i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Guerra do petróleo

Bolsa desaba 12% – a maior queda em 22 anos; dólar fecha em R$ 4,72

  • PorGazeta do Povo, com agências
  • 09/03/2020 17:46
  • Atualizado em 09/03/2020 às 23:02
Painel da Bolsa de Valores de São Paulo.
| Foto: Nelson Almeida/AFP

A Bolsa brasileira fechou em queda de 12,17% nesta segunda-feira (9), aos 86.067,20 pontos, e o dólar alcançou 4,7243, com alta de 1,95%, em dia de caos nos mercados financeiros globais por causa da crise do petróleo e o avanço do coronavírus. Foi a maior queda diária, em porcentual, do Ibovespa desde 10 de setembro de 1998, em meio à crise global.

A B3 teve de acionar o circuit breaker de manhã, suspendendo os negócios por pouco mais de meia hora, depois de o Ibovespa ter caído mais de 10%. O mecanismo permite, na ocorrência de movimentos bruscos de mercado, o amortecimento das ordens de compra e de venda. Foi a 18ª vez em que o circuit breaker foi acionado desde sua adoção em 1997. A última ocasião foi em 18 de maio de 2017, por causa da Delação da JBS.

Os negócios na B3 foram retomados às 11h08. Depois de uma melhora pontual, o índice voltou a acelerar o ritmo de queda, acompanhando o mercado internacional e fechando em 12,17%. Os preços das ações estão sendo afetados fortemente pela queda no preço do petróleo no mercado internacional – a maior em um único dia desde a Guerra do Golfo, em 1991.

Na hora em que a Bolsa entrou no circuit breaker, a Petrobras ON cedia 24,61% e Petrobras PN, 23,96%. A mineradora Vale recuava 10,78%.  o fim do dia, a petroleira perdeu R$ 91,2 bilhões em valor de mercado, com queda de 29,68% nas ações ON e de 29,70% nas PN, nos maiores recuos diários desde 1990.

A queda nas bolsas de todo o mundo causou uma corrida de investidores por aplicações consideradas mais seguras. Os preços do ouro atingiram seus níveis mais altos em oito anos nesta segunda. No entanto, após ultrapassar brevemente o nível de US$ 1.700, o preço do metal amarelo para maio recuou, fechando em US$ 1.675,70 por onça troy, alta de 0,2%.

Novo recorde do dólar

O dólar começou a semana batendo mais um recorde nominal – descontando a inflação – desde o Plano Real, atingindo a casa de R$ 4,79, na manhã desta segunda. Para tentar conter a disparada do dólar, o Banco Central vendeu US$ 3 bilhões à vista das reservas internacionais ainda de manhã. À tarde, o BC vendeu mais US$ 465 milhões em novo leilão de dólares à vista.

Mesmo assim, a divisa americana fechou com valorização, seguindo a tendência do dólar no exterior. A moeda americana terminou o dia cotada a R$ 4,72, depois de ter atingido a máxima de R$ 4,79.

Dia de caos nas bolsas do mundo

O dia foi marcado por quedas em Bolsas de todo o mundo. Na Ásia, as Bolsas da China, seguindo o mau humor generalizado dos mercados financeiros, fecharam em queda. O principal índice acionário do país, o Xangai Composite, teve recuo de 3,01%.

Na Europa, as Bolsas registraram quedas expressivas. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 7,44%. Pesou nesse resultado, além da crise do petróleo, o avanço das mortes por coronavírus, em meio à dificuldade dos países europeus em conter a propagação da doença.

Em Londres, o índice FTSE 100 fechou em baixa de 7,69%, com forte impacto das quedas de mineradoras. O DAX de Frankfurt caiu 7,94%, pressionado pelas ações de bancos. Em Paris, o índice CAC 40 teve desvalorização de 8,39% e, em Milão, o FTSE MIB registrou baixa de 11,17%.

Os motivos para o pânico do mercado financeiro

O dia de caos teve como estopim a guerra nos preços do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia. Os sauditas e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) desejavam segurar a desvalorização do barril, que vinha com preços em queda por conta da desaceleração da economia mundial. Os russos, entretanto, não concordaram com o acerto – o que fez o governo saudita iniciar uma retaliação, com a desvalorização artificial no valor do óleo.

"É um acontecimento que tem baixíssima capacidade de previsão. São produtores trabalhando deliberadamente na direção de destruir a cotação de seus próprios produtos. Isso muda o contexto internacional muito mais do que a própria epidemia do coronavírus", opina Adeodato Netto, estrategista-chefe da Eleven Financial.

