| js/prJUSTIN SULLIVAN
| Foto: js/prJUSTIN SULLIVAN

A Apple vai investir US$ 1 bilhão no próximo ano para produzir filmes, séries e programas próprios, além de adquirir conteúdos com exclusividade. O objetivo é entrar no segmento de transmissão on-line de conteúdo audiovisual original - a fabricante já atua com streaming de música e tem um reality show para desenvolvedores de aplicativos. Com isso, ela passa a concorrer diretamente com Netflix e HBO. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (16), pelo The Wall Street Journal

Segundo a publicação, o orçamento que a Apple está investindo para entrar no streaming de conteúdo audiovisual próprio é suficiente para ela concorrer  com as empresas que já atuam na área - e, em alguns casos, chega até ser superior.  Com o dinheiro, a empresa poderia comprar ou produzir dez séries de televisão.

Em 2016, a HBO gastou cerca de US$ 500 milhões em produções próprias, valor que é a metade do que a Apple planeja investir em 2018. Já a Netflix, um dos principais expoentes do serviço de streaming, investiu US$ 6 bilhões na produção e na compra de filmes e séries.

Os irmãos Jamie Erlicht e Zack Van Amburg vão comandar a produção e a compra de de filmes, séries e programas da Apple, segundo o The Wall Street Journal. Eles trabalhavam na Sony até junho e vieram para a Apple neste mês para coordenar a aquisição de conteúdo e a estratégia de vídeos na empresa. Por enquanto, seguem locados na Apple Music.

Ainda não se sabe se a Apple lançará uma plataforma nova para transmissão dos conteúdos ou se adaptará o Apple Music. O aplicativo, além de transmitir música, exibe vídeos dos artistas e o programa “'Planet of the Apps”, um reality show da Apple sobre desenvolvedores de aplicativos. 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]