Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Expedição Safra / 2014 – 2015 – Colheita de soja na região de Guarai no Tocantins .
Commodities em alta aquecem mercado de trabalho no agronegócio.| Foto: Jonathan Campos/Arquivo/Gazeta do Povo

A perspectiva de um crescimento próximo a 5% na economia brasileira em 2021 e o aumento da confiança empresarial – que atingiu o maior nível desde março de 2014, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV) – está fazendo com que, mais de um ano após o início da pandemia, companhias desengavetem projetos e abram oportunidades de trabalho com carteira assinada.

“As empresas estão mais preparadas para lidar com a pandemia, têm menos incertezas e estão mais confiantes em relação à expansão de suas atividades”, comenta Juliana Ribeiro, da consultoria de recursos humanos PageGroup.

No primeiro quadrimestre, foram gerados 957,9 mil empregos formais, já descontadas as demissões, segundo o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged). No mesmo período do ano passado, que foi fortemente impactado pela pandemia, foram fechadas 896,6 mil vagas.

Um dos segmentos em que o otimismo é maior é o agronegócio, que está sendo impulsionado pela forte alta no preço das commodities. O setor vem de um crescimento de 24,3% no ano passado, segundo o Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea-Esalq/USP) e vê as exportações baterem recordes.

Esse cenário favorável para as matérias-primas também se reflete no aumento de contratações na mineração. O número de empregos formais no setor cresceu 3,4% entre o início e o fim do primeiro quadrimestre do ano, segundo dados do Novo Caged.

“Para quem trabalha com commodities, o momento é bem oportuno. E áreas como logística e transporte estão atrativas”, comenta Carla Virmond Mello, diretora regional da consultoria LHH.

Outro segmento que está bem aquecido, segundo especialistas, é o da construção civil. Entre janeiro e abril foram abertas 135,1 mil oportunidades de trabalho. Nesse período, o número de empregados com carteira assinada aumentou quase 6%.

Posições técnicas nas áreas de engenharia e manufatura também estão bem valorizadas, particularmente se o profissional tiver conhecimentos bem específicos, ressalta a especialista do PageGroup.

E, tradicionalmente, o segmento de tecnologia de informação tem grande oferta de empregos. “A pandemia fez com que as empresas reforçassem sua presença no mundo digital, causando um intenso fluxo de contratação”, explica Juliana. “Posições ligadas ao e-commerce e ao marketing digital estão bem demandadas.”

Outras áreas dentro da TI em que há grande oferta de emprego são as de segurança da informação, gerenciamento de dados e infraestrutura.

A área financeira também vai bem. A pandemia fez com que as empresas apertassem ainda mais seu fluxo de caixa. E uma das formas encontradas para lidar com esse cenário foi apostar na contratação de profissionais com experiência em controle de custos, planejamento e processos contábeis. Segundo levantamento do PageGroup, a busca por especialistas desse tipo aumentou 50% nos quatro primeiros meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

Expansão do emprego não é homogênea nas regiões

A expansão, entretanto, não está acontecendo de forma homogênea pelo país, diz a executiva da LHH. Ela aponta que Centro-Oeste e interior do Sudeste e do Sul estão se destacando no agronegócio. “Ele está bem aquecido e capitalizado.”

No Sul, há uma predominância de ofertas nos segmentos de logística e tecnologia da informação. E no Norte, áreas como infraestrutura, engenharia e mineração estão à procura de profissionais qualificados, diz Carla.

O cenário é diferente no Nordeste, onde existe uma dependência maior do turismo. Segmentos mais dependentes de mobilidade devem ganhar força com a consolidação da vacinação. Segundo o site Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford (Reino Unido), até o dia 16, 27,1% da população brasileira tinha recebido ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19.

9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]