados por ano

A Operação Anjos da Lei teve início no mês de março do ano de 2011 , através do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Em 2016 passou a ser realizada por todos os departamentos da Polícia Civil gaúcha e em 2018, contou com o apoio das polícias do Paraná e Santa Catarina.

“É no ambiente escolar que inciamos um trabalho de prevenção, já que falamos diretamente com muitos jovens e crianças que são os alvos mais vulneráveis para a atuação e influência do tráfico de drogas, no consumo ou em atividade do tráfico”, completa Farhat.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

PUBLICIDADE