i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Inclusão Financeira

Operando sem dinheiro, modelo de agência bancária do Sicredi é apresentado na ONU

  • PorSharon Abdalla
  • 15/07/2019 20:56
Foto: Sicredi/Divulgação
Foto: Sicredi/Divulgação| Foto:

Foi-se o tempo em que agência bancária era sinônimo de dinheiro. Pelo menos é nisto o que aposta o Sicredi, instituição financeira cooperativa à frente da Agência Smart, projeto-piloto que realiza transações financeiras sem circulação de papel moeda, cujo projeto será apresentado na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, em evento a ser realizado nesta terça-feira (16). O convite parte do fato de o modelo estar alinhado ao que propõem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da instituição.

Instalada em Cafeara, no interior do Paraná, a agência foi inspirada no conceito cashless cities (cidades sem dinheiro, em tradução livre), aplicado em cidades da China e da Índia, e opera há pouco mais de um ano sem dinheiro em espécie ou cofre, levando serviços bancários para o pequeno município, que conta com pouco mais de 2,5 mil habitantes.

“Tínhamos um problema relacionado ao custo de instalação de uma agência bancária em cidades de pequeno porte devido ao alto nível de segurança que ela deve ter (seguro, sistema de monitoramento, vigia, carro-forte). É difícil que estes municípios consigam manter um volume de transações que gerem receita suficiente para pagar esta conta”, explica David Conchon, superintendente de negócios do Sicredi, ao justificar a adoção pelo modelo Smart. Mesmo com outras duas agências em funcionamento desde o início deste ano, nos distritos de Guaravera (Londrina) e São Benedito das Areias (Mococa, São Paulo), ele ainda opera em fase de testes. 

Modelo enxuto e sustentável garante oferta dos serviços 

Para solucionar a questão, o Sicredi apostou em um modelo de agência que oferta todos os produtos e serviços da cooperativa, mas que não movimenta nem um centavo em espécie em sua agência física. Nela, os clientes podem abrir a conta corrente, contratar crédito, consórcios, seguros, cartão de crédito e depositar cheques. O pagamento de contas e transferências, por sua vez, são feitos no ambiente online, por meio de aplicativo próprio. Os clientes, inclusive, têm wi-fi liberado e à disposição para tal no interior da agência e também na praça onde ela está instalada, em área cedida pela igreja da cidade.

Construída em contêiner, a agência têm na sua estrutura física outra inovação em relação às instalações bancárias tradicionais. Sistemas de captação de água e de geração de energia fotovoltaica, com produção excedente à necessária para seu funcionamento, são outros diferenciais do projeto.

“A iniciativa democratiza o acesso aos produtos financeiros e possibilita que os moradores tenham um ponto de atendimento onde podem ter suas necessidades atendidas”, resume, em nota, Rogério Machado, diretor executivo da Sicredi União PR/SP. Ele destaca este ponto baseado no fato de, em geral, os grandes bancos não costumarem investir na abertura de agências em cidades ou comunidades muito pequenas, justamente pelos custos envolvidos em sua operacionalização, que giram em torno de R$ 50 mil, no caso do Sicredi, segundo estimativa de Conchon. Dados do Banco Central, divulgados em abril de 2019, apontam que 376 municípios brasileiros não possuem dependências bancárias. 

Atenção ao todo garante adesão ao modelo 

De nada adiantaria, no entanto, inovar na oferta do serviço sem a circulação de moeda ao cliente se ele precisasse do dinheiro físico para continuar comprando e pagando suas contas junto ao comércio. Assim, além da conta-corrente e dos produtos financeiros voltados à pessoa física, a Agência Smart passou a oferecer maquininhas gratuitas aos comerciantes locais, como forma de fechar o ciclo do dinheiro, cobrindo do recebimento do salário ao gasto dele nas despesas domésticas e pessoais.

“Até o padre passou a receber o dízimo na maquininha. Fizemos um trabalho para a transação e a transformação financeira”, avalia o superintendente de negócios do Sicredi. Isso fez com que, das cerca de 750 pessoas listadas entre as economicamente ativas no município, quase 600 já tenham se associado à Agência Smart, como conta Cochon.

A meta do Sicredi, agora, é a de expandir o modelo e levá-lo para outras cidades e comunidades brasileiras a partir de 2020. A cooperativa ainda não tem mapeado quantas e onde elas serão instaladas, mas afirma que o foco continuará nas localidades pequenas, que não são assistidas por instituições financeiras, do Paraná e de São Paulo, a princípio.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • C

    CARLOS RF

    ± 0 minutos

    Sou cooperado com muito orgulho! Parabéns!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]