i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Educação em 2020

Aprendizado no Brasil retrocedeu com escolas fechadas e ensino remoto, diz pesquisa da FGV

  • PorGazeta do Povo, com agências
  • 15/01/2021 16:59
Pesquisa mostra consequências do fechamento das escolas na educação brasileira
Pesquisa mostra consequências do fechamento das escolas na educação brasileira| Foto: Jonathan Campos / Gazeta do Povo / Arquivo

A educação brasileira em 2020 pode ter retrocedido até quatro anos em seus níveis de aprendizagem por causa da suspensão das aulas presenciais e da execução de atividades remotas durante a pandemia. É o que aponta um estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV). Encomendada pela Fundação Lemann e publicada pela Agência Brasil, a pesquisa mostra simulações em três cenários com relação aos impactos do fechamento das escolas para os estudantes brasileiros. Segundo a publicação, “o impacto é maior entre negros e alunos com mães que não concluíram o ensino fundamental”.

A pesquisa da FGV mostra que, no cenário chamado de pessimista, em uma simulação feita a partir dos dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), a proficiência dos alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental deve ser igual a que era registrada há quatro anos em língua portuguesa. No caso de matemática, a simulação indicou retrocesso de três anos. Nessa conjuntura, além de as escolas estarem fechadas, os estudantes não teriam conseguido aprender os conteúdos ensinados por meio dos sistemas remotos.

Perdas e conclusões

No cenário em que a pesquisa chama de intermediário, a perda nas duas disciplinas equivale a três anos. E, em um quadro chamado de otimista, ainda é possível que tenha ocorrido o “retorno à proficiência brasileira de três anos atrás” em língua portuguesa.

Em outro trecho da pesquisa, com outro modelo de apresentação de resultados, os dados indicam que os estudantes do Ensino Fundamental II (do 5º ao 9º ano) e do Ensino Médio podem ter aprendido 72% menos em 2020 do que em um ano típico em língua portuguesa e matemática. Essa é simulação no pior cenário do estudo.

No cenário intermediário, os alunos teriam deixado de aprender o equivalente a 34% em comparação a um ano normal em língua portuguesa, e 33% em matemática. E a perda no aprendizado ainda seria de 14% em língua portuguesa e de 15% em matemática no cenário otimista.

Dessa forma, a  primeira conclusão do estudo foi de que a interrupção das aulas provocou redução significativa no aprendizado dos estudantes brasileiros. A segunda foi que o acesso ao ensino remoto no país ocorreu de formas diferentes, o que levou ao aumento das desigualdades educacionais, nas palavras dos pesquisadores.

“Entendemos que, em um cenário de interrupção das aulas presenciais, o aprendizado dos alunos depende do acesso ao ensino remoto e esse acesso é desigual no Brasil, como evidenciado pelos dados da Pnad Covid-19. [...] Por fim, analisando dados do Saeb, concluímos que, em 2020, o crescimento do aprendizado dos alunos brasileiros poderá desacelerar ou mesmo retroceder. Esse resultado ocorre de maneira desigual no país, afetando mais fortemente os menos favorecidos. Assim, esforços para mitigar essa perda e garantir o acesso a um ensino remoto de qualidade a todos são urgentes, de modo a evitar a perda de aprendizado e o aumento das desigualdades educacionais”, afirmou André Portela, pesquisador líder do estudo e professor titular de Políticas Públicas da Escola de Economia de São Paulo, da FGV, em entrevista à Agência Brasil.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    De Rossi

    ± 24 horas

    Em uma nação que trata seus mestres como inimigos da pátria e se importa mais com armas do que livros, podem esquecer. Não há a menor chance de dar certo. Quando falo em valorizar esses profissionais, não refiro-me apenas à questão financeira, mas também ao respeito, reconhecimento, dignidade. Enquanto não tiver um grande projeto no país, que priorize a valorização plena do educador, desde a sua formação continuada, passando por um plano de carreira digno e boas condições estruturais nas escolas- dificilmente grandes progressos na educação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • T

      TIAGO

      16/01/2021 16:14:57

      Pelo nivel da educaçao no Brasil, talvez tenha sido melhor sem aula do q com aula.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • C

        Celso Arruda Salomé

        16/01/2021 14:47:58

        A nossa educação , promovida pela esquerda, já era uma das piores do mundo. Agora, com o fechamento das escolas pelos governadores e prefeitos, os estudantes de segundo grau que não sabiam fazer uma regra de três ou interpretar um texto, vão passar a ser analfabetos no sentido mais amplo da palavra. Na minha época existia o exame de admissão, que era um VESTIBULARZINHO de passagem do ensino primário para o ginasial. Se esta prova for colocada hoje para os nossos universitários, acredito que mais de 90por cento não seria aprovada.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • S

          STELLA DORTA SANTANA

          16/01/2021 12:51:48

          Vacina para todos

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • F

            Flavius Torres

            16/01/2021 4:20:22

            Ô FGV Estudante Brasileiro só estuda na última semana de provas!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • F

              Flavio Pereira

              16/01/2021 2:08:26

              Quanta hipocrisia de uma sociedade que não valoriza os professores e elege na maioria das vezes políticos inimigos da educação e nem acompanha o que os filhos fazem na escola, agora em plena pandemia se diz preocupada com a aprendizagem do filho. Na realidade, estão preocupados é com o lucro financeiro cessante no transporte e venda os péssimos alimentos para a merenda das crianças que muitas vezes comem bolachas duras e secas nos intervalos. Em manaus abriram as escolas e comércios e nesse momento os hospitais entraram em colapso diante de tantas mortes e os que lucraram estão fazendo festa e as famílias de Manaus chorando a perda de seus entes queridos.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • F

                Fernando

                16/01/2021 0:44:03

                Fecha tudo depois vemos como que fica Não é?

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • F

                  Fernando Cavalcante

                  16/01/2021 0:22:41

                  Isso apenas corrobora o dito de que nada é tão ruim que não possa piorar.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • A

                    Antonio

                    15/01/2021 21:00:34

                    A falta de comentários é um terrível sinal de quão pouco damos atenção àquele que é o mais sério problema brasileiro - a educação. E isso também explica como governos e sindicatos conseguiram manter escolas fechadas por tanto tempo sem que a população se revoltasse.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    1 Respostas
                    • F

                      Fernando

                      16/01/2021 0:47:40

                      Eu respeito demais is professores. Muito deles. Mas infelizmente a paralização se estendeu por ação dos sindicatos do professores em todo o Brasil. E no ensino público foi pior ainda. pois quem buscou alternativas foram os heróis da educação, que se desdobraram para tentar fazer algo. Mas a grande maioria, parou, não quis voltar e ainda faz de tudo para não voltar.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.