• 13/09/2019 15:43
Habitação social

Nova proposta para Minha Casa Minha Vida será anunciada em dezembro, diz ministro

  • 13/09/2019 15:43
    • Estadão Conteúdo
    obras-minha-casa-minha-vida-curitiba
    Foto: Antonio More/Arquivo/Gazeta do Povo| Foto: Antônio More/Arquivo/Gazeta do Povo

    O ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto, disse que a nova proposta sobre o Minha Casa Minha Vida (MCMV) será entregue ao presidente da República, Jair Bolsonaro, no fim de novembro e anunciada ao público em dezembro. O programa habitacional está sob reformulação pelo governo federal desde o primeiro semestre e a previsão inicial era de que a nova versão seria divulgada em julho passado.

    "O Minha Casa não deixará de existir, mas será repaginado", sintetizou o ministro, durante palestra em fórum com empresários da construção civil organizado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) nesta sexta-feira (13). "O governo federal vai investir melhor na habitação social, não menos", completou Canuto.

    Segundo o ministro, o foco do programa estará direcionado no sentido de colocar dinheiro onde mais se precisa, como é o caso das regiões com mais demanda por moradias e com déficit habitacional relativo maior. A renda elegível para a faixa 1 poderá ser reduzida dos atuais R$ 1,8 mil para R$ 1,2 mil ou R$ 1,4 mil, por exemplo. A proposta, no entanto, ainda será alinhada pelo MDR em parceria com outras pastas e com a Caixa Econômica Federal.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.