Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O aeroporto Afonso Pena, em Curitiba | Daniel Castellano/Gazeta do Povo/Arquivo
O aeroporto Afonso Pena, em Curitiba| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo/Arquivo

Os aeroportos de Curitiba e Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, devem ser concedidos ao setor privado a partir do segundo semestre de 2017. Os dois aeroportos paranaenses figuram em uma lista com outros oito terminais que farão parte da próxima rodada de leilões programada pelo governo federal. Além de Curitiba e Foz, aparecem também os aeroportos de Recife, Belém, Vitória, Goiânia, Cuiabá, Manaus, Maceió e São Luís. As informações são do jornal O Globo.

A segunda rodada de leilões deve ocorrer após a concessão dos quatro aeroportos já anunciados – Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza - pelo Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), lançado nesta terça-feira (13) pelo governo de Michel Temer (PMDB). Os quatro primeiros terão os editais publicados no quatro trimestre deste ano e o leilão programado para o primeiro trimestre de 2017.

A diferença, de acordo com o jornal, é que na rodada de leilões no qual Curitiba e Foz do Iguaçu fazem parte a licitação será feita em blocos. Quem arrematar um aeroporto com boa demanda de voos, deverá levar também outro deficitário, na proporção de um lucrativo para até três menos atrativos.

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil não confirma a lista e diz que ainda estuda a melhor alternativa para o setor aéreo, que será apresentada e aprovada pelo conselho do PPI.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]