Para ele, se o impasse continuar, o preço do petróleo pode seguir despencando. "Não há limite para a oscilação de preços de commodities em momento de choque de expectativa. O típico dessa classe é de que o preço só se normalize quando houver algum tipo de condição para o novo equilíbrio", afirma Netto.

Coronavírus e guerra comercial já davam instabilidade ao mercado

O impasse entre sauditas e russos foi apenas o último ingrediente para que o caos se instalasse no mercado financeiro mundial. "O cenário é de tempestade perfeita. Tivemos uma instabilidade muito grande há alguns meses por conta da guerra comercial entre EUA e China, além da diminuição das perspectivas de crescimento por causa do coronavírus", relembra Wagner Parente, CEO da consultoria BMJ.

Ele aponta que, em momentos de tanta incerteza, o movimento natural é de fuga dos ativos considerados mais voláteis, que incluem aqueles associados a países emergentes, como o Brasil. Nesses casos, os investidores procuram ativos considerados mais seguros – como títulos do tesouro americano e a própria moeda dos EUA.

Na opinião de Parente, as próximas horas devem ser de mais estabilidade, mesmo que em um patamar baixo. Ele não descarta, porém, que a bolsa tenha que fazer outro (ou mais de um) "circuit breaker", para diminuir a volatilidade dos ativos.

O caos continua nos próximos dias?

Os analistas apontam que os próximos movimentos do mercado financeiro são imprevisíveis, já que dependem de um acordo que cesse a guerra do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia.

Adeodato Netto afirma que, por trás do conflito, está, na realidade, uma disputa entre EUA e Rússia pelo mercado de energia. "A Arábia Saudita é um grande aliado dos EUA. Vai ser importante monitorar como será o posicionamento dos principais países do mundo", diz.

"Só Deus sabe como serão os próximos dias", concorda o CEO da BMJ.

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 8 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    MARILIZ DE SOUZA RIBAS

    ± 7 horas

    Posto do bozo , não sabe nada , destruiu os chilenos e agora brasileiros! Lamentável.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • A

      AMAURI

      ± 7 horas

      É Bozo, quando o time é ruim, nada ajuda. Pelo menos tem mais uma desculpa. Enquanto isso, o POVO que se . . .

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • R

        Ricardo Drummond de Macedo

        ± 12 horas

        Os estúpidos não se prepararam para uma Crise. Fugirão como covardes.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • W

          Willian Cardoso de Souza Jesus

          ± 13 horas

          É de se lamentar e muito esse cenário econômico internacional extremamente turbulento, devido a fatores q pouco ou nada pode ser evitados pela nossa equipe econômica. Nos resta torcer pra esda crise passar o quanto antes, pois as perspectivas econômicas com esse dream team econômico liberal eram (e ainda são) as melhores possíveis...não há dúvidas de q se a esquerda tivesse no poder, com sua política patética de aumento vertiginoso de gastos públicos e intervencionismo brutal, o cenário seria infinitamente pior.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • C

            Conan

            ± 17 horas

            Mas é só ter calma, não vender agora, ter sangue frio, q nos próximos anos já recupera.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • C

              Conan

              ± 17 horas

              Nada q os experts investidores da bolsa não resolva; o dindin q ganharam este ano já foi pelo ralo.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • T

                tamotsu kashino

                ± 18 horas

                O mundo está sendo sacudidos pelo, terremoto,tsunami, tufão todos juntos, porém nas vidas cotidianos dos trabalhadores não há muita diferença, queda na bolsa nada importa são coisas dos marajas, até teremos muitas coisas positivas,preço de gazolina e diesel vão cair pela metade, vão baixar passagem de onibus, não terá greve dos cominhoeiros, preço de carne e frando vai baixar porque chineses não vão mais comprar, se coronavirus aumenter, tudo indica que vai, jogos futebol serão com portão fechados, só podem assistir por TV evitando compra de entrada, tá vendo não será tão ruim como falam.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • A

                  APJr

                  ± 19 horas

                  Felizmente esta crise se dá durante um governo pragmático, onde o ministro da economia é um homem experiente e competente, e a equipe de governo é predominantemente técnica e não política. Eles saberão como conduzir o país neste momento difícil. Por outro lado, imagino que horror seria, se fatos como esses acontecessem durante os desgovernos PTistas, onde o ministro da fazenda era o pau mandado do Guido Mantega e a disléxica mandioca sapiens dava palpite em tudo ...

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.