Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

tecnologia

Ligações estilo ‘Star Wars’ são a nova promessa do 5G

Testes foram feitos em rede experimental na Inglaterra pelo grupo Vodafone

  • Joe Mayes
  • Bloomberg
No primeiro teste público de ligação holográfica, a Vodafone conectou a capitã do time de futebol feminino da Inglaterra, Stephanie Houghton, a uma adolescente, fã de jogadora. | Reprodução
No primeiro teste público de ligação holográfica, a Vodafone conectou a capitã do time de futebol feminino da Inglaterra, Stephanie Houghton, a uma adolescente, fã de jogadora. Reprodução
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Foi nos dito que a próxima geração da tecnologia móvel, o 5G, vai destravar o futuro dos carros autônomos, da realidade aumentada e dos robôs cirurgiões. E quanto aos hologramas 3D? O grupo Vodafone usou uma rede experimental de 5G na última quinta-feira (20) para testar a primeira ligação holográfica em território britânico.

Assista ao vídeo com o teste

Os engenheiros da companhia conseguiram transmitir a imagem de uma pessoa em um estúdio em Manchester, cidade do Noroeste da Inglaterra, para um headset de realidade virtual na sede da empresa em Newbury, Londres. Mais precisamente, eles conectaram a capitã do time de futebol feminino da Inglaterra, Stephanie Houghton, a uma adolescente, fã de Stephanie. Uma podia ver a outra como se estivessem realmente frente a frente.

A imagem em 3D foi também projetada em um palco para uma plateia, uma cena parecida a outra do filme Star Wars de 1977 em que o robô R2-D2 projeta a imagem da princesa Leia pedindo a ajuda a Obi-Wan Kenobi e os personagens podem assistir.

“Uau, é como conversar com o imperador em Star Wars!”, disse Nick Jeffery, presidente da Vodafone no Reino Unido, descrevendo a reação da filha de um colega um dos primeiros resultados. O apresentado na última quinta (20) certamente foi mais surpreendente.

Essas chamadas seriam possíveis com o serviço móvel de próxima geração porque as velocidades de dados podem ser 100 vezes mais rápidas do que a tecnologia 4G atual e haverá menos atrasos nos dados transmitidos entre redes e dispositivos.

Scott Petty, diretor de tecnologia da unidade do Reino Unido da Vodafone, reconhece que demorou muito para que a videoconferência, por exemplo, se tornasse difundida devido ao custo e à grande quantidade de equipamentos necessários. As chamadas holográficas também podem levar vários anos para decolar, diz ele.

“Será uma evolução natural da videoconferência, mas adicionando um elemento mais imersivo de 360 ​​graus”, disse Petty.

Veja o vídeo da transmissão da Vodafone, inglês:

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE